O SONO DO BEBÊ

Nada mais angelical do que um bebê dormindo. Por outro lado, nada mais cansativo, frustrante e até irritante, do que a falta de ritmo e regularidade que o sono de um bebê pode ter. Em geral, nos primeiros meses de vida todos os pais tem aquela cara de quem acabou de completar uma maratona, exaustos. Não raro os pais chegam ao consultório do pediatra com perguntas sobre o sono. A resposta mais desejada é quando que o meu bebê vai dormir a noite toda!. Impossível esgotar um assunto como esse em um blog, mas vou abordar alguns pontos, com a expectativa de ajudar os pais a, se não ficarem descansados, pelo menos relaxarem um pouco.

Um recém nascido dorme em torno de 16hs por dia, ou mais. Mas, este sono não é como o do adulto, contínuo ou por longos períodos. Cada bebê estabelece um ritmo próprio de dormir e, não raro, dorme por períodos de 1 a 2 horas. Portanto, não se assustem se o sono do seu bebê for “picado”.

Bebês pequenos desconhecem o que seja dia ou noite. Assim, esse sono curtinho, acontece de forma quase que igual se for de dia ou de noite. Em torno de 3 a 4 meses de idade, seu bebê poderá começar a aumentar o tempo de sono à noite. Mas, lembrem-se que a escolha do ritmo de sono é sempre do bebê. Algumas pessoas dirão que um bebê deve ser “ensinado” a dormir. Dirão ainda  que, não ensinar o bebê a dormir, desde pequeno, vai ter como consequência, uma criança mimada, difícil. O pior é que existem livros escritos que reforçam essa crença e “ensinam” os pais a fazerem seus filhos dormirem à noite. BEBÊS NÃO DEVEM SER “TREINADOS” A DORMIREM À NOITE. O ritmo de cada criança deve ser respeitado e nenhuma criança se tornará mimada ou com problemas, por esse motivo.

Crianças maiores, em torno de um ano, dormem, em média, um pouco menos de 14 horas por dia.  Médias são medidas de tendência e não de normalidade. A normalidade é definida pelo desenvolvimento da criança, seu comportamento, crescimento etc. Não só pelo número de horas que dorme por dia.

Em torno de um ano vocês poderão começar a tentar implantar algumas medidas práticas, visando o sono tranquilo do seu filho. O que se segue são apensas sugestões e não um “regulamento” a ser seguido.

  • Procure estabelecer uma rotina para a hora de dormir: um mesmo horário, uma desaceleração das atividades, talvez um banho para relaxar. Este é um ótimo momento para a leitura de um livro ou escutar música. Brincar com seu filho, por mais prazeroso que seja, pode ser estimulante ou excitante, tornando o sono mais difícil. Brinque à vontade, até uma meia hora antes do horário que a família definiu como o de ir para cama dormir. Na meia hora ou quarenta minutos que antecedem esse horário, leiam, ouçam musica, conversem.
  • Permita que seu filho leve um objeto ou brinquedo preferido para a cama, exceto algo que tenha o risco de sufocá-lo ou provocar engasgo.
  • Verifique se o ambiente está confortável:  uma pequena luz acesa ou a porta entreaberta, temperatura do quarto, cobertor se estiver frio, um copo d’água ao alcance, se isso for um hábito do seu filho etc.
  • Se forem chamados à noite, saibam que é normal uma criança acordar. Esperem um pouco (pouco mesmo) antes de atender ao chamado. Entre no quarto, sem acender a luz ou fazer grande movimento e assegure que você está perto, falando ou tocando no seu filho. Aos poucos, aumente o intervalo de resposta e tente apenas falar.
  • Muita paciência! Nenhuma adapatação ou mudança de hábitos será rápida. Não raro os pais se sentirão frustrados ou irritados. Isso é perfeitamente normal. Reconhecer esses sentimentos é uma forma de evitarmos que nossa irritação se trasnforme em algum tipo de punição para nossos filhos. Educar é andar sobre esse fio da navalha onde, de um lado existe a tolerância carinhosa e, do outro, o limite, igualmente carinhoso.

Se eu pudesse resumir o que eu penso e como eu acredito que possam ser pais carinhosos, diria duas coisas:

  1. Façam o que o seu coração determinar. Não se deixem levar pelas opiniões de terceiros. Acertem e errem , seguindo seus sentimentos.
  2. Não comprem livros que “treinam” bebês a dormir ou fazer qualquer outra coisa. Treinar um bebê é uma violência.

Finalmente, desejo que todos durmam muito bem!

Como sempre, gosto de receber suas críticas e comentários.

243 pensamentos sobre “O SONO DO BEBÊ

  1. Dr Cooper,

    Mais uma vez parece q vc adivinhou qual era a minha neura do momento e escreveu um post sobre o assunto ! Estava prestes a entrar na Amazon e adquirir uma copia do livro A Encantadora de Bebe ou qq outro, depois q uma amiga minha me prometeu q deixar o bebe chorar no berço ate dormir ia garantir a mim e ao meu bebe de 4 meses 12 horas de sono sem interrupções depois de 3 dias !

    Mas tenho uma pergunta em relação a alimenta-lo no meio da noite. Existe algum peso, idade média (ou consenso) em q a medicina diz q nao e mais necessário ou beneficial dar de mamar no meio da noite.?Pergunto isso pq é tambem um assunto muito discutido entre as mães. Algumas dizem q a partir de 4 meses devemos oferecer chupeta ou agua se ele acorda de noite com o intuito de “desacostuma – lo” a mamar durante a noite. Algum fundamento nisso ?

    Mais uma vez obrigada pelo blog, sempre relaxo um pouco qdo leio seus posts : )

    • Karina,
      Recentemente saiu um artigo publicado em revista científica (acho que foi Pediatrics) mostrando que os bebês que foram “treinados” a dormir, tinham níveis sanguíneos de cortisol (um hormônio que aparece com o stress) iguais aos que choravam. Isto é, estavam dormindo, porém igualmente estressados. Independentemente de ciência, ouso dizer que uma mãe que não leu nenhum livro ou ouviu nada de ninguém, jamais deixaria seu bebê chorando. O instinto ou reflexo é pegar no colo e tentar acalmar o bebê. Portanto, na minha opinião, qualquer tentativa de “treinar” um bebê é uma violência injustificável.
      Quanto a alimentar um bebê no meio da noite, não há regra, consenso ou ciência que diz que se deva “desacostumar” uma criança a partir de tal idade. O que se deve fazer é seguir o bom senso e as emoções. Se um bebê chora à noite, pode ser fome. Mas pode ser frio, calor, fralda molhada, susto etc. Pais devem percorrer esse check-list mental e, se concluírem que é fome ou que mamar é tranquilizador, por quê não dar de mamar? Só porque ficaria mal acostumada? De onde inventaram isso? Por quê não dizer que não dar de mamar à noite para um bebê de 5 ou 6 meses pode criar um adulto inseguro? Enfim, se as mães lessem menos e fizessem mais de acordo com o que sentem, todos seriam mais felizes (mães, pais e bebês). Certamente muito mais cansados, exaustos, mas com uma alegria inexplicável e a certeza de ter dado o melhor para os seu filho.
      Não há fundamento nenhum em “desacostumar”bebês do que quer que seja! Faça o que tiver vontade de fazer que vai dar certo!

      • Prezada Thaís,
        Como o blog não substitui uma consulta, seria irresponsabilidade minha opinar sobre o seu filho. Sugiro que converse com o pediatra para que ele lhe oriente. Mas, de um modo geral, bebês são como descreveu.

  2. Olá dr. concordo que o sono dos bebês é complexo e q não vale a pena ficar forçando rotinas malucas. Minha bebê tem 2 meses e sozinha já dorme 9 h por noite. No começo tive medo achando q podia prejudicar o desenvolvimento baseado em livros. Só. Q hoje ela está até acima da curva de desenvolvimento. Só estou num episódio estranho. Ela tomou as vacinas de 2 meses e teve o sono todo atrapalhado. Pode ser coincidência mas ela não entra no sono pesado durante o dia e tem atrapalhado o adormecer dela. Será mera coincidência? Abraço Fabiana

    • Fabiana,
      Bebês pequenos, como a sua de 2 meses, podem não apresentar regularidade nos seus ritmos. Assim, mudanças no que parecia ser um ritmo, podem ser inteiramente normais. Me parece que seria uma coincidência a mudança de ritmo da sua filha e as vacinas que ela tomou. Se você tem dúvidas, converse com seu pediatra. Ele poderá lhe tranquilizar.

  3. Ola Dr. Cooper

    Passamos ja desta fase choros na madrugada, alias super exaustivo e que passou aos 8 meses ! Acho que as nossas caras sao pior do que final de maratona Dr. Cooper, pelo menos ao cruzar a linha de chegada a gente expressa um sorriso, ao contrario das noites viradas que da uma baita dor de cabeca e um desespero em imaginar que a proxima noite podera ser igual !
    Hoje, aos 02 anos, a Manuela tem dias em que acorda na madrugada, muito raro e pontual, mas muito previsivel: noite agitada porque estava em alguma festinha/evento ( Natal, Ano Novo…) ou dorme sem jantar e acorda com fome ou alguma indisposicao, resfriado, excesso de tosse ou molhada de tanto xixi que vazou.
    Ao contrario do que escreveu , eu busquei por informacoes, li e reli o livro a Encantadora de Bebes diversas vezes, nao me arrependo. Tudo isso porque meu pediatra me dizia que as mamadas deveriam, ate uns 2-3 meses,ser livre demanda, ou seja, chorou peito chorou peito. ENLOUQUECEDOR !!!
    Enfim, o interessante do livro eh que ele prega instituir uma rotina na vida do bebe, seja na amamentacao de 3 em 3 horas ou de 4 em 4 horas como de habitos em casa. Claro, muitas informacoes foram lidas e filtradas e algumas absorvidas, vamos adaptar a nossa realidade que em nenhum momento pretendia ser cruel.
    Sou bem cartesiana e isso me ajudou bastante a ter mais serenidade e mais calma e a entender os chorinhos e os momentos na madrugada, que realmente sao uma baita novidade na nossa vida.
    Alem das medidas praticas que listou, alias eu coloquei em pratica TODAS e sao FANTASTICAS, eu tambem adotei outras medidas: conversava carinhosamente e cuidadosamente com ela e explicava o que ia acontecer, nunca nada foi surpresa para ela, espalhei pelo berco muitas chupetas, outro motivo pelo qual ela acordava de noite, coloquei um mobile que tocava musica classica, um barulhinho tranquilo so para a noite que ela dorme ate hoje, ADORA, ela mesma liga.
    Livro lido, bom senso praticado e tento sempre fazer a mesma rotina.
    Hoje ela ja dorme 12h por noite, no quarto dela e na cama dela.

    Bjs

    Bia

    • Bia,
      Não existem regras e me parece que você e a Manuela conseguiram se entender muito bem. No entanto, baseado nos conhecimentos de neurobiologia,que hoje temos (veja o que a Dra. Eliane Volchan escreveu no post sobre se devemos deixar as crianças chorarem), tenho uma posição crítica com relação a técnicas de condicionamento para bebês. Ao mesmo tempo, acredito que o que mães e pais fazem com carinho e sentimento, tende a funcionar. Pais que ouvem seus sentimentos tendem a adaptar ou flexibilizar essas técnicas, de alguma forma respeitando tanto o ritmo e necessidade do bebê, quanto a dos adultos. Parabéns pelo relacionamento com a Manuela e obrigado pelas dicas complementares.

  4. Quando nos, maes de primeira viagem, conseguimos nos dedicar e nos envolver com o nenem, o bom entendimento se da quase que por inercia ! Eh tudo aquilo que voce sempre fala de carinho e sentimento de mae e pai, simplesmente magico, acontece. 🙂 NAO EXISTE REGRA mesmo.
    O que ocorre hoje e que ficamos preocupadas com outras coisas que nao so com o nenem: estetica, trabalho, a nossa vida de antes ( dormir e fazer o que quiser a hora que quiser ), a vida do casal de antes, quando tudo voltara ao normal ???
    E soma-se a isso a existencia das enfermeiras, babas e folguistas que tomam um espaco enorme dentro de casa e dentro do dia a dia do nenem recem chegado e faz tudo parecer que esta tudo bem…
    Sao poucas aquelas maes que nao tem nenhuma desta estrutura e que se ousa a se envolver com seu filho. Nao quero ser dura mas eh o que vejo acontecer. Ai procuramos por solucoes rapidas e praticas e claro, a resposta sempre e PACIENCIA, como sempre comentado por voce.

    Bjs

    Bia

  5. Olá Dr. Cooper,

    Este final de semana fomos parar no hospital as 01:30 da manha. Motivo: a 3 noites nossa filha, 2 anos, acordava no meio da noite sem parar de chorar, inconsolável !
    Tínhamos em mente alguns sintomas : prisão de ventre ( 04 dias sem evacuar ), alguma coisa na garganta ( ela estava babando já a algum tempo e sem apetite) ou algo relacionado com a virose que ela estava ( 04 dias de febrinha

    • … Enfim lá fomos e para alivio da mamãe nao era nada.
      Mas a pediatra quem nos atendeu nos falou sobre Pânico do Sono.
      O que exatamente eh isso ?
      Como ela pode ter desenvolvido ?
      Como podemos ajudar ?
      O final de semana passou, conversei com ela e no final das contas acho que era birra ou alguma outra coisa dessas que acontecem mesmo e sem explicação .
      Fiquei intrigada com o tal pânico … Você poderia me dar uma luz ?

      Mais uma vez obrigado.
      Bjs
      Bia

      • Bia,
        Pode ser que o pediatra chame de pânico do sono algo que também é conhecido como terror noturno ou terro do sono. É uma situação onde a criança parece estar acordada, olhos abertos, falando coisas incompreensíveis ou ilógicas, com um aspecto muito assustado (terror). Passado o episódio a criança volta a dormir e, no dia seguinte, não lembra de nada. Outro motivo para acordar chorando é quando a criança tem pesadelos. Neste caso a criança está, de fato, acordada e não quer voltar a dormir ou tem dificuldade para conseguir adormecer. Finalmente, uma criança pode acordar chorando porque se sente insegura com relação à presença dos pais e só quer se certificar que estes estão por perto. Nenhuma dessas situações exige que os pais se preocupem ou que achem que seu filho ou filha tem algum problema.

      • Sem duvida voce tem razao, e sem duvidas nao temos panico do sono em casa !
        Mas, por ser um episodio unico e que nos tolhiu de possuir algum controle, preferimos previnir do que remediar !!! Pecamos pelo excesso MESMO e la fomos nos na madruga pro hospital 🙂
        Passado o episodio foi uma gargalhada atras da outra…de alivio eu imagino.
        Sabe aquele mosquitinho que diz assim:” vai que…” ou mesmo ” sera que…” .
        Espero que nao se repita mas, se repetir, estaremos mais tranquilos em como proceder.
        Mais uma vez obrigado por seu carinho.
        Bjs
        Bia

  6. Muito obrigada Dr Cooper!

    Mais uma vez achei que iris me frustrar ao ler mais um “expert” aconselhando treinar os bebes a dormirem. Mas finalmente li um texto escrito por um especialista humano e sensivel.
    Sou mae de primeira viagem, a minha bebe tem quase 3 meses. No inicio foi realmente muito dificil, pois alem do cansaco, precisei confrontar as pessoas ao meu redor me aconselhando a deixar a minha bebe chorar ate dormir. Fiz uma tentativa e me senti a pior mae do mundo. Obviamente a tentativa foi desastrosa, eu ouvia ela chorar e chorava junto, corri para abracar a minha filha e naquele momento decidi q nunca faria isso novamente. Os bebes crescem na nossa barriga, aquecidos, protegidos, precisam de aconchego e conforto e não acho justo fazer com que se sintam abandonados, inseguros. A mãe tem o papel de proteger. Quando a minha filha chora, não acho que seja “manha” e sim uma forma de me comunicar algo, seja fome, cansaço, dor ou qualquer outro desconforto, e o meu papel seria eliminar esse desconforto. Concordo que treinar o bebe a dormir eh uma violência, li o livro da Encantadora de Bebes e fiquei chocada quando ela relata o caso de um bebe que chorava ate vomitar… desumano, a solução não consiste em encher o berço de toalhas, e sim encher o bebe de carinho e conforto.
    mais uma vez obrigada
    Vania

  7. Dr, Roberto., bom dia , meu filho vai fazer 4 meses esta semana , e durante o 3o. mes, quando percebi que estava com sono, só conseguia fazê-lo dormir no carrinho movimentando-o para lá e para cá… e depois de aprox. 40 minutos, colocava-o no berço. como faço para fazê-lo dormir direto no berço? ele chora mto… Sandra

    • Sandra,
      Não existe uma fórmula mágica ou segredo para colocar um bebê de 4 meses para dormir direto no berço. Se você conversar com outros pais, cada um vai lhe contar qual o método que usa. Desde balançar no carrinho, como você fez, até dar voltas de carro e esperar que o bebê adormeça. O que seu bebê precisa é do seu carinho, do jeito que você achar melhor dá-lo. Você pode tentar colocá-lo no seu colo, cantar ou sussurrar e, depois, colocar no berço, ficando do lado, fazendo um carinho. Como pode ser criativa e “inventar” o seu modo de fazer. A única coisa que eu não recomendo para bebês pequenos como o seu, é o “treinamento”. Isto é, deixar o bebê chorando, até que se acostume e durma. Claro que deixarchorar um pouco porque você está ocupada ou até cansada, não é um problema. O que não é recomendável é deixar chorar para “aprender” a dormir sozinho. Como disse, nessa idade, bebês precisam de contato e de carinho.

  8. Dr., minha filha de 4 meses e meio chora muito para dormir de dia. E não adianta eu fazer nada, somente ficar batendo na bundinha ate pegar no sono, depois fica o tempo todo no meu colo, se coloco no berco, carrinho, qq lugar acorda. Preocupo-me com o futuro, volto a trabalhar, vai para escolinha, e aí? Com o tempo há chance desse comportamento se modificar? Há um amadurecimento natural quanto ao sono? O engraçado é que de noite ela dorme no berço.

    • Prezada Adriana,
      Um bebê de 4 meses ainda não desenvolveu um padrão de sono. Com o tempo, esse padrão vai se estabelecendo e até modificando. Se a sua filha dorme à noite, já é um ótimo sinal (e sorte!). Não se preocupe com o futuro porque as crianças têm uma capacidade de adaptação muito grande. Dê o carinho que ela gosta e precisa, hoje, sem medo.

  9. Ola dr Roberto.
    Tenho uma duvida: mesmo que a crianca demonstre os sinais de sono Nao seria viavel coloca-la para dormir mesmo que ela chore por meia hora direto?
    Com minha filha que hoje tem 25 meses nos sempre fizemos assim no sono da tarde, as vezes so chorava 1 minuto ou as vezes ate meia hora ou nem chorava……
    Hoje em dia como ela vai pra escolinha durante a semana e dorme a tarde e sem chorar Quando chega fim de semana ela Nao quer dormir a tarde(acho que e’ para aproveitar cada momento conosco) entao Nao insistimos muito…. Mas dorme no carro! Se coloca no berco chora muito!
    Com o novo baby chegando em Junho gostaria da sua sugestao ao que se refere sono da tarde(apartir de uma certa idade) pode deixar chorar Quando eles demostram sinais de sono e mesmo assim resistem ao maximo?
    Obrigada!
    Um abraco.
    Roberta 🙂

    • Prezada Roberta,
      Não existem regras rígidas. À medida que as crianças vão crescendo, é interessante que desenvolvam a capacidade de se “auto-consolar”. Isto é, a capacidade de, precebendo uma situação como a que antecede o sono, ou um despertar no meio da noite, sem a presença da mãe, desenvolver mecanismos que a façam dormir. Algumas crianças usam um objeto (pano,boneca etc.). Outras, desenvolvem um ritual como coçar a orelha o esfregar os olhos. Enfim, faz parte do papel dos pais ajudar a criança a desenvolver essa capacidade. Nesse sentido, à medida que vão crescendo, mais tempo podem ou conseguem ficar sozinhos. Chorar um pouco não é, necessariamente, ruim. Com bebês menores de um ano ou até um ano e pouco, a necessidade é maior e a capacidade de desenvolver o “auto-consolo” é menor.
      Quanto a sua filha não querer ser colocada no berço, provavelmente é porque sabe que é um momento de separação de vocês e não deseja isso. Talvez, essa reação ainda esteja mais intensa por conta da sua gravidez. Ela já sabe que um novo bebê vai chegar, que já está na sua barriga e, junto com a curiosidade e desejo, há toda uma ameaça ao lugar exclusivo que ocupa hoje. Acredito que, por conta da gravidez, e de acordo com a sua diponibilidade, poderia flexibilizar um pouco o rigor do sono da tarde. É importante para sua filha sentir que tem seu espaço preservado. Deve comentar isso abertamente com ela. E, para que suas palavras sejam coerentes com suas ações, flexibilize um pouco.

  10. Dr. Roberto, não sei se esse seria o melhor tópico para lhe pedir que esclareça algumas dúvidas.. mas vamos tentar.. ontem minha filha de 1 ano e 9 meses teve um dia normal, mas ao dormir as sete horas.. acordou as oito chorando muito, e me pareceu ter alguma coisa na garganta atrapalhando seu sono.. a acalmamos quando se levantou e ficou tudo normal novamente.. mas ela dormiu de novo e aconteceu a mesma coisa.. então a levamos ao pediatra de plantão na maternidade da cidade.. o médico examinou e não viu nada.. e não prescreveu nenhum remédio.. mas senti que havia algo de errado.. ela nunca havia feito isso.. então a noite foi em claro pra mim e pra ela.. quando ela está dormindo, respira normal e tudo.. mas acordando ela pigarra.. é alguma coisa na garganta aparentemente.. hoje fomos ao pediatra dela e ele receitou sorine.. e ela deu febre hoje.. já não sei o que pensar.. se é refluxo.. ou outra coisa.. por que ela não tosse.. e não chia.. se pudesse me ajudar, ficaria grato.. abraços, Sabrina.

    • Prezada Sabrina,
      Infelizmente, o blog não substitui uma consulta. Sem conhecer detalhadamente a história e realizar um exame físico, é impossível opinar sobre uma criança. Espero que compreenda a limitação do blog. Sem ser especificamente sobre sua filha, é pouco provável que uma criança de um ano e nove meses, saudável, apresente doença do refluxo. O sintoma de pigarro pode ser desde uma irritação do faringe, provocada por um resfriado comum (que pode dar febre), até um hábito que a criança adquire, quer porque acha curioso o som, quer porque percebe que chama a atenção. No caso da sua filha, que foi vista por dois pediatras, o que me pareceu importante foi que ambos a consideraram bem. Isto é, pode ser que algo esteja acontecendo ou começando, mas nada de grave está em curso. Isso pode lhe dar a tranquilidade para esperar um pouco e ver como evolui. Também sugiro que eleja um pediatra em quem confia, para evitar ficar ouvindo opiniões de vários médicos. Em geral isso traz mais insegurança e confusão do que conforto e tranquilidade.

  11. Muito obrigada pela resposta Dr. Roberto, ela dormiu bem essa noite.. nem precisei dar o sorine e a febre abaixou.. Obrigada mesmo!

  12. Dr. Cooper, já ouvi sua opinião sobre o sono de minha filha. Pois é, quase sete meses e, durante o dia, quando está comigo (com a babá que vem de manhã dorme no carrinho), só dorme no colo ou no braço. A minha licença acabou, estou em férias e, em breve, volto ao trabalho. Ela vai para a escolinha. Assim, o sono dela continua me tirando o sono 🙂 Fico angustiada de parecer não estar fazendo nada para ajudá-la a dormir sem a minha presença. Bom, mas houve alguma melhora desde o seu conselho, assim vou confiar no que o senhor disse, de que as crianças tem uma grande capacidade de adaptação. Depois conto como tudo isso se desenvolveu. Um abraço.

  13. Ola Doutor, minha filha de 4 meses e meio começou a chorar bastante quando começa a ter sono e no final da tarde chora muito que geralmente é quando ela esta para ter o sono mais pesado. Durante a tarde ela tira sonecas curtas e as vezes nem dome. Não sei o que pode estar acontecendo. A proposito minha bebe não pega bico nem mamadeira. Poderia me auxiliar? não sei o que devo fazer.

    • Prezada Anelise,
      Como o blog não substitui uma consulta, temo que a ajuda que possa lhe dar será pequena. Um bebê chora por alguns motivos e, nem sempre, conseguimos concluir qual é o principal para aquele determinado choro. É preciso explorar a percepção da mãe, procurando esclarecer detalhes do que ocorre, como ocorre, quando ocorre etc. Além disso, é importante compreender a dinâmica da família toda. Por esse motivo, me parece que quem pode lhe ajudar mais é o seu pediatra.
      Quanto ao bico, se a sua filha não o pega, não há grande problema. Aos 4 meses, suponho que ainda mame ao seio, exclusivamente. Neste caso, não teria necessidade de mamadeira. Mas, pode ser que você esteja se preparando para voltar a trabalhar. Neste caso, seu pediatra poderá lhe sugerir a introdução de outros alimentos, com a colher, durante a sua ausência ou até o leite artificial dado em copo (copos são usados para prematuros!).

  14. Obrigada pelo retorno Doutor. Vou conversar com o pediatra sobre essa situação para ver o que posso fazer. O estranho é que a nossa rotina diária é a mesma e costumamos ficar em casa. O que fazemos bastante é ver televisão durante a manha e em alguns horários no inicio da tarde e depois procuro não deixar o som da tv para evitar que ela possa se agitar ainda mais. A sensação que tenho é que ela não quer dormir quando o sono vem, como se ela resistisse ao sono. E começou a fazer isso agora pelos 4 meses… Não sei se a televisão talvez possa estar causando algum problema, estimulando demais…será?

  15. Dr. Roberto:
    Adorei este post. Pelo que tenho conversado com amigas com bebês pequenos, o sono é um dos assuntos que mais nos preocupam.
    O pior é que, na ânsia de fazermos tudo certo, corremos o risco de acreditar nestes manuais malucos que oferecem técnicas supostamente “milagrosas”. Interessante você comentar sobre seguir o instinto de pais e seguir nosso coração.
    Quando li o livro da tal “Encantadora de bebês” fiquei meio cética. Achei tudo muito “militar”, uma disciplina exagerada pra um bebê. Meu coração falou mais alto e achei que era demais submeter o Henrique àquele abandono e deixá-lo chorando. Afinal, nem nós adultos conseguimos nos disciplinar tanto pra dormir. Segui meu instinto e não tentei seguir as regras dela.
    Abraços

    • Lorelai,
      Fico muito feliz que tenha seguido seu instinto. Toda regra é artificial porque são concebidas como aplicáveis a todos.O instinto ou a emoção são individualizados, pessoais, únicos para cada pessoa. Por isso funcionam melhor. Uma regra sobre gente não pode funcionar poque cada um de nós é único! Obrigado por seu comentário. Certamente vai ajudar outros pais a seguirem seus instintos (e fugirem de regras).

  16. Ola Dr. Gostei muito deste post… Meu filho tem 4 anos e meio e nunca foi uma criança que dormisse bem.. nao sei mais o que fazer… o pediatra dele é contra calmante como o calmim… mas acabei comprando por conta faz 10 dias e ele esta dormindo a noite inteira…. ele nao dorme de dia e tem o sono muito agitado… acorda varias vezes a noite… nessa idade ele ja pode ter insonia??? me de algumas dicas por favor… obrigada… Priscilla

    • Priscilla,
      Como o blog não substitui uma consulta médica, seria irresponsabilidade minha opinar especificamente sobre o seu filho. Recomendo que converse francamente com o seu pediatra. Em tese, uma criança de 4 anos pode dormir com alguma agitação, sem que seja algo grave. No entanto, é importante descartar se existe alguma obstrução mecânica que impeça a criança de respirar bem (adenóides aumentadas). Também seria importante uma conversa sobre o ambiente familiar e escolar. O pediatra, conversando com a mãe, deve ser capaz de entender melhor a dinâmica que ocorre em torno da criança. Existem medos ou receios, normais, que podem impedir uma criança de dormir tranquila. Existem situação que podem necessitar da ajuda de um psicólogo. Também existem situações, mais raras, em que está indicado um estudo do sono em laboratório especializado (polissonografia). O que eu recomendo a você é que tenha a conversa franca sugerida e veja se o seu pediatra acha necessário algum tipo de investigação.

  17. Ola Dr.
    Acostumei minha bebe a dormir no peito, ate os 4 meses ela acordava de 3 em 3 horas para mamar, tinha dias que ela dormia das 23;00 ate as 07:00, mas depois dos 4 meses ela passou a acordar a noite inteira a cada 1 a 2 horas e esta cada dia pior, agora ela esta com 7 meses e vou voltar a trabalhar, como ela vai dormir sem o peito, o que eu faço!!!

    • Prezada Ana Carolina,
      Você está de parabéns por ter dado de mamar à sua filha até a idade de 7 meses. Agora, ela certamente já come uma fruta e duas papinhas salgadas por dia, precisando de menos leite do que quando era bebê. Também, aos 7 meses, sua filha tem mais capacidade de se adaptar às mudanças, como essa de você voltar a trabalhar. Talvez ela ache estranho nos primeiros dias, passando a dormir mais tempo, a seguir. Ou, pode ser que uma mamadeira a ajude a voltar a dormir.
      Tente relaxar. Vocês duas encontrarão uma solução para esta situação.

      • Ola Dr.
        Ela ja come sim, mas para dormir ela esta acostumada no peito, tentei dar mamadeira mas ela não aceita, tanto que liquidos eu dou no copinho para ela. Acho que é pior para a mãe fazer essa transição do que para a filha.
        Obrigada pela ajuda.

  18. Dr. Cooper, estou, mais uma vez, para dizer que, de fato, as coisas vão tomando seu rumo. Minha filha que só dormia no colo, agora fica na caminha ou no carrinho. Claro que tem suas recaída, mas aí eu também aproveito 🙂

  19. Dr. Concordo muito com seus métodos li vários livros e me achava louca por nao aceitar os condicionamentos, tento seguir meus instintos e confesso que por ser uma mãe de primeira viagem ja passei por momentos desesperadores, onde meu bebe de 4 meses jorar e eu fazer de tudo e nao parar e tudo indicar a tal manha entrei em pânico e chorei junto sorte que estávamos sozinhos me recompus e comecei tudo de novo deu certo ele estava irritado e eu com sono nos entendemos acho ate que nos aproximamos naquele dia. Minha duvida e ele ta limpo, mamado, sem dor e esta chorando se pego ele para mais nao basta pegar tem que andar mostrar coisas, tv, sons e ate sair de casa pra distrai-lo e o choro passar, e normal? Ou estou mimando meu bebe . Renata Pasini

    • Prezada Renata,
      Impossível mimar um bebê de 4 meses. Siga o seu coração que vai dar tudo certo. Bebês choram sem motivo aparente, exigindo, dos pais, paciência, perseverança e muita criatividade (mostrar coisas, andar na rua, como você faz).

  20. Boa noite Dr. Cooper.

    Leio o seu blog do outro lado do Atlântico e não posso deixar de lhe dar os parabéns pela abordagem humanista que tem sobre os assuntos dos mais pequeninos.

    O meu filho (mãe pela primeira vez) tem 7 meses e de há umas semanas a esta aparte acordou 3 vezes a chorar compulsivamente e não acalma com facilidade. Não acorda, não abre os olhos, mas o choro é de tal forma compulsivo que me parece que o estão a magoar.
    Durante o dia tem grande resistência à sesta e só está sossegado no meu colo.
    Já procurei sinais de otites, amigdalites, febre e… nada! Os dentitos já andam a ameaçar romper há 2 meses e… nada!
    Sinto-me confusa entre deixa-lo choramingar no parque enquanto eu lavo a loiça e arrumo a casa ou pegar nele ao colo. Como qualquer mãe, parte-me o coração ouvi-lo chorar.
    Será ansiedade da separação? Mas eu passo o dia inteiro com ele! Serão terrores noturnos?

    Será que me pode dar uma luz?

    Muito obrigada e um forte abraço deste lado do mundo!

    Marta Pinto

    • Prezada Marta,
      Obrigado por seu comentário gentil. Fico lisonjeado ao saber que tenho uma leitor do outro lado do Atlântico. Me parece que seu filho está numa fase onde pode estar com alguma ansiedade de separação. O sono, nesta fase, representa a perda total do controle e pode ser ameaçador. Não raro as crianças resistem muito para dormir. Também deve temer que você “desapareça”. Chorar à noite faz com que você “apareça”! Não é impossível que também tenha sonhos/pesadelos. O terror noturno é um pouco diferente porque a criança abre os olhos, parece acordada, muito assustada, sem compreender o que lhe dizemos. Me parece que tem um filho saudável e você é uma mãe amorosa. Basta seguir seu coração e fazer o que ele mandar! Se você tiver alguma dúvida quanto à saúde do seu filho, sugiro que converse com o pediatra.

  21. É muito fácil pessoas criticarem quando se tem bebês que dormem a noite toda desde novinhos. Minha filha vai completar 11 meses e desde RN acorda a cada 2 horas, no máximo. Já li várias coisas sim, mas nunca tentei por em prática esses métodos, pois tenho dó de deixá-la chorando, já que na maioria dos casos essa é a solução apresentada à nós pais, mas a pergunta é: quando ela vai organizar sua rotina de sono e dormir? Já faço tudo o que o sr. apresentou como rotina para ela identificar a hora do soninho, mas não adianta, quando coloco-a no berço, no máximo 1h depois acorda chorando e não tenho o que fazer a não ser oferecer o peito para se acalmar e voltar a dormir. Só que isso se repete madrugada a dentro, acordando a cada 2 horas. Podem falar que eu não estava preparada para a maternidade, que ter filhos é negar a própria vida, o próprio sono e cansaço, mas isso nada mais é que um relato de uma mãe que ama muito sua filha, mas está cansada, muito cansada, que não tem mais do que 1h e meia de sono direto à 11 meses. Joguem as pedras, mas quem está na mesma situação que eu, pode não ter coragem de se expressar, mas sabe do que estou falando.

    • Prezada Ana Paula,
      Muito obrigado por seu comentário franco e corajoso. Tenho certeza de que o seu relato é o mesmo de muitas mães que não ousam comentar suas dificuldades, por medo de uma certa “pressão social pela perfeição materna”. Não existe perfeição materna, nem os nossos filhos precisam de mães perfeitas. Precisam de mães, como você, amorosas, humanas, suficientemente boas.
      Quanto à sua dificuldade específica, como o blog não substitui uma consulta, recomendo que fale com seu pediatra. Ele é a melhor pessoa para conversar com você sobre sua filha, você, a família, a casa, a dinâmica ou contexto onde a crianças está inserida. Não me parece ser uma situação onde você deva “deixar como está, para ver como fica”. Porque não creio em regras que resolvem tudo para todos é que estou sugerindo essa conversa franca e um pouco mais longa, com seu pediatra.

      • Muito obrigada pelas palavras de conforto… a maternidade não é fácil para todas e a pressão social realmente nos deixam mais neuróticas ainda, pensando sempre que não somos boas mães ou que não fazemos o suficiente!
        Quem dera se tivéssemos médicos assim, como o sr., que se preocupam com o bem estar de todos, infelizmente quando comentei com a pediatra da minha filha sobre o que acontece, ela me disse que o que ela sentia não era fome e sim só queria ficar no peito e se eu quisesse acabar com isso era pra deixá-la chorar! Triste realidade, não é mesmo? Vou em busca de uma alternativa ao que os livros pregam e é exatamente o mesmo que ouço do profissional.
        Então, vou levando, na esperança que meu amor de mãe supere o cansaço e um dia consigamos resolver essa situação!
        Muito obrigada e parabéns pelo blog, estarei acompanhando.

      • Ana Paula,
        É preciso que a sociedade entenda e assuma como dela, a questão da maternidade, em tempos onde a mulher também trabalha. Não pode ser um problema individual, da mulher.
        Obrigado por participar do blog, contribuindo com seus pontos de vista e vivências. Espero que siga seu coração e não pediatras e livros! Vai dar mais certo!

  22. Prezado,

    Minha bebê tem 2 meses e dorme cerca de 9-10h por noite, o que considero ótimo. No entanto, ela adormece pouco após o anoitecer, por volta das 19h, o que faz com que ela desperte entre 3:30h as 4:00h. Já tentei atrasar o horário dela dormir, acordá-la durante as mamadas (as 21h e 0h) mas nada funcionou. Gostaria que ela dormisse até as 6h, o que o doutor me aconselha? Obrigada, Marcelle

    • Prezada Marcelle,
      Sua bebê tem o ritmo dela. Para um bebê de dois meses, lhe dar 9 a 10h de sono por noite é uma raridade. Nem acho que deva interferir no ritmo dela, considerando sua idade. Acho melhor você se adequar ao ritmo dela. Seria o melhor para ela.

      • Querido Doutor,

        Suas palavras confirmaram minha intuiçao, por mais cansativo que seja vou aceitar que o melhor agora é acompanhá-la.

        Obrigada
        Marcelle

  23. Boa tarde Doutor… Estou com um dilema e não sei mais o que fazer…
    Tenho uma menina que vai fazer 3 meses. E ela não dorme durante o dia. Chega a ficar mais de 8 horas direto sem dormir, sem nem se quer um cochilo. A noite ela já chegou a dormir seis horas direto. Mas dura 2 ou 3 dias no máximo, logo já volta a ficar acordando a cada 2 ou 3 horas, o que é normal, mas as vezes ela acorda e as vezes dorme bem. Ela passa o dia todo irritada, chora de sono, coça os olhos boceja, mas não consegue dormir. As vezes com muita luta consigo fazer ela cochilar no meu colo, mas no máximo meia hora. E é uma luta! Mesmo morrendo de sono ela se nega! Checo tudo: fome (ela mama exclusivamente no peito e ganha peso muito bem), dor (sei que as vezes são gazes, pois ela mama chorando, brigando com o peito, se encolhendo e solta gases) mas nem sempre, frio, calor, estímulo, brincadeiras. Urina o exame deu tudo bem também.Roupa ou algo incomodando. Suspeita de refluxo (ela tem, mas como esta engordando, esta bem). Suspeita de alergia a leite de vaca (exame negativo para sangue nas vezes, nenhuma mancha, inchaço, ou problema respiratório. Já cortei quase tudo da minha alimentação para ver se melhora: leite, derivados, feijão, brócolis, ovos… E amamentar da muita fome!!! Sei que gases e cólicas são passageiras, Mas porque ela não dorme? Um cochilo em paz? Chora, chora, chora, fica irritada! Ela pode ter cólica ou desconforto na barriga o dia todo? Eu choro junto! Já passei em 4 pediatras e nada!! De uns dias pra cá está pior, porque chega 5hs ela acorda e não dorme mais! As vezes acho que é colo, mas mesmo no colo ela chora! Se irrita, boceja…Me falaram para eu colocar ela para dormir logo que ela começa a bocejar, coisa de uma hora e meia depois que ela acorda, faço tudo isso, observo sinais de cansaço, mas mesmo assim nada! Sempre que ela que o peito eu dou..As vezes acho que a noite ela acaba dormindo de exausta. Já criei uma rotina, banho, apagar a luz, mamar. Por isso acredito que ela fica mais acordada de dia do que a noite. Já me falaram de pico de crescimento, crise dos três meses (mas ela é assim desde 1 mês e meio). Não sei mais o que fazer, o que pensar e como agir. Não consigo comer direito, não consigo fazer os afazeres de casa, não consigo dar atenção para minha outra filha de sete anos ( que aliás tinha cólica mas tirava a cesta durante o dia). Estou depressiva, angustiada, me sentindo inútil… Preciso de ajuda…

    • Prezada Aline,
      Sei que se sente confusa, angustiada e frustrada. Você não está sozinha. Muitas mães sentem o mesmo, mas, não se sentem seguras para expor esses sentimentos, como você fez. A pressão para que toda mulher seja uma mãe perfeita, é enorme. Não existem mães perfeitas, nem os bebê precisam de perfeição no cuidar. Só precisam de mães suficientemente boas. Mães que segurem seus bebês no colo com muito carinho e cuidem para que as coisas em volta estejam bem (luz, temperatura, barulho).
      Quanto ao que fazer com relação à sua filha e o sono dela, fica difícil falar porque, apesar do seu relato detalhado, o blog não substitui uma consulta. Me pareceu que sua filha está crescendo e ganhando peso, normalmente. Isso é um dado importantíssimo. Crianças com qualquer tipo de problema, não ganham peso e crescem dentro da normalidade. É um motivo objetivo para você se convencer de que o que está fazendo por sua filha, está funcionando bem. Talvez o que a sua filha precise é que você relaxe um pouco, se preocupando menos com o ritmo do sono dela (que na idade dela pode ser nenhum ou completamente variável) e percebendo como ela está bem e saudável. O ideal é que encontre um pediatra que lhe dê apoio para que possa praticar esse relaxamento. Se passou por quatro pediatras é porque nenhum lhe inspirou confiança ou deu espaço para falar um pouco mais sobre seus sentimentos e a o sono da sua filha. Espero que entenda a limitação do blog e que esta curta resposta, ao menos a ajude a perceber que tem uma filha saudável que tem lá o ritmo dela. Relaxe um pouco que é bem provável que sua filha perceba e relaxe junto.

      • Muitissimo obrigada Doutor! Realmente esta dificil encontrar um pediatra que me passe essa tranquilidade e segurança. Mas o senhor ja conseguiu me tranquilizar e muito! Rezo para encontrar um profissional tão competente quanto o senhor para levar minha filha. Mais uma vez muitissimo obrigada, e meus parabéns pela atenção a todas nós mamãe, e pelo maravilhoso blog. Deus o abençoe!

  24. Minha filha tem 2 anos e 4 meses, há um mês anda acordando na madrugada, chorando e me chamando. Quer dormir no meu colo, quando a coloco no berço é aquele choro… Meu marido vai pega-la, ela não quer só chora me chamando… Não sei mais o que fazer, fico com ela no quarto, até ela dormir, tento não pega-la no colo, mas as vezes pego um pouquinho para acalmar, e a coloco novamente no berço. Já pesquisei no google, mas gostaria de uma opinião do Doutor…
    Obrigada.

    Cristiane Alves.

    • Prezada Cristiana,
      Como o blog não substitui uma consulta, seria irresponsabilidade minha opinar sobre uma criança que não conheço a história detalhada, tanto da criança, quanto do seu ambiente e contexto. Mas, posso lhe dizer que crianças de 2 anos podem ter pesadelos e acordar chorando. Além de pesadelos, podem ter o que se chama medo da separação. Acordam, não veem os pais e choram porque “sumiram”. O importante é acolher esses momentos, como você parece estar fazendo. Não há necessidade de superproteger (o que, pelo seu relato você não fez), nem de deixar chorar até que pare. É preciso ir dosando a presença de acordo com a necessidade de criança e sensibilidade dos pais.

  25. Ola!minha bb tem 5 meses e so dorme no colo e embalada de dia e a noite. Não chupa chupeta. como ela está mto pesada(8,3kg) está mto dificil fazê-la dormir e ela não consegue pegar no sono sozinha. Assim tenho q embalar nas sonecas do dia tambem. Além disso à noite é uma luta, porque dorme no colo e ponho no berço e acorda. Tenho q fazer o movimento de retirar do berço e ninar novamente muitas vezes, está super exaustivo e me preocupo se esse hábito também traz prejuízos para o desenvolvimento dela. Qualquer ajuda será mto bem vinda! Parabéns pelo blog! Um abraço.Juliana

    • Juliana,
      Como não existem regras, sugiro que use sua criatividade. Que tal tentar embalar sua filha no carrinho, andando ou balançando para lá e para cá? Ou então se sentar em uma cadeira de balanço? Ou ver se consegue um berço que balance? Só posso lhe assegurar que o seu colo e carinho, nesta idade, são altamente benéficos para o desenvolvimento dela.
      Finalmente, pode tentar estratégias de, progressivamente, ir embalando ela já deitada no berço. Sucesso!
      Obrigado por participar do blog.

  26. Dr Roberto
    Meu filho já tem 1 ano e 2 meses. Nunca dormiu uma noite inteira. Acorda muito a noite. No mínimo umas 3 vezes. Já come de tudo e não mama mais no peito. Toma nan soy porque o leite de vaca os as outras formulas com lactose dão muita gases nele. Come os derivados de leite todos e nenhum faz mal. Fez o teste sangüíneo para saber se tinha alergia e deu negativo tanto o IGE e o rast.
    O meu grande problema e o sono
    Faço a rotina do sono mais não adianta nada
    Me ajude por favor
    Obrigada

    • Prezada Priscila,
      O sono, em crianças da idade do seu filho tem grandes variações e sofre influências múltiplas. Seria importante uma conversa sua com o seu pediatra para que ele possa lhe orientar. Como o blog não substitui uma consulta, seria irresponsabilidade minha opinar sobre o sono do seu filho, sem conhecer, em profunidade, o contexto familiar e outros detalhes importantes. Por isso a minha sugestão de uma conversa com seu pediatra.

  27. olá doutor, tenho uma filhinha que está com 9 meses e está com problemas para dormir, seja durante o dia ou noite. Quando o sono aparece ela chora muito e resiste até onde consegue para dormir. E mesmo dando banho ela faz a mesma coisa. Pra piorar ela começa a se jogar para trás e bater com a cabecinha quando está no carrinho e o sono chega. E se está mamando começa a mexer os bracinhos ou levantar as perninhas e muitas vezes interrompe as mamadas e senta. Nao sei o que fazer mais. Ja levei em algumas consultas médicas que sugeriram colocar musica relaxante para dormir, mas nao adianta com ela. Parece que dói para dormir. Me sinto mal por nao saber o que fazer mais. Poderia me auxiliar?

    • Prezada Anelise,
      Gostaria muito de poder lhe ajudar. No entanto, o blog não substitui uma consulta. Seria muito importante que o relato que me fez fosse esmiuçado. Cada detalhe pode ser importante. Por esse motivo, sugiro que pergunte ao seu pediatra quando ele teria disponibilidade para uma conversa um pouco mais longa. Espero que compreenda esta limitação do blog.

  28. Olá, Dr. Cooper!

    Minha Marina completou 5 meses no último dia 12 e desde então, começamos a fazer a transição do berço em nosso quarto para o berço do quarto dela. As noites têm sido de alternância entre a tranquilidade de uma única despertada noturna com sono reiniciado após colocação da chupeta e noites com 2 ou 3 despertares onde a nossa bebê só volta a dormir após ser ninada em meus braços. Naturalmente, essas últimas noites me esgotam e me colocam em dúvida sobre o que estamos fazendo. Gostaria muito da sua orientação. Obrigada, Marcelle

    • Marcelle,
      Como o blog não substitui uma consulta, sugiro que converse com seu pediatra. No entanto, pelo que descreve, está havendo uma transição perfeitamente normal. Isto é, alguns dias mais tranquilos e outros menos, sempre com um cansaço brutal dos pais. Mas, da forma como descreveu, estão seguindo o seu coração e fazendo tudo que deve ser feito. Não vejo motivos para duvidas, só para parabéns!

      • Prezado Dr.Cooper,

        Suas palavras são um presente de Ano Novo. Estamos seguindo nosso coração e empenhados em ser os melhores pais para a Marina.

        Grande abraço,
        Marcelle

  29. Boa noite, doutor. Minha filha tem tido sono agitado e tem apresentado um pigarro, como se quisesse expelir algo. Pode ser resfriado ? Ela nasceu prematura com 36 semanas e 05 dias e está com 22 dias, o senhor aconselha deixa-la dormir sozinha no berço ou é melhor ela dormir no carrinho em nosso quarto ? O que o senhor recomenda livre demanda ou acordar o bebê para mamar de 03 em 03 horas?

    • Prezado Marcelo,
      Como o blog não substitui uma consulta, sugiro que procure seu pediatra para que este lhe oriente. Em tese, é pouco provável que um bebê de 22 dias esteja com resfriado. Somente o pediatra, após examiná-la poderá lhe confirmar isso.
      Quanto à amamentação, a recomendação é de livre demanda. Nos casos dos bebês prematuros, caso não peçam para mamar, devem ser acordados com 5 horas de intervalo da última mamada. Não há motivo para que sua filha não durma sozinha no seu berço.

  30. Continuando: o sono inquieto, agitado, quer dizer alguma coisa? A minha filha dormia tranquilo depois que mamava, mas de 2 ou 3 dias para cá ela tem apresentado dificuldade de dormir após as mamadas e quando deitada no berço ela fica agitando as perninhas e bracinhos quase sem parar e de quando em quando chora um pouquinho, choro este que logo passa, mas a agitação não. Cada vez que que ela dá esse chorinho eu e minha esposa acordamos preocupados, sendo assim a gente não consegue dormir há dias. É motivo para adiantar a consulta do pediatra ? Fico com medo de ser algo mais sério e eu não estar percebendo. Grato pelas orientações. Obrigado. Marcelo

    • Marcelo,
      Bebês pequenos variam o seu comportamento, a cada dia. Não há um padrão. Mas, se estão preocupados, sugiro que antecipem a consulta com o pediatra. O pediatra é a melhor pessoa para lhes orientar e tranquilizar.

  31. Dr. Minha BB tem quase 3 meses e algumas vezes, quando está quase despertando do sono, ela se contorce e toma “sustos” abrindo os braços como quem tivesse caindo, fica agitada e se movimentando muito, acho estranho. Isso pode indicar algo errado?

    • Prezada Eliana,
      Como o blog não substitui uma consulta, seria irresponsabilidade minha opinar especificamente sobre a sua filha. Sugiro que fale com o seu pediatra.Ele é a melhor pessoa para lhe orientar e tranquilizar. Sem falar especificamente da sua filha, bebês pequenos, possuem um reflexo de abrir os braços e fazer um movimento como se estivessem abraçando algo. Bebês pequenos também se movimentam, mexendo as pernas, se contorcendo, sem que isso represente algo errado. Mas, somente o seu pediatra poderá lhe falar sobre a sua filha.

  32. Amei as informações seçõemtd end deixar o filho chorando sou mãe de primeira viajem e todos dão palpite que não é para dar mama de madrugada mas não tem com meu filho com 3meses mama muito e acorda sim de madrugada 3h e 6h ele dorme no máximo cinco horas de madrugada direto depois acorda nas respectivas horas e por último acorda 9aí ele quer brincar trocar frald emfim cuidar dele só tem uma coisa que me preocupo esse mês ele está vim para dormir durante o dia e fica nervoso por isso . No máximo dorme meia hora o que faço ? Ele fica com olhos vermelhos e irritado faço de tudo canto balanço nino e nada dorme pelo cansaço mesmo tem dias que nem mama direito porque está com sono ! Me ajuda por favor

    • Prezada Andressa,
      Parabéns por seguir seu coração na hora de decidir como cuidar do seu filho. Com relação à sua pergunta específica, como o blog não substitui uma consulta, seria irresponsabilidade minha opinar, sem conhecer mais detalhes e examinar o seu filho. Por esse motivo, sugiro que converse com o seu pediatra. Ele é a melhor pessoa para lhe tranquilizar e orientar. Obrigado por participar do blog.

  33. Dr. , meu BB está com 4 meses e 11 dias e, desde o nascimento, nunca conseguiu cair no sono sozinho. Só dorme se for beeem balançado e olhe la! E se não estiver todo enroladinho, pode esquecer (até mesmo no calor)! Ele tem ficado muito nervoso à noite, até quando ninamos ele, correndo a são Silvestre dentro de casa, é um custo… Fora isso, ele eh um amor de BB, alegre, ativo, nunca deu nem febre…
    Ja tentei implantar rotina, ficar com ele ao lado do berço, mas ele chora demais!! O q devo fazer para q ele possa pegar no sono por si só?
    Obrigada!

    • Prezada Alini,
      Talvez o seu bebê ainda não esteja preparado para pegar no sono sozinho. Só tem 4 meses e essa é uma idade onde o colo, o contato com a mãe e o pai, tem muita importância. Você ouvirá histórias de bebês que dormem sozinhos e eu lembro a você que cada bebê é único, com necessidades e características próprias. Como o blog não substitui uma consulta, recomendo que converse com seu pediatra. Ele é a melhor pessoa para lhe orientar. Mas, do meu ponto de vista, sem conhecer o seu bebê, que é saudável pelo que descreveu, diria que você ainda vai correr algumas São Silverstre!

      • OK, doutor! Fico mais tranquila em saber que isso se deve ao fato de ele ser ainda muito novinho. Como não tenho tido tempo de ir à academia, é até um bom exercício! Rsrsrs
        Obrigada pela atenção!
        Abraços!

  34. Olá Dr Roberto!
    Mais uma vez venho pedir sua ajuda… Tenho uma filha, a Ana Carolina, ela tem 2 anos e 3 meses e já está bem crescidinha para entender muita coisa, porém é meio teimosa e não quer dormir na sua cama… deixamos ela na nossa cama até adormecer e levamos em seguida para o berço no seu próprio quarto que fica do lado do nosso, porém sempre se acorda no meio da noite e acaba voltando para nossa cama, mas isso acaba interferindo muito na qualidade de nosso sono e de nossa vida intima… como poderíamos convencer a Ana a dormir em sua cama e como poderíamos garantir uma qualidade melhor para seu sono??? Me ajude por favor estamos desesperados!

  35. Boa noite. Tenho 2 filhas , uma de 3 e outra de 5 anos.São bem tranquilas.Nossa dúvida é até que idade ficar no quarto com elas .Ficamos até que durmam mas começamos perceber que estão demorando mais para dormir , querendo mais e mais atenção .Estão na idade ainda de ficar com elas até dormir ou é suficiente a nossa rotina ; rezarmos juntos e contar uma estorinha?

    • Prezada Adriana,
      Não há regra, nem conhecimento científico para responder à sua pergunta. Sugiro que façam de acordo com o que sentem (emoção) e que lhes pareça razoável. Dificilmente tomarão decisões “erradas”.

      • Olá DR.

        Sou mãe de dois meninos. Um de 4anos e de um bebé com 1mes e meio.

        Sou da opinião de que, mãe que é mãe, tem que fazer o que o instinto maternal, o nosso coração diz para fazer.
        Hoje em dia há uma grande tendência de basearem tudo o que está certo em estudos científicos. Quem é que me diz e porquê que o fato de eu adormecer o meu bebé com um mês, no meu peito a ouvir o meu bater do coração, está errado ? A criança que é obrigada a adormecer sozinha com um mês será mais ou melhor do que a minha? Sou da opinião de que temos que dar muito mimo. E há coisas que nenhuma técnica, nenhum aparelho, nenhum brinquedo ou treinamento substituem…como o colo duma mãe! Da trabalho sim, muito cansativo levantar a cada choro do bebé. Mas não há nada mais feliz e que aquece o meu coração como pegar no meu filho a chorar e passando uns momentos ele se acalma e sabe que é a mamã dele que está ali para ele. Fiz o mm com o meu filho de 4anos…e hoje em dia toda a gente me dá os parabéns pela criança meiga e carinhosa que ele é. Mimado sim e muito mas não mal educado ou com algum outro aspecto negativo por ter sempre muito colo da mamã ou por o adormecer no colo. Hoje aos 4 anos vai para a cama sozinho e passados 5minutos cai que nem uma pedra na cama. Algumas vezes por estar carente quer dormir comigo mas se lhe digo que não também percebe. Enfim acho que se devia deixar um bocadinho de parte os estudos e as técnicas e os pais perceberem que ser mãe ou pai é tudo coração!

        Obrigada

      • Prezada Catarina,
        Obrigado por seu comentário, perfeito! Concordo plenamente com você porque carinho e amor nunca “estragam” uma pessoa. Para um bebê, carinho e amor será o colo, aconchego, constante. Para uma criança maior, o carinho e amor poderão vir em diversos “formatos”. Um deles será a introdução do limite e a tolerância à frustração. Eu diria que devemos deixar os estudos para os profisionais (médicos, psicólogos, nutricionistas, enfermeiros, fonoaudiólogos, fisioterapeutas etc.). Os pais devem seguir seu coração e os seus conhecimentos transmitidos pela cultura e valores familiares.
        Parabéns por sua ousadia em um mundo tão regulado por manuais e livros!

  36. Boa Noite,

    minha filha esta fazendo 3 meses hoje.
    No início, como tinha muita cólica ela acostumou a estar sempre no colo, nao tinha coragem de deixá-la no berço chorando…
    Hoje ela não dorme nem no colo!!! É um sacrifício conseguir faze-la dormir… ela chora tanto e tao forte que coloco tampao nos ouvidos, pq doi muito… e na maioria das vezes dorme de exaustao de tanto chorar…
    Quando percebo os sinais de sono dela, eu a pego no colo, canto uma canção e quando esta sonolenta tento colocar no berço e la vem o chororo… Ou percebo os sinais e quando coloco no colo ela ja começa a chorar…hoje por exemplo foram 1h30min pra faze-la dormir…e dormiu de novo de exaustao..
    nao sei mais o que fazer, como fazer… =(

    • Prezada Camila,
      A situação que você descreve é mais frequente do que você possa imaginar. Infelizmente não existe, ou eu não conheço, uma solução ou dica fácil, rápida, aplicável a todas as crianças. Por esse motivo, desconfio muito de dicas e livros com “receitas”. Cada criança é única e seu contexto familiar também. Eu recomendo que você converse com seu pediatra, de uma forma franca e aberta. Até que isso ocorra, não se cobre tanto. Não é preciso ser uma mãe perfeita. Winnicott, um ex-pediatra que se tornou um excelente psicanalista (inglês), dizia que bebês precisam de mães suficientemente boas! Isso é bem longe da perfeição. Sucesso!

  37. Minha filha completou 2 anos na segunda dia 02-02 e sempre dormiu muito bem, dormia a noite toda e acordava depois das 9 horas, viajamos nas férias e depois disso o sono mudou, na nossa casa o quarto é muito escuro então ela não percebia quando amanhecia, na praia logo que clareava o dia ela acordava e vinha para nossa cama, quando voltamos para casa ela voltou muito estranha, a noite perto das 22:00 hs ela mama e dorme logo, coloco ela no berço e parece que esta com sono bem profundo, quando chega perto das 2 horas ela acorda e quer ir para nossa cama, e fica com sono muuuiiittto agitado, não consigo colocar ela novamente no berço, ela se vira muito na cama a madrugada toda, o sono fica muito superficial, acorda o tempo todo e tenho que ficar puxando ela pelo pé para não cair, ela acaba não descansando o suficiente e nos últimos dias ela nem tem dormido o soninho da tarde, o que pode estar acontecendo? o que posso fazer???

    • Prezada Marilia,
      Como o blog não substitui uma consulta, seria irresponsabilidade minha opinar sobre a sua filha. O ideal é que fale com o pediatra que não só conhece a sua filha, como o contexto familiar. Se esta conversa não for satisfatória, pode pensar em conversar com um psicólogo. De um modo geral, sem falar especificamente da sua filha, crianças passam por fases, nem sempre explicáveis. O que os pais podem fazer, sempre, é oferecer apoio e acolhimento.

  38. Ola Dr. Li e adorei se blog e também sou contra deixar um bebe chorando para aprender a dormir. Mas enfim quero te pedir uma ajuda minha bebê tem 9 meses e ultimamente ela esta enjoando muito para dormir e quando consigo por ela para dormir ela fica tipo levando sustos sabe e eu to preocupada e da para perceber que ela esta com muito sono mas parece que tem algo que atrapalha.será se devo me preocupar?

    • Prezada Bruna,
      Como o blog não substitui uma consulta, sugiro que converse com o pediatra. De um modo geral, crianças entre 8 e 10 meses mudam seu padrão de sono porque passam a ter uma certa “angústia da separação”. Já entendem que o sono é perder o controle do que está se passando e brigam para não dormir. Quando dormem, acordam com mais frequência, só para se certificar de que os pais estão por perto.

  39. Doutor me ajuda meu filho tem 3 meses e desde quando nasceu e chorão ,o problema dele e que ele chora muito pra durmir ou pra tirar um cochilo ,não sei mas oque fazer,ele me deixa exausta dorme pouco fica muito irritado e quando quer durmir e esse drama um choro por aproximadamente 1 hora e nada faz ele parar eu tenho que andar pela casa toda durante muito tempo até ele durmir me ajudaa e a noite ele acorda de uma em uma hora e ele toma leite artificial por isso sei que não e fome nem com rotina da pra fazer ele durmir dou banho dou mamadeira e ele não dorme e se toda vez que ele for dormir ou cochila eu der banho aja água me ajude com essa situação

    • Prezada Thamiris,
      Entendo sua situação e sugiro que converse de forma franca com o pediatra. Como o blog não substitui uma consulta, seria irresponsabilidade minha, a partir de um breve, ainda que intenso relato, dar sugestões de como deve proceder.

  40. ola Dr. Roberto,
    Tenho um bebê de 3meses e estou prestes a voltar a trabalhar, hoje ele dorme fácil dou banho, mamar e dai é só colocar no berço que ele dorme, vou deixá-lo com minha prima durante o dia, e essa minha prima tem mania de balançar os bebês para dormir, a minha dúvida é a seguinte, se ela balançar ele durante o dia ele vai querer que eu balance a noite? Ou posso ficar tranquila que comigo a noite vai ser diferente?
    Abraços!

    • Prezada Ana Flávia,
      Excelente pergunta e eu não sei a resposta! Você tem duas opções. A primeira, pedir para sua prima não balançar o seu filho. A segunda, ver o que acontece. Só porque ela balança, não significa que você tenha que balançar, nem que, obrigatoriamente, seu bebê vai querer ser balançado. Como não há regras e cada criança vem com seu manual (leu esse post?), aguarde e veja o que acontece. Se lembrar, volte aqui para nos contar.

  41. Dr. Roberto, tenho um filho que está com 2 anos e três meses (João Henrique) e anda acordando todas as noites por volta de 2 horas e dormindo novamente às 5 horas e acordando às 8 horas. Não entendo o que está acontecendo. Tirei a fralda de dia e correu tudo bem. Aí percebi que a fralda estava amanhecendo seca ao acordar. Tirei. Depois começou a fazer xixi na cama todas as noites. Voltei com a fralda. A partir daí começou a acordar todas as madrugadas. Não sei se pode ser isto. A tarde ele dorme de 12:30 às 15:30. Algumas pessoas falam que tenho que reduzir o sono diurno. Mas se faço isto ele fica nervoso a tarde inteira. Será que você pode me ajudar? Não estou aguentando mais acordar todas as madrugadas e ir trabalhar. Márcia

    • Prezada Márcia,
      Infelizmente o blog não substitui uma consulta e como cada situação é única, seria necessário conhecer mais detalhes do seu filho, dos pais, do contexto familiar etc. para poder opinar de forma responsável. Sugiro uma conversa franca com seu pediatra.

  42. Olá dr. Roberto, sei que essas pergunta não substitui o pediatra, porém uma dúvida… Minha bebê tem 3 meses, é APLV, tem refluxo (já medicada) e muitas Cólicas, muitas vzs pela alergia. Sempre foi muito agitada, mas com a dieta parece que está estabilizando. À noite tem dormido normalmente de 11 à 12 horas, o primeiro sono vai de 6h a 7h seguidas, depois de 3/3h. Estou conseguindo fazer uma rotina de sono, onde começo as 19/19:30h dou banho, depois já entro no quarto com a luz apagada, amamento e canto músicas e faço oração. As vzs termina de mamar dormindo mas mesmo assim faço o ritual. Faço arrotar e já coloco no berço. Assim já tem uns 10 dias. Espero que continue.
    Acontece que durante o dia não tira soneca de mais de 45 min. No total não dorme mais de 3h, muito difícil. Não sei se é isso que a deixa irritada, ou se é o fato de eu ficar tentando fazê-la dormir, já que tento não deixa-la mais do que 2h acordada. Não consigo prolongar essas sonecas. E não sei tb se o ideal é deixar dormir no berço ou se durante o dia pode ser no carrinho.
    Não estou sabendo a real necessidade de sono diurno dela e se ela está dormindo muito à noite. Porém não quero acorda-la pois acho judiação já que tem o soninho bem gostoso. O que faço é abrir um pouco a janela qdo já dá 12h que está dormindo.
    Tento seguir meu coração, mas fico com muitas dúvidas. A pediatra disse que nessa fase o sono é assim mesmo… Obrigada antecipadamente. Desculpe pelo texto longo.

    • Prezada Roberta,
      Diria para você não tentar (ainda) estabelecer uma rotina para sua filha de 3 meses. Nesta idade, qualquer rotina será uma imposição ou um “adestramento”. Permita que ela siga o ritmo dela e vocâ a acompanhe. Ofereça a ela muito colo e um ambiente seguro e aconchegante. É o que basta. O resto, deixe que ela te sinalize e você vai junto, seguindo os sinais dela e seu coração. Quando ela estiver com mais meses (6, 7, 8), já terá esboçado uma rotina e você poderá ajudá-la a estabelecer um padrão. Por enquanto, muito carinho, muito colo e poucas regras!

  43. Olá dr.
    Meu filho tem 4 meses e acorda várias vezes a noite, sempre chorando muito forte, chega a parecer grito de desespero, já ficou até rouco, corro para tentar conolar, algumas vezes basta colocar a chupeta e ele volta a dormir outras vezes ele quer comer, preparo o leite (ele não mama no peito)e ele só para de chorar quando dou a mamadeira,eu fico ppreocupada, não sei pq ele acorda gritando desse jeito, e isso acontece de hora em hora,e ele está sempre com os olhosfechados e algumas vezes com os braços abertos tremendo, como s e tivesse assustado com algo. Gostaria de saber se isso é normal, e mesmo que seja como ajudar a ele a dormir melhor a noite. Eu fico com o coração na mmão quando acordo com os gritos dele.

  44. OI meu bebe esta com 5 meses e dormia quasi a noite toda, agora, esta dormindo mas ele se mexe, pasa a noite toda mexendo os braços. a pediatra falou q é normal.
    mas eu no consigo dormir com ele mexendo tempo inteiro sera mesmo assim.
    normal

  45. Bom dia, minh bebê tem 2 meses e dormi muito gostaria de saber se é normal?
    Ela dormi a noite toda acorda apenas uma vê para mamar, mas o mama dela dura em torno de 10 à 15 minutos e ela já dorme, durante o dia é assim também ela mal mama já está dormindo no seio, estou preocupada.Isso é normal?

  46. Dr. Roberto queria muito tirar uma divida.
    Minha filha tem 6 meses. Ela já se alimenta de lapinhas e mama formula. Desde os quatro meses ela anda coçando a gengiva, porém de uma semana pra cá ela não se alimenta direita. Anda muito enjoadinha, quase não esta mamando, aceita apenas duas mamadeiras por dia e quase não come a papinha. Apenas a agua ela aceita bem. Ah ela TB dorme bastante durante o dia e a noite.
    Minha duvida é se a falta de apetite pode ser da gengiva ou devo levar ao pediatra para avaliar ?
    Obrigada

    • Prezada Tamile,
      O Conselho Federal de Medicina proíbe, com razão, que médicos deem consultas pela internet. Por esse motivo, o blog não substitui uma consulta médica. Opinar sobre sua filha, sem conhecê-la ou tê-la examinado, seria uma irresponsabilidade minha. Espero que compreenda esta limitação da internet. Se tem dúvida, leve ao pediatra.

  47. Olá Dr Cooper. Li os comentários e fiquei muito feliz com o carinho que você tem por nós mamães.. bom , enfim, vou falar oque está me deixando encucada.. meu filho tem 4 anos e desde sempre dorme com os olhinhos meio abertos.. gostaria de saber se isso é normal, porque os pediatras falam que crianças dormem assim até 1 ano e meio, meu filho está com 4 , é normal ele continuar dormindo com os olhinhos meio abertos? o pai dele dorme assim as vezes.. isso pode ser uma mania que ele herdou do pai, é normal ele dormir assim??

    desde já agradeço!!

    Ana Paula

    • Prezada Ana Paula,
      Como um blog não substitui uma consulta, seria desejável que seu pediatra fosse informado e lhe orientasse. Se uma criança tem movimentos completos das pálpebras, quando acordado, é mais provável que dormir com os olhos entreabertos seja normal. Mas, seria bom o pediatra lhe responder, inclusive se considera necessária a visita a um oftalmo pediatra para avaliar a lubrificação dos olhos e a necessidade ou não de usar um colírio de lágrimas artificiais na hora de dormir.

  48. Bom dia!

    Achei seu site enquanto buscava explicações (e mesmo técnicas) para me ajudar. Minha filha dormiu bem até os 7 meses, quando tivemos que mudar de cidade e começaram episódios de choros noturnos.Me comportei como considerei certo: acalmava no próprio berço. O problema é que desde então só tem piorado: ela está com 13 meses e sua média agora é acordar umas 6x por noite (já chegou a 13). A pediatra já tentou homeopatia, vermifugo, antialergico nasal e a encaminhou para um neuropediatra (estou aguardando a consulta). Pelo que li não parece ser terror noturno e já não há “tecnica” que não tna seguido (a única que não consegui foi a de deixar chorar sozinha horas). Gostaria muito da sua opinião, pois me identifiquei com sua visão sobre o tema.
    abraços de uma mãe angustiada,

    • Prezada Janaina,
      Obrigado por participar do blog. Entendo seu momento e imagino o quão cansada e angustiada (e até irritada) possa estar. Infelizmente, o blog ou a internet têm a limitação de não substituir uma consulta. Uma questão como essa que você descreve, não pode ser respondida de forma simples. Se pudesse, você já teria encontrado uma solução, considerando o tanto que você já pesquisou, leu e conversou. Seria importante uma conversa onde o pediatra pudesse conhecer sua filha e, tão importante quanto, entender o contexto familiar. Mesmo assim, dificilmente surgiria uma solução “mágica”. O que poderia acontecer seria o início de um processo de conversas que, em algum momento, levariam a um entendimento melhor e resolução da questão. Temo que a visão médica possa ser a de enxergar doença, logo remédios, onde, nem sempre essa é a questão. Espero que entenda a limitação do blog. Sucesso!

      • Entendo e agradeço demais sua atenção! Continuarei acompanhando o blog e dou um retorno quando essa etapa (prefiro considerar assim) estiver concluída. Abraços!

  49. Meu Deus, quanta bondade em forma de médico! Dr. Cooper, fiquei encantada com seu blog, estou acompanhando os tópicos relacionados a sono e apenas queria compartilhar minha experiência com as mamães: meu Pedro Henrique tem 2 anos e acorda todas as noites, pelo menos 1 vez por noite (não é fome, nem fralda, nem frio, nem sede… simplesmente acorda bravo e chorando). Damos carinho, mamadeira, até ele dormir. Hoje, estamos conformados e esperando ele encontrar o ritmo dele. Nunca o deixamos chorar até adormecer, pois não acredito que esse método seja bom, mas por outro lado, não posso negar que, já há 2 anos sem dormir, me sinto acabada! Mas faz parte!

    Vi muito comentários de mamães com bebês de 0 a 4, 5 meses e só posso dizer uma coisa: mamães, nesta idade, os bebês não dormem a noite toda! Isso é ilusão! Eles têm as necessidades deles e nesta idade, tudo o que podemos fazer é supri-las. Eu, nesta fase, ficava enlouquecida com as noites em claro, mas hoje, me acalmei e vamos levando. Tenham muita paciência e evitem a ansiedade.

    Dr. Cooper, que Deus o abençoe muito! Parabéns pelo seu lindo e enriquecedor trabalho junto a nós, mamães.

    • Prezada Ana,
      Obrigado por participar do blog e pelas palavras gentis. Compartilha sua vivência pode ajudar outras mães a se sentirem menos tensas, se cobrarem menos e não sentirem culpa quando não souberem porque os filhos choram ou não dormem.

      • Oi dr. Tudo bem meu filho tem 9 meses e ha duas semanas ele acorda chorando assustado nao abre o olho e eu e o pai tentando o descobrir o que e.nos ajuda por favor.

      • Prezada Jamile,
        O Conselho Federal de Medicina proíbe, com razão, que médicos deem consultas pela internet. Por esse motivo, o blog não substitui uma consulta médica. Opinar sobre seu filho, sem conhecê-lo ou tê-lo examinado, seria uma irresponsabilidade minha. De um modo genérico, bebês em torno dos 8 a 9 meses passam por uma fase que chamamos de “medo da separação”. Isto é, a criança toma consciência de que os pais “desaparecem” (sairam, foram para o quarto etc.). O medo (inconsciente) é de que não voltem (uma separação). É uma fase transitória onde o que os pais podem fazer é reafirmar a sua presença. Não significa que não devam fazer o que farão. Pelo contrário, devem sair, ir para o quarto etc., mas podem dizer que vão e voltam ou, quando a criança chorar, mostrar que estão próximos. Não sei se é o caso do seu filho. O seu pediatra é a melhor pessoa para lhe orientar.

  50. Dr. Cooper, gostaria de saber se é normal uma criança de 2 anos recém completados dormir muito pouco a tarde (entre 50 minutos e 1 hora/dia). Meu filho dorme apenas isso e pega no sono com muita dificuldade. Tenho receio que isso possa, de alguma forma, atrapalhar em seu desenvolvimento. À noite ele dorme até 10 horas seguidas, mas algumas noites dorme apenas 8 horas seguidas. É assim mesmo? Tenho medo de ele crescer com insônia (eu sou insone e há vários casos na minha família – pai e tias). Obrigada mais uma vez!

    • Prezada Ana,
      Não é possível abordar um tema com tantas variáveis como o sono, pelo blog. Seu filho pode ter um sono perfeitamente normal. Quem poderá lhe orientar melhor é o seu pediatra porque o blog não substitui uma consulta. Espero que compreenda esta limitação da internet.

  51. Boa noite Dr.Roberto Cooper.
    Meu filho está com 1 ano e 4 mês, e tem muita dificuldade para dormir durante a noite, ele acorda muito irritado e cossando muito os olhos, as vezes tenho que levantar com ele durante a noite porque chora muito, fico preocupada pois sou mae de primeira viagem e sempre acho que pode ser alguma coisa , que nao sei bem o que é. O sono dele é muito leve . Obrigada desde ja.

    • Prezada Suelen,
      Como o blog não substitui uma consulta, sugiro que procure seu pediatra para que este lhe oriente.Espero que compreenda esta limitação da internet. Além do mais, o sono é algo em que muitas variáveis influenciam. Desde a idade e momento do desenvolvimento da criança, até o contexto de dinâmica da família. Qualquer comentário feito pelo blog seria irresponsável ou superficial.

  52. Dr. Cooper, é um alento ler os comentários do senhor, pois fizeram com que eu tenha certeza, em meu coração de mãe, de que minha maneira de pensar não é descabida! Sou duramente criticada por meu marido, que acredita piamente nesses livros que pregam o “deixa chorar”, e me critica por tentar atender as necessidades de aconchego da minha filha na hora de dormir.

    Minha filha, agora com 1 ano e 8 meses, chega a me chamar (“mamaezinha”) enquanto se esgoela quando é o pai que a põe para dormir. Eu não posso socorrê-la, pois, na sessão seguinte de terapia de casal serei duramente criticada por ele e pela terapeuta, que chegou a sugerir que eu precisaria de remédio por me preocupar demais com minha filha, pois não seria normal, segundo ela, uma mãe se angustiar tanto vendo o filho se esgoelar “um pouquinho” — sinceramente acho que 10, 15, 20 min. de choro intenso são muita coisa para uma criança!

    Em um curso de parentagem, que fui a convite do meu marido, fui surpreendida por pais mais “experientes”, que acreditam que “cachorro late e criança chora” (sic). Na terapia, a psicóloga acha que a criança tem que sofrer para não ser birrenta.

    Meu coração fica muito apertado com tudo isso porque acredito, sinceramente, que a criança, ao ser sentir protegida e amada, e corrigida com carinho quando necessário, ela não se torna birrenta, mas ao contrário, confiante, alegre, tranquila, pois se sabe amada e tem condições de entender que há limites.

    Noto que quando forçamos minha filha a essa “educação”, o sono dela se torna mais leve, intranquilo, acorda mais à noite, passa o dia mais chorosa e irritadiça — e meu marido acha que é simplesmente birra. Vejo claramente uma relação entre a falta de sono, provocada pelo estresse da falta de relaxamento, e o restante do dia seguinte dela, também permeado de choro a qualquer contrariedade.

    Quando minha filha se esgoela (mesmo! ) para dormir, porque quer dormir no colinho da mamãe e sou impedida de fazê-lo, fico estraçalhada, chego a me tremer e chorar, vendo o quanto ela sofre e, sinceramente, não vejo um fundamento nessa “educação” que meu marido quer dar para ela (de que ela pode dormir com qualquer pessoa, de que “ela não pode satisfazer todas as vontades dela”). Não acho que uma vontade manifestada na hora de dormir possa ser um “capricho” da criança, ainda mais quando ainda tem 1 ano e pouco. Entendo que ela se acalma com a minha presença de mãe, e gostaria que ela soubesse que vai ter o meu colo para dormir quanto tempo ela precisar. Como atender as necessidades dela sem afundar meu casamento, já por um fio, com profissionais que reforçam o pensamento dele, à la “Encantadora de Bebês’?!

    • Prezada Jaqueline,
      Obrigado por participar do blog e por suas palavras gentis. Como o blog não substitui uma consulta, não vou poder abordar de forma adequada o tema que apresenta. Queria apenas lhe dizer que há uma enorme diferença entre um bebê até seus seis, sete meses e uma criança com mais de um ano, um ano e meio. O bebê precisa de todo o acolhimento e proteção que se pode dar. Deixar um bebê chorar, não faz o menor sentido. Mas, a partir do segundo semestre de vida da criança, os pais devem introduzir, lentamente, a realidade na vida do bebê. Isto é, uma das funções importantes e amorosas é a introdução da frustração. Assim, uma criança na idade da sua filha precisa que seus pais lhe apresentem os limites para que ela consiga lidar com a frustração e desenvolver a capacidade de ser uma adulta feliz em um mundo onde a realidade nos frustra, todos os dias. Adultos que não aprendem a lidar com a frustração, quando criança, se tornam infelizes, irritados, insatisfeitos. O amor dos pais inclui a duríssima tarefa de dizer não, de não fazer, de não permitir. Sucesso!

  53. Olá dr Cooper, tenho um bebê de 8 meses que desde seu nascimento nunca dormiu bem, passava horas acordada. Ela tem um rotina de massagem, banho morno, já dei banho de camomila, já tentei colocá-la para dormir comigo, sempre coloco pra dormir quando vejo os sinais de sono. Ela está com a saúde ótima, mas nunca dormiu mais que 2 hrs, e agora acorda choramingando várias vezes a noite, isso é normal? Ou devo buscar ajudar de um profissional, pois sempre que vou a consulta mensal com a Pediatra dela, falo com ela sobre isso, ela diz ser normal porque ela é um bebê ativo.

    • Prezada Jaqueline,
      Questões comportamentais como a que descreve merecem uma conversa mais longa, onde o pediatra pode conhecer melhor a criança, o contexto e a dinâmica da família. Uma resposta aqui no blog, seria simplista e superficial, portanto, irresponsável. De um modo geral, crianças em torno dos 8-9 meses começam a ter o que se chama de “medo da separação”. Percebem que os pais saíram ou foram dormir no seu quarto, desaparecendo do campo visual da criança. Temem que nunca mais os verão e acordam toda hora, só para se certificar que estão ali. Mas, como disse, o melhor é uma conversa franca com sua pediatra. Eventualmente, um psicólogo poderá lhe ajudar, tanto mais que sua filha está com a saúde ótima.

  54. Boa tarde Dr Cooper
    Tenho uma bebe de um mes e quinze dias
    Gostaria de saber se é normal nessa idade durmi a noite toda,é muito relativo mais as vezes ela passa a tarde toda praticamente acordada ,dorme no max meia hora (so tira uns cochilo)e na maioria das vezes quando ta acordada que fica mamando o tempo todo, dorme umas 23:00 hs e vai ate 5 ou 6 do dia seguinte .
    Posso deixa ela durmi ou tenho que acorda para mama?

    • Prezada Tatiane,
      Bebês até 3 meses, não possuem um padrão. Alguns dormem o dia todo, ficando acordados à noite. Outros, como a sua, dormem a noite toda. Até 5 ou 6 horas de sono não há necessidade de acordar o bebê para mamar.

  55. Olá minha filha tem 5 meses e a 32 e dois dias que voltei a trabalhar ,trabalho 12x36noturno e desde então ela chora muito antes de dormir .todos os Dias mesmo quando estou em casa. já não sei oque fazer.

    • Prezada Thasia,
      Como o blog não substitui uma consulta, sugiro que procure seu pediatra para que este lhe oriente.Espero que compreenda esta limitação da internet.Qualquer opinião que eu desse, sem conhecer a sua filha e o contexto familiar, seria irresponsabilidade minha.

  56. Dr..queria te fazer uma pergunta. Minha bebê fará 5 meses, chora para dormir, só dorme no peito. Estou tentando tirar essa mania e fazê-la dormir de outra forma, como faço? Depois dos 6 meses eles estabelecem um padrão de sono, dormem sozinhos? quando dá para inserir um objeto para ela dormir? obrigada.

    • Prezada Suzana,
      O melhor seria uma conversa franca com seu pediatra. Uma resposta minha, no blog, será superficial. De um modo genérico, não há regra para como fazer para mudar um padrão de comportamento. No caso de um bebê de 5 meses, ainda me parece cedo para tentar algo. Diria que, a partir dos 6 meses, se sua filha não mudar o padrão, a própria introdução de outros alimentos pode ser benéfica. Se for preciso, você vai ter que impor limites, carinhosos, lentamente.

  57. Olá Dr. Roberto. Parabéns, és um excelente profissional.
    Nunca segui regra ou ouvi ninguém a respeito da criação do meu bebê, foi gerado com muito amor, desejado, planejado e esperado, entretanto após o nascimento o pai dele mudou muito e nos abandonou quando meu filho tinha 17 dias. Sofri muito, mas dediquei todo carinho ao meu filho, amamentei exclusivamente até os 7 meses. As noites nunca foram perfeitas, apesar de ser uma criança calma de dia, a noite ele resmunga, tem pesadelos até hoje, mas eu sempre me levanto e o atendo, amamento se for preciso, tem agora 2 anos, ainda mama no peito, come saudável, pouco sal, nenhum açúcar, frutas, legumes e verduras gosta muito, deixou as fraldas com um ano e meio. Ou seja tudo que me criticaram dizendo que seria um menino mimado e dependente é mentira, pelo contrário vai a escolinha no período da tarde é muito ativo inteligente e se apaixonou pelas aulinhas de música, começa a (inventar) tocar gaita, e nunca deu trabalho as pessoas da escola, muito pelo contrário, é um homenzinho. Acho que estou conseguindo, ao meu modo criar um ser humano descente, até agora. A pergunta é o seguinte, o meu filho (2 anos e 4 meses) acorda por volta das 8 da manhã, faz a primeira refeição, almoça, vai à escola, e no fim dia, quando o vou buscar na escola, ele entra no carro e adormece, não janta, não toma banho, simplesmente apaga, acorda novamente por volta das 23 horas para fazer xixi e mama no peito, volta a dormir até o outro dia às 8 da manhã. Tentei por diversas vezes acordá-lo, mas ele fica muito bravo, deixo-o dormir, troco a roupa, coloco pijama, ele sempre a dormir. No outro dia acorda feliz a me beijar, e vive lindamente. Parece bem, mas é normal dormir das 18 horas até o outro dia?
    Obrigada!

    • Prezada Sara,
      Como o blog não substitui uma consulta, seria irresponsabilidade minha opinar sobre o seu filho. De um modo geral, crianças que se desenvolvem bem (tanto física, quanto nos aspectos psico-motores), nos dizem que o que estamos fazendo com eles, é bom. Mas, me chamou a atenção, no seu relato, o fato de seu filho ainda mamar no peito. Me parece que este seria um ponto que poderia discutir com o seu pediatra, como também o que me relatou. O pediatra que acompanha seu filho é a melhor pessoa para lhe orientar. Obrigado por participar do blog.

  58. Doutor me ajude por favor tenho uma filha de 1 ano e 4 meses e desde que nasceu não teve uma noite ou dia que ela conseguiu dormir em paz ela acorda chorando e as vezes escuta ela soltando gases o que pode ser doutor me ajude ja levei ela no pediatra mas não dão importância para o problema eu juro que ela nunca teve uma noite de sono em paz me ajude pois estou apovorado vejo minha filha querer dormir e acordar chorando e eu aki de mãos atadas o por que disso devo fazer um exame de sangue nela para saber o motivo me ajude por favor

    • Prezada Letícia,
      Como o blog não substitui uma consulta, seria irresponsabilidade minha opinar sobre sua filha. Ela deve ser vista por um pediatra para avaliar se existe alguma doença ou é só uma questão comportamental. Somente depois dessas consulta, o médico pedirá ou não exames. Questões comportamentais não exigem exames complementares.

  59. Bom dia Doutor,

    Estou tentando estabelecer uma rotina de sono em meu filho que hoje tem 5 meses, mas parece que nada adianta. Faço todo o ritual, mas ele dorme 40 mins no máximo e acorda. E fica nesse dorme e acorda a noite toda. A pergunta é: fiz a rotina, bebe dormiu e acordou em um tempo curto de tempo. Faço o que? Normalmente ele pede pra mamar, mas tenho medo de condiciona-lo a toda vez que acordar, ganhar o peito e ficar nesse ciclo de dorme e acorda por muito tempo.

    Desde já agradeço,

    • Prezada Cljdia,
      Bebês de 5 meses podem não estabelecer uma rotina para o sono. Nesta idade, pode haver um condicionamento forçado, o que é bem diferente de uma rotina desenvolvida. Sugiro que você adie o desenvolvimento de uma rotina de sono para dentro de alguns meses. Aí sim, seu bebê já terá condições de lidar com a frustração eventual de você não lhe dar o peito a noite toda. Na minha opinião, agora é precoce.

  60. Olá, minha filha tem 1 ano e 2 meses, acostumamos ela a dormir no colo, sempre dormia colocavamos no berço e continuava a dormir, acordando só p mamar! Faz um mês que ela dorme no colo mas qdo a colocamos no berço ela berra, volta p colo e dorme novamente, colamos no berço berra e vai assim a noite toda! Estamos cansados e sem saber o que fazer! Obrigada

    • Prezada Fabiane,
      Questões comportamentais são complexas e tentar responder pela internet seria irresponsabilidade ou oferecer uma resposta superficial. É importante conhecer o contexto familiar, principalmente quando o padrão se modifica. Sugiro uma conversa franca com seu pediatra. Espero que compreenda esta limitação do blog.

  61. Olá Dr Cooper,
    Minha filha tem 5,5 meses e só dorme se for no peito.
    Isso tem nos trazido problemas pois ela tem acordado muitas vezes a noite, e durante o dia o sono e leve, pois acorda e procura o peito para “chupetar” poucos minutos e dormir.
    Tenho pensado em tirar o peito para a hora das dormidas, e nina-la no colo. Ja tentei uma vez e ela chorou muito, mesmo no colo. Fico preocupada pois sei dos prejuizos do choro excessivo, mas minha duvida e: o que e mais prejudicial, ela nao saber dormir sem o peito ou o choro no colo ate se acostumar a dormir sem o peito?
    Obrigada!

    • Prezada Leticia,
      Como o blog não substitui uma consulta, seria irresponsabilidade minha opinar sobre sua filha. Mas, de um modo geral, 5 meses ainda é uma idade onde a criança depende do peito. Principalmente quando é exclusivamente amamentada no peito. Como aos 6 meses há a introdução de frutas e sopas salgadas, talvez pudesse esperar este momento para começar a tirar o peito na hora de dormir. Nessa idade, 6 meses em diante, a criança já deve começar a desenvolver a sua capacidade de se auto consolar e conviver com pequenas frustrações. Portanto, se a deixar chorar, nesta idade, não será grave.

    • Prezada Adriana,
      Prezada Ana Carolina,
      Como o blog não substitui uma consulta, seria irresponsabilidade minha opinar sobre uma criança que eu não examinei. Sugiro que converse francamente com a sua pediatra ou ouça uma segunda opinião. A intolerância à lactose pode se manifestar de diversas formas. Desde a simples produção de gases, até um quadro de diarreia.

  62. Dr. gostaria de saber como eu faço para identificar que meu filho tem alergia a algum alimento ou remédio??
    Pois ele está se coçando o tempo inteiro, por favor Dr. me de uma ajuda …..

  63. Olá Doutor!
    Tenho um menino de 1 ano e 9 meses super saudável. Ela ainda não vai para a escola ficamos o dia todo em casa, ele brinca, come super bem e e muito inteligente. Mas ele vai dormir tarde , acorda tarde (dorme a noite toda), e ainda tira um cochilo durante o dia! Isso é saudável para uma criança da idade dele?!
    Agradeço desde já!

    • Prezada Rhamana,
      Como o blog não substitui uma consulta, sugiro que procure o pediatra para que este possa lhe orientar. Seria importante entender melhor o contexto familiar e seus valores para poder orientar a família. Não existem regras fixas, mas, é importante entender melhor a situação.

  64. Boa noite Doutor,

    No ultimo mês o meu filho de 6 meses caiu da cama quando estava tirando a sua soneca da tarde, não foi nada grave, nem marcas de pancadas ficaram, porém desde lá, sempre que ele pega no sono (com muito mais dificuldade), ele acorda muito assustado e gritando muito, coisa que ele raramente fazia, além disso, o tempo que ele consegue dormir seguidamente está MUITO reduzido.
    A minha pergunta é: isto pode ter alguma relação com a queda? E o que podemos fazer para que ele volte a ter sonos tranquilos?

    • Prezado Armando,
      Como o blog não substitui uma consulta, seria irresponsabilidade minha opinar sobre o seu filho. Sugiro que conversem com o pediatra. De uma forma genérica, uma criança, mesmo pequena, pode ter alguma forma de memória que gere um comportamento diferente. A primeira coisa que sugiro é ouvir do pediatra que está tudo bem. Na sequência, reforçar a segurança do seu filho, talvez lhe dando mais colo que o habitual, ficando próximo, pelo menos por um tempo.

  65. Façam o que o seu coração determinar. Não se deixem levar pelas opiniões de terceiros. Acertem e errem , seguindo seus sentimentos.a melhor parte adorei

  66. olá doutor tenho um filho de quatro meses e ele dorme a noite toda graças ha Deus só que quando ele estar dormindo custuma ele chorar muito. gostaria de saber. Por que isso acontece ? parece que ele estar tendo pezadelo.

  67. Minha bb tem 11 meses e tão difícil de dormir principalmente à noite faço ela dormir 1h após acorda, já tentei embalar, colocar comigo na cama, fazer carinho, coloquei o barulho do secador, coloco na cama dela só chora não sei mas Oq fazer, sempre confiro a fome, fralda, roupa e está tudo ok… Quando tento embalar se joga pra trás mostrando que não está satisfeita, não sei mais Oq fazer., to cansada exausta!

  68. Boa noite, Dr.Cooper, gostaria de uma opinião profissional para saber se estou agindo de forma correta com a minha bebê, ela está com 6 meses, e completa 7 meses semana que vem. Faço a seguinte rotina: janta às 19:00, banho morninho às 20:00, por volta das 20:40 ela já começa a demonstrar os sinais de sono, ai a levo para o quarto dela, dou peito e quando vejo q ela já está quase adormecendo, coloco ela no berço e fico batendo na bundinha até q adormeça.

    • Prezada Vanessa,
      A resposta à sua pergunta se está fazendo certo, se encontra na sua filha e em você. Ela parece bem e feliz? Você está tranquila? Se ambas respostas forem sim, você está fazendo a coisa certa. Parabéns!

  69. Dr. Roberto, achei super interessante a matéria e sua iniciativa de criar um site, além do fato de ser solidário e responder todas as mamães!

    Melissa é minha primeira filha, nasceu prematura ( com 36 semanas de gestação) e ficou na UCI por um período de 10 dias para tomar antibiótico. Agora ela está com 3 meses e 20 poucos dias, mas se engasga com muita facilidade, todos os dias e quase sempre que está tomando seu leite ou agua (ela não amamenta mais). Além disso, em alguns momentos ouço um ronquinho (principalmente após tomar o leite), mas não há secreção (catarro) e também não deve ser sujeirinha no nariz, pois sempre limpo e utilizou sorine. Esses dias ao se engasgar saiu uma saliva um pouco mais grossinha, então é como se fosse um pigarrinho na garganta dela. Todo mês ela vai ao pediatra, e segundo a médica não há nada no pulmão, está tudo bem!

    Para uma bebê prematura ela evoluiu muito bem, gracas a Deus! Nasceu com 2,185 kg e 46 cm, na consulta do mês passado já estava com 5,50 kg e 57 cm. Teremos uma nova consulta dia 14, mas gostaria de uma opinião de outro médico, sobre o que pode ser e se devo me preocupar.

    Um abraço, sucesso!

    • Prezada Nicole,
      Obrigado por participar do blog. No entanto, o blog não substitui uma consulta e seria irresponsabilidade minha opinar sobre a sua filha. Entendo que gostaria da opinião de outro médico e é um direito seu. Mas, deve ser uma opinião presencial. Isto é, deve haver uma consulta, com uma boa anamnese (história clínica) e exame físico. Espero que compreenda esta limitação da internet.

  70. Caro Dr. MInha filha está diferente. Tem um ano e sete meses. Mudou o comportamento totalmente. È carinhosa, meiga e calma, mas anda tendo surtos de choro compulsivo quando chega da escola, antes de dormir e quando acordo. Não acredito que seja terror noturno, porque ela chora de manhã e chora por volta das 17h. Parece uma birra, mas percebemos um nervosismo extremo. Ele perde o controle e já demoramos mais de uma hora para acalmá-la. Ele passou por um quadro de recidiva de rotavírus semana passada. Ficou bem ruim. Há quinze dias, quando desenvolveu o quadro pela primeira vez, ficou muito ruim e desidratou. Essa agitação está aliada à uma vontade anormal de mamar no peito da mãe. E, quando sai de casa, é como se não tivesse acontecido nada. Está difícil de compreender e, portanto, difícil de seguir meus instintos. De antemão, agradeço.

    • Prezado Luciano,
      Questões comportamentais são complexas e responder pela internet seria superficial e irresponsável. É preciso conhecer a criança, sua história e o contexto familiar para poder opinar.No caso da sua filha, é razoável supor que o quadro de rotavírus a deixou mais frágil e com a sensação de vulnerabilidade que pode se expressar sob a forma de irritação, descontrole. Quando ele ficar irritada ou descontrolada, provavelmente recebe mais atenção e se sente segura. Talvez, fora da crise, conversar com ela (apesar da idade) dizendo que a amam e cuidam dela. Além de dizer, pegar, apertar. Deem um pouco de tempo ao tempo, oferecendo carinho e sendo criativos.

  71. Bom dia, Dr Roberto!
    Sou mãe de uma bebe de 9 meses que nunca dormiu a noite toda. Nos últimos meses ela acordava 2x para mamar (3-3h) e voltava a dormir sozinha.
    Há cerca de 15 dias estamos exaustos, pois Laura acorda quase que de hora em hora.
    Não mama todas vezes. Mantenho 3-3h, mas ela chora, fica em pé no berço. Vou até seu quarto e a nino para dormir. Pouco tempo depois ela acorda novamente.
    Ela tbm esta exausta. Acorda com sono e cansada.
    O pediatra prescreveu sedatif PC pois ela sempre foi mto agitada e não fazia sonecas durante o dia.
    Estou perdida.
    Estava pesquisando sobre isso qdo encontrei seu blog.
    Ela teve episódios de terror noturno (meu marido tem até hj), mas de todas as descrições, atualmente, ela se encaixa no chorão noturno treinado…
    Como ajudá-la?
    Obrigada
    Pietra

    • Prezada Pietra,
      Questões comportamentais são complexas e responder pela internet seria superficial e irresponsável. É preciso conhecer a criança, sua história e o contexto familiar para poder opinar. Além disso, existe uma fase, entre 8 e 10 meses em que a criança toma consciência quando os pais se afastam. Dormir,passa a ser algo assustador porque tudo some! Acordam, muitas vezes só para se certificar de que todos ainda estão perto. Podem ajuda-la falando que estão perto, sempre dizendo que vão e voltam e, quando voltarem, reforçarem este aspecto (apesar dos 9 meses, é importante falar). Pelo blog, como eu disse, fica difícil abordar um tema com nuances como este.

  72. Boa tarde!
    Dr. Tenho um bebê que completa 3 meses amanhã dia 24/09 e ele tem variações em seu sono, tem alguns dias que leva de 21:00 até as 02:00 e depois disso acorda de 3 em 3 horas mais existem noites em que ele dorme das 21:00 até as 00:00 e assin seguindo o curso das 3 horas… como o senhor poderia ne explicar esse comportamento do meu bb? Sempre faço as coisas iguais todos os dias! Quando sera que ele vai levar uma noite sem acordar?
    Devo amamenta- lo sempre que acorda?

    • Prezada Jaqueline,
      O Conselho Federal de Medicina proíbe consultas pela internet. Opinar sobre o seu seria irresponsabilidade minha. Sugiro que consulte o pediatra para que ele a oriente. Mas, de um modo geral, bebês com 3 a 4 meses de idade apresentam uma grande variação no padrão do sono. Isto é, não têm padrão algum e isso pode confundir as mães, sem que seja nada de anormal.

  73. Dr. Roberto.
    Há anos – mesmo – leio seu blog. Acho muito bacana a forma que o senhor se comunica com os leitores.
    Gostaria de orientação quanto à transição para a mini cama, no caso de crianças de 2 anos. Meu filho dormia no berço no quarto dele e ficou doente quando tinha 1a10m. Trouxemos para cama. Desde então (faz 2 meses), ele não quer nem saber do berço, quer somente a minha cama. Depois de 1h o colocamos no berço e ele dorme o restante da noite até a manhã seguinte.
    Vamos mudar de casa e já montaremos a mini cama no quarto dele. Alguma orientação sobre como podemos fazer essa transição de forma menos traumática? Estou pronta para ficar ao lado dele quantas noites forem preciso.
    Obrigada!

    • Prezada Alessandra,
      Talvez nem precise ficar do lado do seu filho tantas noites. Sugiro que já faça “propaganda” do novo quarto, destacando o fato de que é um quarto de menino grande e não de bebê. Comente que meninos grandes dormem nas suas próprias camas e não em berços. Finalmente, seja rígida quanto à interdição de dormir na sua cama, depois da mudança. Se houver alguma flexibilidade, isso pode confundir seu filho.

      • Muitíssimo obrigada! Com 2 anos o sr, acha que ele compreende a questao do “menino grande”?
        Ele tb chupa chupeta e gostaria de tirar. Qual o momento? Com a transicao da cama nao seria muito ao mesmo tempo? Tenho medo de sobrecarrega´-lo.

      • Prezada Alessandra,
        Como o blog não substitui uma consulta, o melhor seria conversar com o seu pediatra. De um modo geral, mesmo que a criança não compreenda literalmente o que lhe dizemos, entende o sentido da conversa. Quanto à chupeta, me parece razoável que faça uma coisa de cada vez. Siga os seus sentimentos.

  74. Dr e sobre deixar o bebe dormir no peito tem algum problema???Eu sempre deixo pq minha bebe adora e sempre leio na net tb q nao pode pois eles ficam mal acostumado e etc.Oq o Sr me diz?

    • Prezada Patricia,
      O Conselho Federal de Medicina proíbe consultas pela internet. De um modo geral, bebês adormecem no peito de suas mães, sem problema algum. Quanto à questão de ficar ou não mal acostumado, vai depender da idade do bebê. Bebês pequenos, até 4 a 6 meses, não ficariam mal acostumados.

  75. Dr. meu filho acabou de fazer 3 meses agora dia 20, porém ele é agitado, e toma muito susto ainda com barulhos, mandaram eu procurar um Neurologista Pediatra pois isso não é normal, gostaria de saber do senhor se isso é normal ou não

    • Prezada Ingridy,
      O Conselho Federal de Medicina proíbe consultas pela internet. Opinar sobre o seu filho, sem te-lo examinado, seria irresponsabilidade minha. Talvez, antes de ouvir um neuropediatra, pudesse ter uma segunda opinião de pediatra.

  76. Ola, Doutor
    Minha filha tem 10 meses,e a 2 dias que ela esta com um probleminha para durmir.
    Assim que ela pega no sono ainda no colo,assim que colocamos ela no berço ela em seguida acorda chorando desesperada,as vezes ela nem abre os olhos,minha esposa nao consegue acalma-la somente eu.Só acalma quando me ver e pego no colo.
    Obs-Ela acorda segundos após ter pegado no sono chorando desesperada!
    Nao sabemos oque fazer.
    Por favor nos ajude.
    Grato.

    • Prezado Fabio,
      O Conselho Federal de Medicina proíbe consultas pela internet. Opinar sobre a sua filha, sem te-la examinado, seria irresponsabilidade minha. Mas, posso comentar que bebês entre 8m e 1 ano desenvolvem a consciência da “separação”. Isto é, percebem a ausência dos pais. Muitas vezes estão brincando sozinhas, com os pais por perto, sem interação com eles. Se os pais saem do ambiente, choram, desesperados. Nesta fase, “brigam” para adormecer. Reagem ao cansaço, tentando não dormir e,quando adormecem, o sono é picado, apenas para confirmar que os pais existem e estão por perto. É importante que os pais saibam que esta fase existe e podem tentar apenas acalmar os filhos com a voz ao longe ou ficar no campo visual, sem pegar no colo, ou apenas tocar na criança ou, finalmente, pegar no colo. Não há uma regra ou dica infalível. É preciso ousar, errar e acertar e, assim, aprender.

  77. Oi dr, tenho uma bebê de 4 meses,as noites dela são estranhas ela fica esticando as perninhas para cima,se vira de um lado para o outro as vezes solta pum vezes nao e isso vai a noite toda,mas ela não abre o olho não ,isso e cólica ou pesadelo dr,to apavorada tenho MTA Peninha

  78. Dr Roberto, tenho uma bebê de 2 meses e ela sempre dormiu bem a noite de cinco a seis horas direto. De repente ela começou a dormir mal. Ela dorme direto só umas três horas, mama e depois fica acordando de hora em hora. O que pode estar acontecendo??

  79. Ola Dr, Meu bb desde q nasceu nao dorme bem nem de dia e nem de noite, no inicio ele teve muita colica fortíssimas, mas agora completou 6 meses, mas ainda a noite toda acorda se batendo,parece q a barriga dele ainda doi porq se contorce td, e ele coça os olhos demais e muito forte, fico preocupada.

    • Prezada Laudicella,
      O Conselho Federal de Medicina proíbe consultas pela internet. Opinar sobre o seu filho, sem te-lo examinado, seria irresponsabilidade minha.Por esse motivo o blog não substitui uma consulta.Sugiro que consulte um pediatra para lhe orientar.

  80. Ola Dr, boa noite
    Minha filha tem 1ano e 4 meses. Desde que nasceu precisa ser mimada no colo pra dormir.
    Isto porque é extremamente “ligada” em tudo e não consegue relaxar. Asceses estou cantando e balançando ela é de olhinhos fechados ela começa a repetir as coisas que conversamos, que ela viu durante o dia.
    Quando chora por algum motivo durante o dia, a noite chora também.
    Ela seeeempre acordou para mamar várias vezes, seja no peito ou não, hoje acorda 1 vez na madrugada, nunca me incomodei.
    Dificuldade e pegar no sono, depois ela dorme super bem, a noite e de dia.
    Ela é extremamente ativa, fala tudo, todas as brincadeiras são muito mais agitadas Rs ela põe muitA emoção em tudo Rs
    Tenho medo de não conseguir ensina-la a dormir sozinha, porque já tentei muitas vezes é ela quer tb, asceses se joga na cama p dormir sozinha, mas não consegue e acaba despertando.

    • Prezada Tathiana,
      Questões comportamentais são complexas e opinar pelo blog seria superficial e irresponsável da minha parte. Sua filha ainda é pequena, mas já pode ir recebendo limites, colocados pelos pais. Se vocês não a deixarem sozinha, por um tempo, não vai desenvolver a capacidade de ficar sozinha. Não existem regras ou dicas certas e precisas. Mas, os pais precisam se convencer de que só depende deles o desenvolvimento de determinadas atitudes e comportamentos dos filhos. Em geral, colocar limites é algo difícil para os pais e isso não ajuda os filhos. Filhos precisam de nossos limites para seu desenvolvimento.

  81. Doutor boa noite! Minha bb Nicole tem 4 meses. Ela dormia tranquila a noite, acordava muitas vezes mas eu não me preocupava tanto porque ela não se mechia muito no berço. De uns tempos pra cá ela aprendeu a ficar de bulso e todas as vezes que ela dorme e eu a coloco no berço ela se vira e ai começa uma guerra com o pescocinho. Vira para um lado, para outro, fica assim por 15 min e acorda chorando. E depois que ela começou a dormir assim de bulso eu não consigo dormir direito por medo de alguma coisa acontecer. O que eu faço? Agora mesmo estou com ela no colo depois de 3 tentativas frustantes de coloca-la no berço. A coloco de lado, barriga pra cima, em um travesseiro reconfortante mas ela só quer ficar de bulso e quando fica, fica com o pescoço de um lado pro outro. Quando eu a coloco no chão ela dorme de barriga pra cima e depois vira de bulso mas dorme sem problemas, só acorda na hora certa para mamar. Só que eu não posso ficar dormindo no chão ne rsrsrsrs… por favor me ajude o que eu devo fazer??

  82. Ola minha bebê tem dois meses dorme no colo muito bem mas quando colocamos na cama ou no carro acorda e se pego no colo segue dormindo e fica muitas horas seguidas acordada chega a seis horas desperta p q será? ?.

    • Prezada Vanessa,
      Bebês pequenos tem comportamentos imprevisíveis e, muitas vezes inexplicáveis. Para poder lhe orientar seria necessário conhecer sua filha e a dinâmica familiar. Sugiro que converse com o seu pediatra para que ele lhe oriente.

  83. Bom dia Dr. Roberto,
    Minha filha de 1 ano e 10 meses de um mês para cá começou a acordar todas as noites chorando e gritando,só se acalmando quando a pego no colo,tenho que ficar com ela colada em mim às vezes até por meia hora até voltar a dormir.Não aceita que ninguém a pegue,o pai,a irmã de 14 anos,se debate toda..Durante o dia também exige minha presença a todo instante,passa a mão no meu rosto,me beija e fala mamãe todo segundo,mesmo quando não estou,pois trabalho fora,sou muito carinhosa com ela,beijo,abraço,mas também sou muitas vezes impaciente.Ela ainda não vai à escola,fica com a “vovó” uma pessoa muito paciente e amorosa que está conosco,com minha família tem 40 anos.O que me assusta são essas crises de madrugada.
    Obrigada.

    • Prezada Paula,
      Questões comportamentais são complexas e responder pelo blog seria superficial ou irresponsabilidade minha. Sugiro uma conversa franca com o pediatra que conhece a sua filha e a dinâmica familiar. Crises de madrugada podem ser normais porque a criança quer se certificar de que os pais (você) estão por perto. Mas, como disse, o blog não permite explorar melhor o contexto familiar e aprofundar a conversa. Espero que compreenda esta limitação.

  84. Doutor, minha filha tem 9 meses e é bem agitada. Ainda tem um sono desregulado, vai dormir 3h da manhã. Mas de uns dias pra cá, ela tem acordado umas 5h, chorando copiosamente. Um choro curto e repetido, quase soluçando, às vezes ela chora com olhos fechados (só pra ilustrar, mal comparando, parece aquele choro da Chiquinha, do Chaves. Desculpe a comparação jocosa, mas foi a única referência que me veio à mente). Nas consultas, a médica diz que tá tudo ok. Examina o ouvido, ok. Mas ela, ao chorar, coloca a mão na cabeça. Eu sempre acho que pode ser alguma dor que não pode ser detectada na consulta. Mas em seguida ela dorme como se nada tivesse acontecido, só fica soluçando. E acorda bem. Eu imagino que, se fosse alguma dor, não deveria doer também durante o dia? Quais são as principais preocupações que uma mãe deve ter quando um bebê de 9 meses chora dessa forma assustadora, mas só de madrugada? Existe alguma observação que eu deva fazer pra ajudar a nossa pediatra, pra que cheguemos a uma conclusão?

    • Tatiana,
      Nessa idade, os bebês passa a ter consciência do afastamento ou “separação” que ocorre quando a mãe ou pai saem do quarto ou à noite. Muitos bebês acordam simplesmente para ter certeza de que os pais estão por perto. É uma fase que, como todas, passa, mas pode criar um certo estresse nos pais. Eu diria para observar o estado geral da sua filha e valoriza-lo. Como o blog não substitui uma consulta, é o máximo que poderia lhe dizer, sem ser irresponsável.

      • Muito obrigada, doutor. Eu sei que qualquer coisa que for dita aqui não pode de forma alguma substituir uma consulta. Eu só queria saber que possíveis preocupações com saúde nessa fase da vida do bebê nós, mães/pais, devemos ter. Porque eu chego à pediatra cheia de dúvidas e saio pior, parece que não há um interesse da médica em esclarecer, ainda mais pra uma mãe de primeira viagem. Já consultei outro pediatra, mas queria criar um vínculo, pra quando ele visse minha filha, já entendesse só na conversa, mas confesso que as consultas hoje em dia estão cada vez menos pessoais. E parece fácil, mas não é. Quando vejo seu blog, quando vi sua entrevista na Globo News, bateu uma esperança por saber que existem médicos REALMENTE envolvidos com o ofício. Mas ao mesmo tempo me bateu uma tristeza, por ela não ser sua paciente… rs. Então, minha dúvida reside simplesmente no fato de eu não saber com O QUE me preocupar nessa fase (9 meses). Fico sem saber o que perguntar, e quando não sabemos, TUDO preocupa. E vira um caos, porque fico apreensiva 100% do meu tempo, e isso não é bom pra saúde mental de ninguém. A propósito, ela dorme comigo, e não no berço. Só depois de um bom tempo nessa prática, vim descobrir que isso se chama cama compartilhada. Não gosto de rotular, porque não sou adepta de nenhuma corrente de criação. Senão, vai ser mais uma pá de informação pra me colocar ainda mais aflita… rs. Mais uma vez, obrigada por dividir com a gente toda a sua sabedoria, com paciência e atenção, dispensando boa parte do seu tempo sendo uma luz no nosso caminho.
        Um feliz 2016 para você e sua família, e eu desejo, além disso, muito sucesso (mais ainda) e reconhecimento pela sua forma tão iluminada de lidar com sua profissão. Acredito que sucesso é quando nos sentimos realmente realizado com o que fazemos, e isso contagia as pessoas. Abraço!

      • Tatiana,
        Um feliz 2016 para vocês também. Obrigado por seus comentários gentis. Mas, como você mesma já percebeu, o blog não substitui uma consulta. Sugiro que você busque um pediatra com quem sinta um vínculo. Sei que isso é difícil, mas existem os que, apesar de todos os obstáculos (mais de um emprego, valor da consulta etc.), gostam de se relacionar com seus pacientes ou entendem que isso é importante. Portanto lhe dar uma resposta aqui, seria irresponsabilidade minha. Mas, vou lhe dar uma resposta que não sei se vai lhe agradar. Com uma criança de 9 meses, os pais não devem se preocupar com nada além de afeto e segurança domiciliar. Afeto significa carinho físico, leitura de livros, brincar, estar presente. Segurança domiciliar significa pensar no impensável, no impossível. O possível, sempre pensamos (janela, tomada, fogo, faca etc.). É preciso lembrar que as aptidões da criança mudam, todos os dias e o que não fazia ontem, fará hoje! Segurança é o único tema em que não sou um pediatra “relaxado”. Acho que tem um post sobre o tema. Tirando isso, qualquer coisa que pense é pré-ocupação. É adoecer de futuro, tentando antecipar tudo. Imposssível! Relaxe, cuide da segurança e dê carinho para sua filha.

  85. Dr Cooper
    Vi sua entrevista na Globonews e fiquei encantada com a “linha” que o senhor adota.
    Vim ao blog e lendo esse artigo me ocorreu a pergunta mais comentada nos ultimos meses (depois do zica) em programas de tv: qual a forma segura de colocar um bebê recem nascido para dormir? Muito se fala sobre os riscos dos protetores de berço, usar ou nao travesseiro anti-refluxo, usar ou não os “rolinhos” para o bebê não rolar, etc. Verdades ou mentiras? Existe uma conduta adequada? Pergunto, pois estou gravida de 38 semanas e esse é um tema que me angustia.
    Muito obrigada!
    Att, Rafaella.

    • Prezada Rafaella,
      Obrigado por seu comentário gentil. Quanto à posição para o bebê dormir, hoje há um consenso que deve ser de barriga para cima, sem travesseiro(normal ou anti refluxo). Quanto aos protetores, devem ser bem fixados, lembrando que um bebê não vira, portanto não precisaria dos protetores. Muito se fala sobre a posição de dormir, mas pouco a respeito de deixar o bebês de bruços, sobre a barriga, quando estiver acordado, ao menos por um tempinho. Finalmente, fique tranquila porque você saberá como fazer e o que fazer. Não precisa ficar estudando ou lendo. Tudo de bom para vocês!

      • Boa tarde Doutor, um feliz 2016!! Minha bebê tá com 9 meses e desde os 6/7 meses ela acorda sempre chorando, durante a madrugada às vezes ela grita, se contorce, e até levanta do berço e grita. Em algumas vezes a chupeta acalma, mas outras mesmo pegando no colo, acalmando ou dando mamadeira ela continua chorando. Fico angustiada, achando que é dor, ela está no berçário desde os 6 meses, e dentinho nascendo, anda ficando doentinha sempre, resfriados, bronquite e febres. E ela tem uma alergia que o pediatra dela disse que ainda não convém fazer os testes pra saber o que é, mas fica repleta de bolinhas, tosse e nariz sempre congestionado. Nossa está realmente angustiante. Quando ela começa a chorar já coloco ela na minha cama, ela dorme mas mesmo assim acorda chorando. Ouço críticas pq sempre procurei fazê-la dormir num ambiente tranquilo e me julgam dizendo que se ela tivesse sido criada no barulho não teria essas coisas.

      • Prezada Jeniffer,
        Um feliz 2016 para vocês, também. Opinar sobre a sua filha, sem conhecê-la, nem o contexto familiar, seria irresponsabilidade minha. O blog não substitui uma consulta. Recomendo que, tendo escolhido um pediatra em quem confie, siga suas orientações.

  86. Olá , Dr. Cooper!
    Quando iniciei a leitura do blog (recentemente, após conhecê-lo pela entrevista dada a Globo News), me encantei ainda mais por suas colocações , tão claras e diretas.
    Li alguns depoimentos e me surpreendeu o fato de que você respondeu a todos …atenção essa rara no mundo virtual! Parabéns e obrigada!
    Lendo alguns comentários não me senti sozinha e arrisco a dizer que me senti até mesmo amparada!
    Meu bebê tem 8 semanas e não conseguiria relatar um padrão de sono. Temos dias com sonecas diurnas longas , outros bem curtas , noites melhores , noites mais intensas …saber que o padrão é não ter padrão nesta fase muito me aliviou!
    Aí vai minha pergunta : Hoje ele dorme no quarto comigo e com meu marido, mas penso em quando seria melhor fazer a transição para o quartinho dele. Partciularmente não gostaria de fazê-lo antes dos 3 meses , mas também gostaria de faZer essa transição em um momento em que gere menos sofrimento para ele (e consequentemente para
    Mim rs). Há algum estudo que indique a melhor época? O senhor recomendaria algo ?

    • Prezada Priscilla,
      Obrigado por seus comentários gentis. Com o blog não substitui uma consulta, recomendo que discuta o assunto com seu pediatra. Mas, de uma forma geral, não existem estudos que definam esta ou aquela idade como a ideal para que o bebê fique no seu quarto. Existem os defensores do quarto do bebê desde o primeiro dia, como existem os que defendem o compartilhamento da cama dos pais! Me parece que a sua ideia de fazer essa “mudança” para o quarto aos três meses é bem razoável. Mas, fale com seu pediatra.

  87. Dr. Roberto, eu tenho uma menininha de três meses. Nos primeiros dez dias, insisti em usar o berço, mas ela dormia durante as mamadas e acabava acordando ao ser colocada o berço.

    Uma amiga me sugeriu cama compartilhada. Com quinze dias, minha filha me deu um susto: dormiu por quatro horas seguidas, fiquei preocupada e acordei a pequena para mamar. Aquilo nunca tinha acontecido!

    Aderi à cama compartilhada. Coloquei, no quarto da bebê, uma cama de solteiro, encostada na parede, com uma grade revestida do outro lado. A bebê e eu dormimos ali. Em geral, ela acorda duas vezes à noite (já aconteceu de acordar somente uma, dormindo dois blocos de quatro horas).

    Comecei a fazer isso pois notei que ela não consegue dormir por meios próprios (encostar no berço aos primeiros sinais de cansaço e dormir). Ela precisa do sono, e eu procurei as ferramentas que tinha em mãos para ajudá-la: cama compartilhada, passeios no sling, etc.

    Pelo que entendi de seu texto, é por volta de um ano que será possível que ela durma “sozinha”, é isso mesmo? Ou pode acontecer antes?

    Obrigada!

    • Prezada Milena,
      Não há uma idade para dormir sozinha no seu berço/quarto. O que eu me referi é sobre a rotina do sono ser quase autônoma, não dependendo de um adulto. Quanto à cama compartilhada, existem argumentos pró e contra, como tudo. Siga sua intuição!

  88. Minha Helena tem dois meses, antes dormia quatromhoras seguidas antes da primeira mamada e acordava a cada duas horas depois disso. Assim que completou os dois.meses e tomou q penta ficou agitadissima desde então, mexe as pernas, vira a cabeça e o corpo, as vezes grita como se estivesse conversa e isso é apenas a noite, durante o dia ela dorme bem, tira sonecas com duração de uma hora ao longo do dia

    • Prezada Vanessa,
      Como o blog não substitui uma consulta, seria irresponsabilidade minha opinar sobre a sua filha. Sugiro que converse com o pediatra para que ele lhe oriente. Mas, de um modo geral, o ritmo de um bebê varia muito, principalmente nessa fase inicial da vida. Antes de 3 a 4 meses é muito difícil de se estabelecer ou identificar um padrão de amamentação, sono etc. A associação que fez com a vacina, pode acontecer nos 3 a 5 dias que se seguem após a criança ser vacinada. Mas, a vacina não é responsável por uma mudança permanente de padrão de comportamento.

  89. Olá Dr. estou precisando de ajuda … Meu bebê nao esta conseguindo dormir durante o dia, sempre coloco ele pata dormir e no maximo que dorme é 10 minutos, dou banho coloco musica de ninar pra ele e dou mamar e ja fez uma semana que ele esta assim nao sei mais o que fazer e ele acorda com qualquer barulho, tenho que andar descalça para ver se ele nao acorda rs ele esta com 2 meses e meio e isso vem acontecendo a uma semana… E a noite quando vou coloca-lo para dormir ele faz muita hora, parece até que é manha, nao sei se é porque esta ficando muito cansado por nao dormir durante o dia … O que fazer? Nao estou aguentando mais.

  90. Dr Roberto, minha filha tem dezoito meses e nunca dormiu muito. Depois que fez um ano, dorme por dez dias da uma as sete ou oito da manhã, e depois mais uns dez dias dorme meia noite ou uma hora e acorda as três e não consigo fazê-la dormir novamente. Não chora, fica brincando até as oito ou nove da manhã, quando dorme mais três ou quatro horas. Resumindo, o sono dela é picado, dorme por três/quatro horas, fica acordada por cinco horas, dorme mais três/quatro horas. Ela tem uma rotina de sono mas muda os horários assim, fica até oito horas acordada direto porém não altera o sono picado. Não dorme por mais de cinco horas direto se dormir cinco horas. É muito ativa e esperta. Não sei mais o que fazer.

    • Prezada Gisele,
      Como o blog não substitui uma consulta, seria irresponsabilidade minha opinar sobre a sua filha. Sugiro que converse com o pediatra para que ele lhe oriente, principalmente porque questões comportamentais são complexas. Seria importante conhecer a criança e a dinâmica familiar para só então, pensar e propor algo.

  91. Oi Dr gastei do que você falou e tenho uma dúvida meu bebê tem Quatro meses e não dormi bem. Quando tava com dois meses disseram que ele poderia ter refluxo. Levei em outro lugar e disseram que era cólicas em fim não me deram certeza pelo contrário me puseram dúvidas. Mas eu tento facelo dormir mais nada da certo. Tem noite que ele não dormi defo alguma. Já cheguei a pensar que ele não sente sono o suficiente para poder dormir. IO que você me diz a respeito disso

    • Prezada Naiane,
      Como o blog não substitui uma consulta, seria irresponsabilidade minha opinar sobre o seu filho. O sono de bebês pode ter muitos padrões de normalidade. Para opinar seria necessário conhecer a criança, sua família e a dinâmica da família. Por isso, sugiro que converse com seu pediatra para que ele lhe oriente.

      • Dr cooper, a partir de qual idade (meses ou anos) o senhor acha que podemos empregar uma rotina de sono e mudar hábitos como o de dormir sem mamar no peito?

      • Prezada Julia,
        Cada criança é diferente da outra. De uma forma geral, eu não recomendaria nenhuma tentativa antes dos 6 meses de vida. Após essa idade, já consideraria razoável algumas tentativas. Sugiro que converse com seu pediatra, para que lhe oriente.

  92. Estou precisando de ajuda, meu filho dorme por período de 3 horas e depois parece que fica gemendo mesmo dormindo e estica e dorme de novo e normal dr.

  93. Olá Dr. Meu filho está com três meses e meio e dorme por volta das 23 horas. Costuma brigar com o sono e demora para adormecer. Acorda para mamar em torno de duas vezes na madrugada. O que me chama atenção é que depois das 4:30 da manhã, sei sono é agitado e inquieto. Fica com a respiração ofegante e não para de mexer as pernas e os braços. Segue dormindo até por volta de 7 horas, mas muito inquieto. O que pode ser?

  94. Bom dia Dr, minha bebê de 25 dias não dorme nada de dia. À noite ela dorme no máximo por 1:30/2 horas, mama 10 minutos e volta a dormir. O sono dela é muito agitado, tem um pigarro que percebo que a incomoda muito, faz um barulho que parece que tem algo na garganta, chora muito durante o sono. Enfim, ela não dorme nada de dia e pouco à noite. Tem um leve refluxo mas a pediatra não passou remédio. O que eu faço?

    • Prezada Carolina,
      Como o blog não substitui uma consulta, seria irresponsabilidade minha opinar sobre a sua filha. Sugiro que converse com o pediatra para que ele lhe oriente. Principalmente por se tratar de uma bebê tão pequena. O Conselho Federal de Medicina proíbe, com razão, consultas pela internet.

  95. Dr. Roberto, meu bê tem 3 meses está ganhando peso normal e desde cedo estabeleci uma rotina do sono (Banho, luz de abajur, pijama, mamada) e atualmente ele está dormindo 11 horas seguidas, mas algumas pessoas falaram sobre a hipoglicemia e fiquei meio receosa. Durante o dia ele mama bem e a cada 2 horas. Se o senhor puder me orientar ficarei muito agradecida.

    • Prezada Edileusa,
      Como o blog não substitui uma consulta, seria irresponsabilidade minha opinar sobre o seu filho. Sugiro que converse com o pediatra para que ele lhe oriente. De um modo geral, não é recomendável deixar um bebê de três meses ficar mais de 6 horas sem mamar.

  96. Boa noite dr,
    Peço que me ajude, meu filho de 1a6m passou a acordar de madrugada gritando, ele n fazia isso, tem dias que uma vez só outros vários dias, e fica de olho fechado nao abre, n aceita o bico e as vezes aceita a mamadeira, ele parece ta com raiva eu balanço canto e só com o tempo ele sozinho se acalma, e dorme, ao q como ele m abre o olho fico sem saber, já tirei roupa achando q era calor, coloquei roupa p ver se era frio, como tá com 8d nascendo achei q podia ser isso, mas como tá continuando já n sei

    • Prezada Tamara,
      Como o blog não substitui uma consulta, seria irresponsabilidade minha opinar sobre o seu filho. Sugiro que converse com o pediatra para que ele lhe oriente. Crianças também sonham e têm pesadelos e isso pode ser um dos motivos para o choro noturno. Mas, consulte o seu pediatra.

  97. Minha filha esta c/ 3 meses e de dia é muito dificil fazer ela adormecer, apenas mamando, quando percebo que esta cansada, pego no colo e tento ninar ela, balançando e fazendo som de shh, porem ela chora muuuuiittooo alto, eh soh colocar na posição de nanar p/ ela começar a chorar. Jah tentei nesse momento que vejo que ela esta com sono largar ela para que durma sozinha, porém ela se agita, começa a se mexer e parece que perde o sono, aí começa a chorar d novo, pego no colo e tento novamente e assim vamos o dia inteiro! Quando consigo fazer ela durmir e largo, ela soh dorme uns 20 min, estou preocupada com o sono dela e cmg, já que nao consigo fazer mais nada e nao consigo deixar ela chorando no berço, porém no colo também nao tem adiantado muito, socorro!

    • Prezada Gisele,
      Como o blog não substitui uma consulta, seria irresponsabilidade minha opinar sobre a sua filha. Sugiro que converse com o pediatra para que ele lhe oriente. Este assunto, como aliás todos envolvendo mães e bebês, não possuem uma resposta certa, uma solução (mágica), nem uma receita pronta. Por esse motivo a conversa com o pediatra é fundamental.

      • Jah conversei com o pediatra que me orientou a largar ela qunado estivesse quase dormindo, mas não adiantou…

      • Prezada Gisele,
        Entendo a sua situação, mas o blog não consegue dar conta de todas as variáveis e nem é um espaço de relacionamento presencial, que permita lhe oferecer uma ajuda. Seria mais uma “receita” genérica, como tantas outras, sem levar em conta as particularidades da criança e da família.

  98. Boa noite Dr. Roberto, minha filha tem quase dois anos (julho/16) e leva vários sustos (de 3 a 5) nos inícios de seu sono, abre os braços, suspira, estica as pernas enfim, se mexe todinha. Ela costuma dormir de barriga pra cima e eu a coloco de lado, quando posso, pois assim acho que tomará menos sustos. Mesmo dessa maneira e abraçada comigo (eu a abraço pra tentar dar mais segurança) ela ainda leva sustos, um pouco menos do que quando esta de barriga pra cima, mas leva. Isso é normal?? É prejudicial ao sono?? Tem algum problema?? Tem como diminuir esses sustos??

  99. Olá Dr boa noite, bom vamos lá rsrs sou mamãe de primeira viagem e minha bebê está um pouco gripada , já passei no pediatra e está tomando as medicações corretas. Minha dúvida é que de uns dias para cá , durante o sono ela vem se mexendo muito e assim gemendo, parece que está tendo pesadelos a todo momento, aqui uso da cama compartilhada, e ela dorme das 22 as 8 da manhã, ela acorda uma ou no máximo duas vezes durante a noite para mamar, e na verdade não acorda por completo dorme mamando mesmo. Não sei exatamente se é devido a gripe e a febre que deu nestes últimos dois dias , ela não quer comer e nem mamar direito, eu não fico empurrando comida, e dou a mamadeira e nem sempre ela quer. Será q é normal? Ela se contorcer toda e gemer durante a noite? Essa falta de apetite , será que demora a passar ? Estou realmente preocupada. Desde já eternamente grata.

  100. Olá!
    Que bom encontrar algo que me diz “não treine” “isso é uma violência”. Meu primeiro filho, hoje com 5 anos, foi treinado para dormir sozinho e durante muitas noites eu ficava no quarto mas o deixava chorar na cama pedindo colo para que aprendesse a dormir direto na cama dele… me senti muito mal! Não desisti e, ao final da “tortura” ele aprendeu com o sofrimento. Com 2 anos já dormia sozinho muito bem a noite toda.
    Agora tenho uma filha de 1 ano e 6 meses que tem muita dificuldade de lidar com o sono. Ela se irrita, fica até agressiva quando o sono chega e isso a faz demorar para dormir. Inicialmente tentei deixá-la na cama sozinha, mas a reação dela não foi boa, chorou muito, se irritou mais e não adiantava. Desisti, não quero isso.
    Acontece que não durmo uma noite tranquila há mais de um ano, estou cansada e isso também deve estar afetando o sono dela… virou uma bola de neve!
    Ela dorme cedo, umas 20:30 a 21h, mas depois acorda de madrugada e chega a demorar 2 horas para pegar no sono novamente. Depois ela dorme até umas 9h da manhã, e tira uma soneca de uma hora à tarde. Somando dá um tempo bom de sono, cerca de 11h. O problema é esse “plantão da madrugada” que já me deixou igual a uma zumbi…
    Uma dica, um alento, por favor!!!

    • Prezada Andréia,
      Como o blog não substitui uma consulta, seria irresponsabilidade minha opinar sobre a sua filha. Tanto mais que questões comportamentais são complexas e responder pelo blog seria superficial. Mas, é preciso diferenciar um “adestramento” de um bebê pequeno, da educação de uma criança com 1 ano e 6 meses. Entre atender imediatamente ou deixar chorar, existe um gradiente de possibilidades. O importante é que compreenda que, nesta idade, uma criança precisa desenvolver alguma capacidade de se auto consolar e se não colocarmos limites ela nunca vai “se virar” sozinha. Não á algo fácil e envolve sentimentos confusos. Por esse motivo sugiro uma conversa com o pediatra, para lhe orientar.

  101. Oi doutor meu bebe chora muito dr madrugada ele nao sente cólica mais chora muito alguns dizem que ele trocou o dia pela noite outros dizem que isso vai passar quando ele estiver com 1mes hoje ele esta com 21 dias e não sei o que fazer me ajudem

    • Prezada Ana Caroline,
      Como o blog não substitui uma consulta, seria irresponsabilidade minha opinar sobre o seu filho. Sugiro que converse com o pediatra para que ele lhe oriente. Mas, de um modo geral, bebês pequenos, choram muito, nem sempre com uma razão que seja identificável.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s