O QUE DESEJA UM PEDIATRA NA VIRADA DO ANO?

2014Final de ano, início de um novo ano. Com frequência, fazemos listas de intenções ou deliberações para o novo ano que vai começar. A seguir, a minha lista de desejos para as crianças e seus pais, para  2014:

Tenham saúde– não desejo apenas que tenham menos febres e resfriados, pouca ou nenhuma tosse, xixi e cocô normais o ano todo, o que seria ter menos doenças, uma maravilha! Desejo, principalmente, que em 2014 os pais possam se dedicar a preservar a sua própria saúde, através de uma alimentação balanceada e saudável, exercícios físicos feitos de forma sistemática e regular, contribuindo, com o seu exemplo para o desenvolvimento de hábitos saudáveis, em toda a família.

Sejam criativos– desejo que fujam de fórmulas prontas de diversão e encontrem novas formas de estarem juntos, criando laços afetivos fundamentais para o bom desenvolvimento das crianças. Esqueçam os manuais e as regras, inclusive as dos pediatras, e deixem seus corações ditarem o rumo.

Sejam ociosos– que todos tenham tempo para “não fazer nada” e, assim, pensar um pouco na vida e no que é importante ou não. Nem sempre fazer, produzir, “entregar” (linguagem do mundo dos negócios que serve para estes, mas não para a vida como um todo) nos permite pensar com mais clareza. A mente, para ter novas ideias, não deveria estar ocupada. Não é à toa que a palavra ócio é a raiz grega para escola!  O ócio é o oposto do agir pelo agir, dessa compulsão de fazer, sem se preocupar em ser.

Divirtam-se– a vida não é um “business plan” com metas, objetivos, orçamentos e bônus. Ainda que essas ferramentas do mundo dos negócios possam ser adaptadas e úteis nas nossas vidas privadas, a vida é bem mais do que algo que se possa medir através da produtividade. Em geral, aspiramos à felicidade, em nossas vidas e desejamos o mesmo para nossos filhos- que sejam felizes. Felicidade é bem mais do que ter, consumir. Felicidade é algo que filósofos passaram séculos escrevendo a respeito e não sou eu, em um blog que vou sintetizar, em uma frase, o que é felicidade! Mas, posso sugerir que se divertir tem uma relação muito estreita com esse desejo humano. Se conseguirmos ser crianças, achando graça nas coisas e permitirmos que nossos filhos não se tornem adultos responsáveis (o que é muito importante) às custas de terem que matar a criança que existe neles, podemos supor que as chances de sermos felizes, aumentam.

Esta lista poderia ser muito mais longa. Quanto mais longa, menor as chances dos desejos se realizarem. Afinal de contas, nenhum deles acontece só porque estão numa lista. Exigem trabalho e dedicação para acontecerem.  Portanto, opto por uma listinha curta, com a esperança de provoca-los a pensarem nas suas listas, dando lugar a mais afeto e carinho, mais tempo para o convívio e a brincadeira,  com seus filhos.

Um 2014 muito alegre para todos!

4 pensamentos sobre “O QUE DESEJA UM PEDIATRA NA VIRADA DO ANO?

  1. Ola Dr. Cooper,

    Um 2014 bem bom pra você e para a sua família !
    Que venham muitos posts interessantes e boas mensagens, sempre positivas.

    Sucesso.

    Beijos

    Bia

  2. Olá Dr. Roberto, passei por aqui e foi muito bom ler tantas coisas boas. Enfim, mesmo atrasada
    te desejo um ano mais que feliz, um ano azul. Bj. Rosângela.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s