VACINAS PARA ADOLESCENTES

No primeiro ano de vida de nossos filhos, as vacinas ocupam um lugar importante. Os pais ficam atentos ao calendário e a quantidade de vacinas, felizmente, aumenta.  No entanto, à medida que as crianças vão crescendo, as vacinas são esquecidas. Gostaria de lembrar algumas vacinas importantes de serem dadas, durante a adolescência:

1-      Vacina contra o HPV (Human Papilloma Virus)- o vírus do papiloma humano é transmitido sexualmente e é extremamente difundido entre os adultos, sendo considerada a doença sexualmente transmissível mais comum. Na maioria dos casos a infecção não produz nenhum sinal ou sintoma. Ocasionalmente pode produzir verrugas genitais, tanto em meninas, quanto meninos. O HPV também está implicado no câncer de colo de útero. Por esses motivos, a recomendação é de se vacinar meninas e meninos, preferencialmente, entre  11 e 13 anos. A vacina é dada em três doses e, para os meninos precisa ser a vacina com 4 tipos de HPV (Gardasil). A segunda dose deve ser dada um a dois meses após a primeira dose. A terceira, seis meses após a primeira dose.

2-      Reforço da vacina tríplice (Tétano-Coqueluche-Difteria)- este reforço precisa ser dado a cada dez anos, após o último dado. Em geral as crianças recebem uma dose em torno dos cinco anos. Assim, um reforço deverá ser dado em torno dos quinze anos e a cada dez anos. Adultos devem se vacinar também. Atualmente, com ou aumento da incidência da coqueluche, a recomendação é de que se use a vacina tríplice acelular adulto (Tdap). A alternativa seria a aplicação da dupla adulto (dT) ou apenas o toxóide tetânico (TT).

3-      Vacina contra Influenza- todo ano, no início do período de maior riscos (maio-junho), os adolescentes deveriam tomar uma dose da vacina contra a Influenza. É importante lembrar que, por uma questão de língua portuguesa, Influenza e gripe são sinônimos. No entanto, a vacina não protege contra o resfriado comum (gripe), o que muitas vezes é considerado como uma “falha” da vacina. Esta vacina só protege contra uma doença mais grave, com maior letalidade, que é a Influenza.

4-      Vacina contra Hepatite B- se o adolescente não foi vacinado contra a Hepatite B, deveria tomar 3 doses desta vacina. A segunda, dois meses após a primeira. A terceira, seis meses após a primeira. Se o adolescente recebeu a vacina e precisar fazer algum tipo de exame de sangue, seria interessante pedir ao seu médico para pedir uma avaliação da resposta à vacina. Nem todas as crianças vacinadas ficam protegidas e precisariam de uma segunda série de vacinas.

5-      Vacina contra Hepatite A- se o adolescente não foi vacinado quando criança, deveria receber duas doses. A segunda, seis meses após a primeira.

6-      Vacina contra Sarampo, Rubéola e Caxumba- se não recebeu estas vacinas quando criança, deveria tomar duas doses. A segunda, no mínimo quatro semanas depois da primeira.

7-      Vacina contra a Catapora (Varicela)- se o adolescente não tomou esta vacina, nem teve a doença, recomenda-se tomar duas doses. A segunda, no mínimo quatro semanas depois da primeira.

8-      Situações especiais devem ser discutidas com seu pediatra para verificar a necessidade, ou não de vacina pneumocócica e quadrivalente contra meningite.

9-      Viagens- consulte seu médico em caso de viagens. Alguns países exigem vacina contra a febre amarela e esta deve ser dada, pelo menos, dez dias antes da viagem. A vacina contra a febre amarela tem validade para dez anos.

6 pensamentos sobre “VACINAS PARA ADOLESCENTES

  1. Olá, meu filho terá que tomar a vacina TDPA (acelular). Moro no interior do estado de São Paulo ( Tietê ). Gostaria de saber o lugar mais próximo da minha cidade que tenha esta vacina.
    Aguardo resposta
    Obrigada
    Silvia Fré

    • Prezada Silvia,
      A vacina TDPA não faz parte das vacinas oferecidas pelo programa de vacinação do Ministério da Saúde. Portanto, deverá procurar uma clínica privada de vacinação. Não conheço as clínicas de vacinação de Tietê ou das proximidades. Sugiro que pergunte ao seu pediatra ou clínico. Eles devem saber lhe orientar. Alternativamente pode pesquisar na internet quais as clínicas de vacinação existentes na sua cidade e/ou região.

    • Prezada Camila,
      Vai depender de que vacinas a criança tomou. Considerando que ela tomou todas as vacinas do calendário vacinal brasileiro, ela deverá tomar o reforço da antitânica com a antidiftérica. Se a adolescente tiver condições de fazer vacinas em serviços privados, que não fazem parte das que são obrigatórias e oferecidas gratuitamente nos postos de saúde, poderá fazer o refoço da antitetânica-diftérica-pertussis acelular e a vacina contra o HPV (Papiloma Virus Humano).

  2. OLA DR ,minha filha esta com 6 meses e tomou as vacinas Anti-polio, tetravalente e PNEUMOCOCICA e esta tendo febre a dois dias essa reação é normal ou devo procurar um pediatra . estou muito preocupada . aguardo a resposta obrigado.

    • Prezada Nauana,
      Como o blog não substitui uma consulta, sugiro que, em estando preocupada com qualquer aspecto da saúde da sua filha, procure seu pediatra. O blog, na melhor das hipóteses, serve para divulgar informação.
      Uma febre que aparece após a vacinação pode ser devido a esta. Mas, se persistir, a criança deve ser examinada pelo seu pediatra.
      Espero que compreenda a limitação do blog.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s