DIA MUNDIAL SEM TABACO

Hoje é o Dia Mundial Sem Tabaco. Há 25 anos a Organização Mundial da Saúde iniciou a conscientização da população a respeito dos riscos que o hábito de fumar representam. Atualmente, 6 milhões de pessoas morrem em decorrência de doenças atribuíveis ao hábito de fumar. Apenas para que  possamos ter uma ordem de grandeza desse número de mortes é como se toda a população do município do Rio de Janeiro morresse, em um ano! É uma das maiores causas preveníveis de doenças e  mortes que conhecemos.

Por quê resolvi escrever sobre este dia, em um blog da saúde da criança e do adolescente? Porque hoje temos estudos epidemiológicos que comprovam os malefícios do fumo passivo, aquele a que um não fumante é submetido ao entrar em contato com a fumaça de um fumante.  Sabemos que as seguintes questões de saúde de crianças e adolescentes estão relacionadas ao hábito de fumar dos adultos:

  • Fumar durante a gravidez afeta o desenvolvimento e crescimento fetal. Existem alguns estudos que correlacionam o hábito de fumar durante a gravidez com algumas doenças genéticas. Grávidas que fumam têm maior risco de parto prematuro e maior mortalidade perinatal. Há uma provável correlação entre fumar na gravidez a a síndrome de morte súbita do recém nascido.
  • Fumar na presença de crianças reduz a qualidade de vida destas, aumentando o número de dias em que faltam à escola e o número de dias doentes, no ano.
  • Crianças expostas à fumaça de cigarro apresentam um número significativamente maior de doenças respiratórias, desde simples manifestações alérgicas até o aumento de bronquites e pneumonias. Há uma associação entre a fumaça de cigarro e a asma.
  • Fumar provoca uma inflamação nas artérias das crianças, cuja consequência é a formação de placas de aterosclerose.

Ainda sem comprovação, mas com uma probabilidade forte, alguns tipos de câncer infantil podem estar relacionados com a exposição à fumaça do cigarro.

Crianças expostas à fumaça de cigarro, apresentam maior risco de câncer e doença coronariana na vida adulta.

Portanto, não há a menor dúvida de que a exposição à fumaça do cigarro é muito nociva para as crianças expostas. Além da exposição, os adolescentes podem se sentir “motivados”  a fumar, pelo exemplo de seus pais. Nessa situação, não só terão sido expostos indiretamente, quando crianças, como terão contato direto com a fumaça do cigarro, engrossando tristemente as estatísticas terríveis que conhecemos hoje.

Todo esforço para que adultos parem de fumar, adolescentes não começem e crianças não sejam expostas à fumaça do cigarro, valerá a pena.

5 comentários Adicione o seu

  1. Parabens Cooper, amar uma criança significa respeita-la.

    1. Helcio,
      Respeitar significa, entre outras coisas, um ambiente saudável. O cigarro impõe riscos evitáveis à saúde das crianças (e adultos), mas, não é o único “vilão”. Nossa sistemática agressão ao meio ambiente também traz riscos enormes à saude de todos. Ignorar isso é um desrespeito, um desamor.

  2. beatriz farah disse:

    Nunca eh demais ressaltar a importância de um ambiente saudável.
    Lembrar que o tabaco eh nocivo nao so para os adultos como para as crianças continua sendo necessário, incrível.
    BJs

    1. Bia,
      Bons hábitos, curiosamente, precisam ser lembrados e relembrados. A questão do ambiente está mudando, mas ainda precisa ser enfatizada. Vamos receber a Rio + 20 em alguns dias. Cada um de nós poderia definir 3 metas para um ambiente domicialiar mais saudável. Onde houver adultos fumantes, parar de fumar poderia (deveria) ser uma das 3 metas.

      1. Beatriz disse:

        Verdade Dr. Cooper!
        A evolução da ciência e da tecnologia bem como a evolução dos indivíduos tem nos feitos mudar comportamentos muito antigos, daí a necessidade constante de se enfatizar algumas questões que já estão enraizadas ao nosso comportamento diário.
        E quantos estudos ainda serão realizados e quantas descobertas ainda não serão feitas não é mesmo ? E novamente reavaliaremos nossos hábitos e quem sabe o mudaremos.
        Hábitos são difíceis de mudar, é uma longa e árdua rotina diária, exige tempo e como você já comentou, muita paciência. E quem não sofre por um bom regime ou por iniciar uma atividade física e sair do sedentarismo ?
        Diria que a alimentação saudável,balanceada e a atividade física ( movimentar o corpo de alguma maneira, sair de casa para brincar…) seriam minhas duas metas básicas.

Deixe uma resposta para Dr Roberto Cooper Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s