OSCAR NIEMEYER, PEDAGOGO

Oscar NiemeyerUm pediatra escrever sobre um arquiteto? Ainda por cima um arquiteto que faleceu aos 104 anos de idade? Realidades (arquitetura e velhice) muito distantes do universo habitual de um pediatra. Mas, não é qualquer arquiteto. Talvez o brasileiro de maior importância em termos de criação artística e reconhecimento mundial. Só por esse motivo, já mereceria a homenagem de todos nós. Mas, a vida de Oscar Niemeyer foi muito mais do que uma enorme produção de projetos arquitetônicos. Seu modo de viver e perceber o mundo são uma aula a ser apreendida. Nesse sentido, percebo Oscar Niemeyer como um pedagogo. Sem ter cátedra, sem a pompa das instituições universitárias, vivendo a vida como viveu, nos dá a oportunidade de pensarmos melhor a nossa e de nossos filhos.

Oscar Niemeyer era um humanista. Algo que nem sabemos bem o que signifique, tão mecanizado e cronometrado se encontra nosso modo de viver. Comentar que ele produziu, criou, até pouco tempo antes de  morrer aos 104 anos, gera pouca ou nenhuma reação na grande maioria de nós. Como se fosse algo banal, chegar a essa idade, lúcido. Mais do que isso, produtivo. É algo que nos deveria fazer parar por uns minutos para tentarmos aprender algo com uma pessoa assim.  Humanista é alguém que tem seu foco de vida no ser humano. Talvez não seja a definição erudita, mas é a que me parece mais adequada. O humano não é um intrumento para o mundo produtivo. Como humanista, valorizava a beleza porque entendia que era através da emoção que está provoca que se pode alcançar o próximo. Os gregos já pensavam assim, a ponto de criarem um ramo da filosofia chamado Estética. Hoje, não temos tempo para a filosofia. Tempo é dinheiro, diz o mantra equivocado. Tempo é o fio com que se tece uma vida. Oscar Niemeyer sintetizou da seguinte forma: a vida é um minuto! Sua lição foi a de nos fazer sentir, através das suas obras, a importância da emoção na vida cotidiana.

Niemeyer sonhou e ousou. Outra grande lição de vida! Não tolher a criatividade, não aceitar normas vigentes, desafiando até a verdade do concreto que, antes de  Niemeyer, praticamente só conhecia a linha e ângulo reto. O concreto sinuoso, sensual, curvo, como o universo, é uma mudança de paradigma que somente uma mente irrequieta conseguiria produzir. Como disse Bernard Shaw : “O homem sensato se adapta ao mundo; o insensato insiste em tentar adaptar o mundo a ele. Todo o progresso depende, portanto, do homem insensato.”  Niemeyer, nesse sentido, foi um insensato.

Como cético, tudo que queria era aprender mais. Nos últimos doze anos da sua vida, toda terça-feira, se reunia com a sua equipe e um cosmólogo e filósofo, para discutir temas que iam desde a física quântica, passando pela filosofia e incluindo a literatura clássica grega. Num mundo de super especialização, ter a coragem de ser um generalista, é algo extraordinário. E nós, que não temos tempo para ler um livro, assistir uma conferência ou aprender algo novo? Vejam que o Niemeyer fazia essas reuniões de estudo sem parar de trabalhar e produzir! Não era um senhor aposentado que preenchia seu tempo com cursos. Era um ativo e demandado arquiteto que, separava um tempo para investir no conhecimento. E que começou este  investimento aos 92 anos de idade!

Todos os amigos falam da sua generosidade. Valorizava seus relacionamentos a ponto de ter escrito : ” O mais importante não é a arquitetura, mas a vida, os amigos e este mundo injusto que devemos modificar”.  Também era uma pessoa humilde porque entendeu nossa dimensão no tempo e no espaço. “O homem está num planeta pequenininho, no fim da galáxia, longe de tudo. Isso dá uma ideia da precaridade do ser humano. Nasce, morre, como outro bicho, por isso deve ser mais modesto, ver a vida com paciência, sabendo que estamos no mesmo barco. O sujeito que que pensa que é importante, para mim, é um débil mental”

Se queremos que nossos filhos sejam adultos generosos, curiosos, produtivos,  de sucesso e acima de tudo, felizes, talvez valha a pena pararmos um pouco e olharmos para a vida do Oscar Niemeyer.  Certamente vamos aprender algo. Se vamos ter a coragem de aplicar o que aprendermos, é outra história!

Ficarei muito feliz em ouvir (ler)  os comentários de vocês. Este é um post bem diferente e exprime opiniões pessoais, com as quais ninguém é obrigado a concordar.

10 pensamentos sobre “OSCAR NIEMEYER, PEDAGOGO

  1. um texto muito bonito e como sempre, nos coloca para pensar…………….não apenas na obra desse genio da arquitetura ou nesse brasileiro que devemos sempre nos orgulhar e mirar mas, um texto que nos leva a refletir o que queremos para nós e nossos filhos. que imagem voce quer deixar? Parabens Roberto, AMEI!

  2. Lindo texto, me faz lembrar um superior de trabalho que eu tive que foi brilhante no que fez e teve êxito porque fez tudo diferente do que já havia sido feito, e nem do ramo ele era. Na minha vida também vejo as coisas dessa forma, pois ao contrário de me acomodar e ficar quietinha, a mesmice me causa uma aflição inimaginável, o copiado me causa indignação.
    Niemeyer foi um mestre na arte de criar beleza em outras formas, dentro daquilo que ele gostava de fazer, e fez toda a diferença.
    Seria tão bom que nossos futuros profissionais buscassem nesse exemplo, o estímulo de fazer das suas profissões algo inédito, algo criativo e diferente?!

    • Edite,
      Obrigado por seu comentário gentil e rico. Cabe a cada um de nós motivar os mais jovens a serem curiosos e criativos. Aliás, começamos quando somos acolhedores da criatividade e originalidade infantil de nossos filhos. E, quando mantemos o estímulo para que continuem criativos, mostrando que responsabilidade e ousadia podem (e devem) conviver.

  3. Estava procurando algo que me ajudasse a definir Oscar Niemeyer em meu trabalho escolar,seu texto está maravilhoso,disse tudo o que eu precisava saber,me ajudou muito!!Obrigado

    • Prezada Maria Gabriella,
      Fico feliz que o texto tenha lhe ajudado. Espero que seu trabalho escolar seja bem avaliado. Se for, o mérito será seu por ter sabido extrair do meu texto o que era mais interessante. Se não for, a responsabilidade será minha! Sucesso!

  4. É muito gratificante ler um artigo que nos faz refletir sob nosso modo de viver,pensar, e porque no decir até nosso modo de agir,apesar deste artigo ser antigo, procurando para um trabalho de escola do meu filho a respeito de Oscar Niemeyer me chamou a atenção o seu depoimento. ou que me fez refletir e pensar em cada palavra que você escreveu,e com certeza esse grande homem nos deixou uma bela lição de vida, não só como um brilhante arquiteto mas sem duvida alguma como ser humano.(bom seu artigo me ajudo muito para concluir o trabalho do meu filho, obrigada)

  5. Fantástica maneira de interpretar Oscar Niemeyer, homem que com certeza servira de exemplo por muitas gerações, e sua reflexão nos proporciona uma interpretação que nos permite perceber essa grande e simples figura humana que foi Oscar Niemeyer…
    Obrigada por suas sábias e bem usadas palavras.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s