Arquivo de Tag | receitas de papinhas

QUANDO A MAMÃE É CHEF DE COZINHA!

Lucia é uma chef de cozinha que tem um canal no youtube (https://www.youtube.com/channel/UCYLysnuwNGfRc5y6QyLtyLQ) onde ensina a fazer deliciosos pratos. O desafio que propus à Lucia foi o de fazer um filme com alguma receita básica para bebês,  que pudesse servir de orientação para as mães. Luisa, sua filha é quem testou as receitas para o blog.

Como quem lê o blog sabe, a alimentação de bebês e crianças não pertence ao campo da ciência ou do conhecimento específico do pediatra. Pelo contrário, a alimentação de bebês e crianças é algo cultural e econômico. Como somos um país tropical, iniciamos a introdução de alimentos com frutas. Mas imaginem se uma mãe sueca vai ter bananas a um preço razoável para oferecer a seu filho? Ou uma mãe japonesa? Em cada país, os bebês começam sua alimentação sólida,  em função dos alimentos mais disponíveis, o que acaba produzindo hábitos culturais. Portanto, não ha porque se fazer um grande mistério a respeito deste momento que deve ser o mais natural e desprovido de “ciência e saber”. Aliás, como quase tudo relacionado a nossos filhos!

Mas, uma ajudinha, sem ser um roteiro rígido, pode ser interessante. Espero que vejam o vídeo e leiam as receitas abaixo como uma fonte de inspiração à criatividade culinária de vocês e não como um “manual da boa alimentação do bebê”.

Obrigado à Lucia pelas receitas e à Luisa por tê-las provado e aprovado. Divirtam-se na cozinha e, mais ainda, vendo seus filhotes se deliciarem.

Leia também: QUANDO PAPAI É CHEFE DE COZINHA!   OLIVIA APROVA NOVOS PRATOS!  INTRODUZINDO COMIDA PARA O BEBÊ

Papinhas para bebês – 1ª fase: iniciando os sabores

Base das preparações:

Caldo de frango

Ingredientes:

– 600g de peito de frango;

– 1 cebola grande ou 2 pequenas;

– 3 dentes de alho;

– 3 cenouras;

– 1/2 maço de salsinha;

– 3 galhinhos de tomilho fresco;

– 2 l de água.

 

Modo de preparo:

 

– Lave bem o peito do frango em água corrente;

– Coloque-o na panela de pressão com 2 l de água, juntamente com os outros ingredientes picados grosseiramente;

– Assim que a panela começar a chiar, abaixe o fogo e deixe cozinhar por 40 minutos;

– Coe o caldo e use somente o líquido no preparo das papinhas.

 

Caldo de carne

Ingredientes:

– 600g de músculo, acém ou patinho;

– 1 cebola grande ou 2 pequenas;

– 3 dentes de alho;

– 3 cenouras;

– 1/2 maço de salsinha;

– 3 galhinhos de tomilho fresco;

– 2 l de água;

 

Modo de preparo:

 

– Corte o músculo em cubos grandes;

– Coloque-os na panela de pressão (de preferência antiaderente) bem quente e deixe-os refogando até ficarem bem dourados;

– Acrescente os outros ingredientes picados grosseiramente e, em seguida, a água.

– Assim que a panela começar a chiar, abaixe o fogo e deixe cozinhar por 40 minutos.

– Coe o caldo e use somente o líquido no preparo das papinhas.

 

Papinha de batata doce, abobrinha, ora-pro-nóbis e caldo natural de frango (rende aproximadamente 7 porções de 150g)

 

Ingredientes:

 

– 400g de batata doce;

– 1 unidade de abobrinha italiana (200g);

– 30g de ora-pro-nóbis (aproximadamente 30 folhas);

– 500 ml de caldo de frango;

– sal marinho (pouco).

 

Modo de preparo:

 

– Em uma panela de pressão junte as batatas doce descascadas e cortadas grosseiramente;

– Junte a abobrinha cortadas com casca e as folhas de ora-pro-nóbis;

– Acrescente o caldo de frango e o sal;

– Tampe a panela e, assim que começar a chiar, cozinhe por 20 minutos em fogo baixo;

– Bata a papinha em um mixer ou no liquidificador até atingir a consistência desejada;

– Porcione as papinhas, deixe-as esfriar e leve ao congelador;

– As papinhas duram por até 6 meses no congelador e até 3 dias na geladeira;

– Ao servir coloque um fiozinho de azeite extra-virgem.

 

Papinha de mandioca, chuchu, couve e caldo natural de carne (rende aproximadamente 7 porções de 150g)

Ingredientes:

– 200g de mandioca;

– 4 folhas grandes de couve;

– 2 unidades de chuchu (350g aproximadamente);

– Sal marinho (pouco);

– 500 ml de caldo de carne.

 

Modo de preparo:

– Em uma panela de pressão junte as mandiocas descascadas e cortadas em pedaços não muito grandes;

– Junte a couve e o chuchu cortados grosseiramente;

– Acrescente o caldo de carne e o sal;

– Tampe a panela e, assim que começar a chiar, cozinhe por 20 minutos em fogo baixo;

– Depois de cozida, retire da mandioca o fio duro que fica no meio dela;

– Bata a papinha em um mixer ou no liquidificador até atingir a consistência desejada;

– Porcione as papinhas, deixe-as esfriar e leve ao congelador;

– As papinhas duram por até 6 meses no congelador e até 3 dias na geladeira;

– Ao servir coloque um fiozinho de azeite extra-virgem.

 

Leia também: QUANDO PAPAI É CHEFE DE COZINHA!   OLIVIA APROVA NOVOS PRATOS!  INTRODUZINDO COMIDA PARA O BEBÊ

OLIVIA APROVA NOVOS PRATOS!

Comida de criança também pode ser algo criativo, tanto nas receitas, quanto nas apresentações. Já comentei sobre a importância de apresentações criativas, para estimular o apetite das crianças que “não comem

imageNa foto, vemos a Olivia, que é a provadora oficial dos cardápios do seu pai.  Pelo sorriso da Olivia vocês já sabem o que está por vir: mais um prato com novidades do Chef Gabriel.

Publico abaixo as receitas do que está no prato que a Olivia come com tanto prazer. Chamo a atenção para a forma criativa de preparar uma “pasta” de músculo, a ser colocada sobre os alimentos. image (11)

Espero que estas receitas inspirem a todos os leitores a se tornarem mais criativos com os pratos de seus filhos. Nas fotos deste post a Olivia está com 9 meses de idade, mas, desde os 7 meses (fotos do primeiro post com receitas), que ela já come um prato com a comida separada, produzindo também, um belo estímulo visual.

Obrigado Olivia e Gabriel, por mais essa rodada de receitas e bom apetite para todas as crianças (e algumas mamães e papais que não resistirão e irão provar também!).

Batata baroa com salsinha 

  • Batata baroa – 2 médias
  • Alho picado – 1 dente pequeno
  • Cebola picada – ½  unidade pequena
  • Salsinha picada – 2 colher de chá
  • Azeite – 2 colheres de chá
  • Sal – 1 pitada
  • Caldo de frango caseiro sem sal 

Cozinhe as batatas baroas descascadas no caldo de frango a ferver, até amolecerem. Retire da água e escorra bem. Amasse com um garfo ou espremedor de batatas.

Aqueça o azeite em uma frigideira e refogue o alho e a cebola picados. Não deixe dourar muito somente amolecer. Adicione a batata baroa amassada e refogue bem, desligue o fogo e misture a salsinha picada e o sal.

Guarde na geladeira em um vidro esterilizado e bem fechado.

Purê de ervilha

  • Ervilha seca – 1 xícara de chá
  • Cebola picada – ½ grande
  • Alho picado – 1 dente médio
  • Azeite – 2 colheres de sobremesa
  • Sal – 2 pitadas
  • Caldo de carne ou frango caseiro e sem sal – 2 e ½ xícaras de chá 

Cozinhe a ervilha no caldo a ferver até que fique bem macia. Escorra bem, mas reserve um pouco do caldo. Passe a ervilha em um processador de alimentos ou no liquidificador até virar um purê, não precisa ficar extremamente liso. Se precisar adicione um pouco de caldo para não ficar muito seco.

Refogue o alho e a cebola picados até amolecerem, sem dourar, adicione o purê de ervilha e o sal, mexa bem e deixe pegar gosto por uns 2 minutos.

Guarde na geladeira em um vidro esterilizado e bem fechado.

image (3)

Abóbora com hortelã 

  • Abobora vermelha descascada e em cubos pequenos – 2 xícaras de chá
  • Cebola picada – ½ unidade média
  • Alho picado – 1 dente médio
  • Hortelã picado – 1 colher de sobremesa
  • Azeite – 1 colher de sobremesa
  • Sal – 2 pitadas
  • Caldo de carne ou frango caseiro sem sal – 500 ml 

Cozinhe a abóbora cortada em cubos no caldo a ferver. Quando estiver bem macia, escorra e amasse com um garfo ou espremedor de batatas (não precisa ficar muito liso).

Em uma frigideira aqueça o azeite e refogue o purê de abóbora por uns 2 minutos até pegar sabor. Retire do fogo e misture o hortelã picado e o sal.

Guarde na geladeira em vidro esterilizado e bem fechado.

Bertalha refogada 

  • Bertalha – 1 maço
  • Alho picado – 1 dente médio
  • Cebola picada – ½ unidade pequena
  • Azeite – 2 colheres de chá
  • Sal – 1 pitadinhas 

Desfolhe a bertalha e cozinhe as folhas em água fervente até amolecerem, não cozinhe demasiadamente para não perder a bonita cor verde. Retire da água e escorra bem, reservando um pouco do caldo.

Transforme as folhas de bertalha em um purê no liquidificador ou com um mixer.

Em uma frigideira aqueça o azeite e refogue a cebola e o alho picados, até que amoleçam sem deixar dourar muito. Adicione o purê de bertalha e cozinhe por 1 minuto até pegar sabor. Adicione o sal e misture bem. Retire do fogo.

Guarde na geladeira em vidro esterilizado e bem fechado.

Músculo refogado 

 

  • Músculo cortado em cubos pequenos – 2 xícaras de cháimage (7)
  • Cebola picada – 1 pequena
  • Alho picado – 2 dentes
  • Cenoura picara – 2 colheres de sopa
  • Tomilho picado – 1 colher de chá
  • Salsinha picada – 1 colher de chá
  • Louro – 1 folha
  • Azeite – 1 colher de sopa
  • Caldo de carne ou frango caseiro sem sal – 5 xícaras de chá
  • Sal – 2 pitadas 

 

Em uma panela aqueça o azeite e refogue a cebola e o alho picados até amolecerem, adicione a cenoura picada cozinhe mais um pouco. Coloque o músculo e refogue bem. Despeje o caldo na panela e adicione a folha de louro.

 

Cozinhe em fogo médio até a carne ficar bem macia. Desligue o fogo, escorra a carne reservando um pouco do caldo.

 

Passe a carne com todos os outros ingredientes, menos a folha de louro, no liquidificador ou processador até virar uma pasta, que não precisa ser muito lisa. Se necessário coloque um pouco do caldo reservado.

 

Guarde na geladeira em pote de vidro esterilizado.