ESCARLATINA

No post sobre o Doutor Google dei um exemplo usando um caso fictício de Escarlatina. Algumas pessoas me perguntaram sobre esta doença e uma mãe me enviou a notificação que recebeu da escola, relatando um caso de Escarlatina. Resolvi falar (escrever!) sobre esta doença que, no passado, já foi mais assustadora. Hoje, é um doença simples, de fácil diagnóstico e tratamento, com excelente prognóstico.

A Escarlatina é uma manifestação cutânea de uma infecção por uma bacteria que se chama Streptococus pyogenes  ou Streptococo β hemolítico do Grupo A (até que enfim algo que não é virose!). Em geral, a infecção é na garganta, produzindo uma amigdalite. Entre os 3 e 7 anos de idade é que se obervam o maior número de casos que são raros abaixo de 3 anos e acima dos 15.

A doença começa com uma febre, frequentemente alta e,  12 a 48 horas após o início desta, aparecem umas erupções vermelhas (daí o nome escarlatina), na pele. Em geral, as primeiras “pintinhas” aparecem no pescoço, tronco, axilas e virilha, mas se espalham pelo corpo todo. A caracterísitca mais significativa dessa erupção (o nome técnico seria exantema papular) é a textura da pele que fica parecendo com uma lixa fina (áspera). Em alguns casos, as crianças ficam com uma palidez ao redor da boca e a língua pode apresentar uma camada esbranquiçada nos primeiros dias mas que se modifica e passa a ter um aspecto de morango (veja a figura à direita). Essa erupção leve em torno de 7 a 10 dias para desaparecer, mas pode levar até 3 semanas, sem que isso tenha nenhum significado. Algumas crianças apresentam uma descamação da pela, à medida que as pintinhas vermelhas vão sumindo.

Frequentemente essa manifestação na pele é acompanhada de uma amigdalite. Nestes casos, para se confirmar o diagnóstico de infecção por Streptococo, se faz um “swab” da garganta (se esfrega um cotonete mais longo nas amigdalas) e um teste rápido é feito. Este teste fica pronto praticamente na hora e, quando positivo, elimina a necessidade de uma cultura. Quando é negativo, deve-se aguardar o resultado da cultura. Muitas vezes o pediatra nem vai pedir um Strep test (o teste rápido) e, com base na história e no exame clínico, vai medicar a criança. O tratamento das infecções por Streptococo e, portanto, da Escarlatina, é com antibióticos, por 10 dias. Em geral, a criança melhora muito 24 a 48h depois de iniciado o antibiótico. É importante que os pais completem os 10 dias de tratamento para garantir que o Streptococo seja erradicado. A Escarlatina e/ou infecção por Streptococo são doenças simples. No entanto, em um percentual pequeno de crianças que não recebem o tratamento adequado, duas outras doenças, estas sim mais sérias, podem se desenvolver: a Febre Reumática e a Glomerulonefrite Difusa Aguda. A primeira (Febre Reumática) atinge vários sistemas ou órgãos e produz uma cardite (inflamação do coração). A segunda (Glomerulonefrite Difusa Aguda) atinge os rins com um quadro de inchaço (edema) e pressão alta. Quando corretamente tratada, a Escarlatina não tem nenhum risco de se desdobrar em uma dessas doenças. Por isso a importância dos dez dias de antibiótico prescrito, nos horários corretos. Não há necessidade nem indicação de se refazer o “swab” da garganta.

Com relação à transmissão da doença, ela se dá através de contato próximo com alguém que esteja com a infecção. O período de incubação (do momento do contato até os primeiros sintomas) é de 24h até 3 a 5 dias. O período de contágio (tempo em que a pessoa pode transmitir a doença) é até completar 24h de antibiótico. Trata-se de uma doença de período de incubação bem curto e, após 24h de inciado o antibiótico, a criança não a transmite mais. A criança com Escarlatina ou infecção por Streptococo deve ser afastada da escola,  no mínimo, até completar 24h de antibiótico. Em geral a febre e o mal estar duram mais do que essas 24h obrigando a criança a ficar em casa.

Se tiverem dúvidas, mandem suas perguntas. Tentarei responder o melhor possível.

103 comentários sobre “ESCARLATINA

  1. minha filha tem debaixo do queixo e um pouco bem pouco no peito onde pega o queixo .
    na parte embaixo do queixo ela é aspera ,porem elas somem qdo passo a pomada mas depois sempre voltam , estou nesse ciclo a algum tempo , elas somem e voltam .
    essa doença é assim , ela some e volta ?
    ela tem bem pouco e nao notei ter almentado .
    estou muito assustada pois pensei que fosse algum tipo de assadura calsada pelas roupinhas dela , coisa assim .
    ela esta com a urina um pouco escura mas o pediatra dela disse que é da vitamina dela e deve uns dias atras que ela estava urinando menos . sera que ela esta em estado avançado ?
    aguardo respostar estou muito preocupada !

    • Wanda,
      Talvez já tenha lido algumas de minhas respostas a comentários, talvez não. Por isso, gostaria de reforçar o fato de que, para mim, é impossível fazer comentários ou juízo clínico sobre crianças que eu não conheço a história, nem examinei. Seria leviano ou irresponsável da minha parte. Essa é uma limitação do blog. É por esse motivo que eu sempre recomendo que as mães procurem seus pediatras para tirarem as duvidas específicas. Dito isso, posso lhe assegurar que a Escarlatina não é uma doença que vai e vem. Assim, o que a sua filha tem não é escarlatina. Pode ficar tranquila. Agora, se a sua filha está urinando de fato menos, a primeira providência é aumentar a quantidade de líquidos que oferece a ela e falar com o seu pediatra.

    • Dr. Boa noite! Meu filho de 3 anos foi diagnosticado com Escarlatina (resultado do strep test). Está tomando alivium e clavulim. Minha pergunta é: posso misturar em alguma bebida, tipo suco de uva, vitamina?

      • Prezada Karina,
        Em geral, prefiro que as mães perguntem aos seus pediatras. Mas, neste caso, minha resposta não interfere em nada com a orientação do médico. Sim, pode misturar com qualquer coisa que melhore a aceitação, por parte da criança.

  2. minha filha deu febre duas vezes mesmos qdo elas tinham sumido mas o pediatra disse que a garganta dela estava muito enflamada , semana passada ele a teve febre e ele disse que a garganta del aestava tao enflamada que tinha um afta !
    sera que minha filha tem isso !
    semana passada quando deu essa febre deu umas manchas vermelhas em volta da boca , mas ela estava babando muito por nao conseguir engolir a saliva , ai pensei que fosse asaliva pq ficou vermelho ande a saliva pegava !

    • Wanda,
      Já respondi, em parte, acima. Se o seu pediatra disse que a sua filha tinha uma afta na garganta, não era escarlatina. Mais, se fosse ou tivesse a chance de ser, seu pediatra teria suspeitado. Mesmo assim, se tem dúvidas, o melhor é convesar diretamente com seu pediatra. Só ele, por ter examinado e conhecer a sua filha poderá falar especificamente dela.

  3. Dr. Meu filho foi diagnosticado com Escarlatina, ele apresenta todos os sintomas e fez um exame de sangue no hospital Sao Luiz que deu alterado. Ele esta sem comer ha 5 dias, as manchas sao muitas e agora estao coçando muito, nao tem dor de gaganta, tem febre que volta quando passa o efeito do remedio e esta sentindo muita dor no estomago e na barriga, agora a urina esta ficando bem escura. Ja faz 4 dias que esta assim e esta tomando amoxilina ha 48 horas. A medica que diagnosticou disse que ele poderia ir normalmente a escola ou jogar bola e que se nao quisesse comer nao precisava, como nao sabia o que era nao falei nada, agora que sei acho um absurdo uma medica do sao Luiz dizer que uma crianca de 7 anos com scarlatina pode frequentar a aula normal sem nem ter inciado tratamento. Dr. é normal a utina ficar escura e a dor forte na barriga??
    Obriigada

    • Renata,
      Como já deve ter percebido em outras respostas minhas, sem conhecer a criança e examiná-la, fica muito difícil opinar sobre um caso específico. Por isso, recomendo que procure o seu pediatra para tirar suas dúvidas. Quanto à escarlatina, após 24h de tratamento com antibiótico, a criança pode frequentar a escola normalmente porque não há mais risco dela transmitir a doença. Com relação à urina mais escura, a primeira coisa a se fazer é aumentar a quantidade de líquidos que a criança está ingerindo. Muitas vezes é apenas falta de líquidos. Mas, o melhor mesmo é procurar o pediatra para receber a orientação adequada.

  4. Dr. a minha filha foi diagnosticada com escarlatina, ela tem 9 anos e acho que pegou a bactéria através de mim, pois alguns dias antes eu estava com uma faringite bacteriana, achei que era uma simples inflamacao na garganta, ou seja, qdo eu descobri o que eu tinha ela já tinha pego. Ela nao teve febre alta e as manchas foram poucas, apenas na barriga e nas costas. Eu corri logo para o médico assim que notei as manchas e que ela teve febre com dor de garganta, logo começou a tomar amoxicilina. A minha duvida e que se eu posso adiantar o horário do remédio na segunda-feira para que ela nao precise tomar na escola, de 15hs para 13hs? Pois tenho medo da professora esquecer. Desde já, obrigada! Livia.

    • Livia,
      Recomendo que pergunte ao seu pediatra o que ele sugere. Antibióticos agem em função do seu nível sérico (quantidade de antibiótico no sangue) e este é uma função do tempo entre as doses. Por isso os médicos procuram ser enfáticos com a questão dos horários de tomada de antibióticos. Em princípio, a antecipação de um horário não traz problemas porque os níveis de antibiótico ficarão dentro do desejado. A questão de se antecipar uma dose é o horário da dose seguinte. É esta dose que vai ficar mais distante e poderia permitir que os níveis ficassem baixos. É por este motivo que eu recomendo que converse com seu pediatra. Ele saberá em que período do tratamento sua filha se encontra e poderá lhe sugerir que antecipe em uma hora a dose seguinte, diminuindo, um pouco, o “atraso” ou então lhe dirá que o melhor mesmo é manter o horário, recomendando que fale com a professora e até com a sua filha, para que não esqueçam da dose das 15h.

      • Obrigada Dr. eu vou conversar com as duas para que nao esqueçam do horário correto, também ligarei para a escola para lembrar. Muito obrigada pela atenção e pelos ótimos esclarecimentos.

  5. Meu filho de 5 anos foi diagnósticado com Escarlatina,(estava com febre, dor de garganta muito forte, e após dois começaram a surgir as manchas vermelhas no corpo). O plantonista receitou Amoxilina, durante 7 dias. Após dois dias após o termino do tratamento, a dor de garganta voltou e as manchinhas estavam voltando, então entramos com outro antibiótico, agora por 10 dias e uma dosagem maior. Hoje, está fazendo 6 dias que terminou o tratamento, mas está tendo uma febrinha e olho a garganta dele e me parece não muito boa. É possivel que isso aconteça novamente? Porque não estamos conseguindo tratar essa Escarlatina?

    • Giseli,
      Infelizmente, sem conhecer e examinar uma criança, não posso opinar. Aqui no blog, no máximo eu consigo transmitir algumas informações e fazer recomendações genéricas. Você me descreve o caso, muito específico do seu filho. Sugiro que converse com o pediatra do seu filho de forma franca e aberta, perguntando tudo que quer saber. De um modo geral, não específico, a escarlatina é uma doença produzida pela presença do estreptococo. Diferentemente de doenças virais (catapora, rubéola etc.), não há imunidade natural para esta doença. Assim, uma pessoa poderia ter escarlatina mais de uma vez. No entanto, dada a proximidade dos eventos que relata com seu filho, o pediatra deverá avaliar se o diagnóstico de escarlatina é o mais adequado ou se seu filho pode ter tido e está tendo uma virose com manifestação na pele (manchas vermelhas). Portanto, volto ao meu ponto de partida, recomendando que consulte o pediatra do seu filho. Ele é a pessoa mais indicada para lhe orientar. Espero que compreenda a limitação que o blog nos impõe.

  6. DR ROBERTO, POR ERROS NO DIAGNOSTICO DE DOIS MÉDICOS, MAIS DE 10 DIAS DEPOIS, APÓS AS MAOS E PÉS DESCASCAREM É QUE UM PEDIATARA ME DISSE QUE MEU FILHO DE QUASE OITO ANOS ESTAVA COM ESCARLATINA, MAS MEU PÃNICO É QUE MEU FILHO NÃO TOMOU ANTIBIOTICO E O 3º MÉDICO NADA DISSE DAS POSSÍVEIS CONSEQUÊNCIAS. MINHA DÚVIDA: ESSAS CONSEQUÊNCIAS SÃO CERTAS? SÃO APENAS POSSÍVEIS? TEM EXAME QUE DIAGNOSTIQUE A BACTÉRIA PARA SE TER A REAL CERTEZA QUE ERA A A QUE CAUSA A ESCARLATINA? E AÍ? FICO FAZENDO EXAMES DE 067 EM 06 MESES PARA FICAR INVESTIGANDO MEU FILHO? OBRIGADA.

    • Erivanda,
      As consequências não são certas. São possíveis e, relativamente, raras. Neste momento não há exame que possa ser feito para confirmar se houve infecção pelo estreptococo. Não fique fazendo exames de 6 em 6 meses para investigar seu filho. Isso é desnecessário porque, quando existe consequência da escarlatina (febre reumática é a consequência indesejável), os sintomas aparecem entre uma e três semanas após a infecção pelo estreptococo. Portanto, se nada ocorrer ou ocorreu nesse período, esquece a escarlatina e suas consequências.

  7. Boa tarde,
    Meu filho no primeiro dia foi diagnosticado com uma infecção de garganta,depois começou outros sintomas,voltei ao hospital e eles sugeriram q fosse minigite ,mas mesmo assim levei ele em outro .
    Chegando lá eles fizeram outro exame de sangue,ja com algumas manchas vermelhas no corpo,mas nada assim muito agravante,febre altíssima eles disseram q não precisava tirar o liquor,que nao tinha rigidez,e ele nao tinha aqueles pontinhos vermelhos.
    No novo exame deu bacterias no sangue,mas eles disserem que seria uma escarlatina,já estando no terceiro hospital,e já tomando o antibiotico há 3 dias ele continuava com febre alta,e no 5dia ainda febre.
    Bom conclusão,estou no 7 dia de antibiótico ele não está com febre,mas está bem abatido com olheiras,nesta quarta dia 12 se encerra o uso de antibiotico.
    Mesmo sem rigidez e petéquias ele pode ter tido uma minigite e o antibiotico pode combater?
    Grata,

    Cristiane

    • Cristiane,
      Sem ver ou conhecer o seu filho, fica difícil opinar sobre o que teria ocorrido. De uma forma genérica, apenas lendo a sua descrição, me parece pouco provável que ele tenha tido uma meningite. Quanto ao contato com outras crianças, se foi escarlatina, como parece ter sido, após 24h de tratamento com antibiótico, não há mais risco de contágio. Portanto, com 7 dias de antibiótico, seu filho pode ter contato com outras crianças, sem colocá-las em risco.

  8. Caro Doutor,
    Mora na Holanda, e depois de meu filho ter febre, dor de garganta e manchas avermelhadas pelo corpo, apesar da lingua, naquele momento estar normal, ele foi diagnosticado com escarlatina. Começou a tomar antibiotico e 12 horas depois já nào tinha mais febre e 48 horas depois as manchas pelo corpo começaram a diminuir e a pele ficou ressada. Como já estava super bem, foi para escola. No entanto, no quinto dia do tratamento, acordou com febre e dor de garganta e 2 dias depois começaram a aparecer bolhas na boca e lábios, o que não carcteriza escarlatina. Achamos que pudesse ser um novo vírus, mas ainda assim, terminei corretamente, sem falha, o tratamento do antibiótico . Agora, a lingua está com bolinhas e do meio para o final amarelada, o que me faz acreditar em escarlatina. É possivel a doença ter voltado ainda ele estando tomando o antibiótico? Li e entendi que o processo da doença pode levar até 3 semanas para desaparecer, mas como a febre voltou, tenho medo que a doença novamente tenha voltado? é possível tomar outro antibiótico um seguido do outro? Cura? Como estou fora e aqui os médicos são uma porcaria, não gostam de pedir exames, apenas ficam fazendo testes, como se fossemos cobaias,fico totalmente insegura e em pânico. Me ajude! Obrigada.
    Denise

    • Prezada Denise,
      É pouco provável que seu filho, caso medicado corretamente, tenha um retorno da escarlatina. Somente um médico, após examinar seu filho, poderá opinar a respeito do que está acontecendo com seu filho. Apesar de não ter uma boa percepção dos médicos holandeses, a formação deles é de boa qualidade e, por estarem na Europa, se atualizam constantemente. Talvez tenha encontrado um pediatra com um perfil que não lhe agradou. Isso pode acontencer. Sugiro que procure outro pediatra, tentando antes, se informar sobre sua formação, experiência e a forma com que se relaciona com seus pacientes. O blog não substitui uma consulta e, no caso que me descreveu, recomendo que escute um pediatra que tenha examinado seu filho.

  9. Prezado Dr Roberto,
    Muito obrigada pela rápida resposta. E apenas esclarecendo sobre os médicos daqui, parece brincadeira, mas posso afirmar que não existem pediatras. Esses trabalham nos hospitais, como outros especialistas e atendem apenas crianças que por um motivo ou outro deram entrada nos hospitais ou têm doenças graves. Os holandeses, tanto crianças como adultos, quando precisam de médico recorrem ao chamado médico de família, que fica tentando vários tratamentos até que um dê certo. Quando não conseguen mesmo resolver, aí sim, encaminham o paciente para o especialista, que atende nos hospitais. Cada um tem apenas 1 médico de família e só se consegue mudar caso a pessoa mude de bairro. Em outras palavras, não temos direito a uma segunda opinão. EU voltei ao meu médico de família, e a única coisa que consegui dele foi que ele colhesse material da garganta para saber se ele teve ou tem escarlatina. A conclusão que eu própria cheguei, é que ainda em tratamento da escarlatina(depois de 5 dias de antibiótico), meu filho pegou algum virus, talvez uma herpes simples, A lingua está uma mistura de sintomas da escarlatina com herpes, porque ele tem bolinhas nos labios, gengiva, embaixo da lingua e na parte interior das bochechas. ele sente muita dor e nem sopa no canudinho está conseguindo tomar. A febre é a única que está baixando, Hoje, a máxima foi 37,7 e nos dias anteriores estava em 38.5. O senhor acredita que ele possa ter adquirido um virus ainda quando estava em tratamento da escarlatina?
    Atenciosamente,
    Denise

    • Prezada Denise,
      Obrigado pelo esclarecimento sobre o funcionamento do sistema de saúde na Holanda. Quanto à sua pergunta, se seria possível adquirir um virus enquanto estava em tratamento da escarlatina, a resposta é sim. No entanto, há uma possibilidade de seu filho ter tido (e estar tendo) apenas uma virose, sem ter tido a escarlatina. Se tivesse sido feita uma cultura ou teste rápido para estreptococos no início da doença, saberíamos. Não tendo esse exame, tudo que se pode fazer é conjecturar. Em geral, devemos tentar explicar o que o paciente tem com uma única doença. É o mais usual. Por isso levantei a possibilidade de seu filho ter tido, desde o início, uma doença viral. Pela descrição, pode ser uma herpangina. Apesar do nome, não é produzido pelo herpes virus e sim por um enterovirus. Como não estou vendo seu filho e o blog não substitui uma consulta, tudo que escrevi acima são hipóteses genéricas. Sendo escarlatina ou uma infecção viral, ele vai ficar bom!

  10. Bom dia, no jardim de infância da minha filha há um “surto” de escarlatina (pelo menos 6 casos) e a minha questão é saber se a minha filha poderá ter Escarlatina, sem as manifestações “normais” d doença. Ou seja na semana passada ouve um dia em que ela se queixou muito da garganta e não conseguia comer. Nesse mesmo dia teve febre e queixou-se muito de dores de barriga. Não associei à escarlatina poque não teve manchas da pele, nem coceira,..
    Esta semana voltou a queixar-se de dores de barriga algumas vezes. Só gostava de saber se poderá estar associada à escarlatina ou não, e se devo consultar o pediatra.
    Sei que não pode fazer diagnósticos sem examinar a criança nem conhecer a história clinica dela, mas agradecia se possível uma resposta.

    • Elisabete,
      Escarlatina é a manifestação na pele de uma infecção pelo Estreptococo do grupo A. Pelo que descreveu, acho pouco provável que ela tenha Escarlatina. No entanto, ela pode ter uma infecção de garganta produzida pelo Estreptococo do grupo A. Por esse motivo eu recomendo que faça uma consulta a seu pediatra. Após o exame clínico ele pode optar por: descartar o diagnóstico de Escarlatina/infecção pelo Estreptococo do grupo A; pedir uma exame para ver se tem Estreptococo do grupo A na garganta da sua filha (cultura o um teste rápido chamado Strep Test); considerar que o quadro clínico é suficientemente convincente para iniciar tratamento com antibióticos.

  11. meu filho tem nove meses e o médico disse ser escarlatina mais ja fazem 5 dias q eu estou dando antibiotico e agora esta cada ves mais vermelho, oq eu faço??

    • Prezada Paula,
      Sugiro que fale com o seu pediatra. Como o blog não substitui uma consulta, é impossível para mim opinar especificamente sobre o seu filho. Seu pediatra, reavaliando o seu filho poderá concluir que o quadro está dentro do esperado. Ou ainda, poderá rever o diagnóstico e achar que o que seu filho tem é um quadro viral e não escarlatina. Como também pode suspeitar de alergia ao medicamento que está sendo dado. Espero que compreenda esta limitação do blog.

  12. Muito obrigada doutor,mais uma duvida eu comecei a tomar voltarem e ele mama no peito ainda e foi apartir dai que começou a dar febre mais o grosseirão ja havia aparecido antes da febre sera que pode ser pelo voltarem que eu tomo?

    • Paula,
      O princípio ativo do medicamento que está tomando é o diclofenaco. Este princípio passa para o leite materno e seu uso não é indicado para mães que estão amamentando. Sugiro que converse tanto com o médico que prescreveu o diclofenaco, solicitando um medicamento que possa ser tomado por você. Quanto à pele do seu filho, sugiro perguntar ao seu pediatra que, através do exame físico, poderá lhe dizer se é uma reação alérgica ou não. Independentemente de ser ou não uma reação ao diclofenaco, este não é recomendado para mulheres amamentando.

  13. Olá doutor , meu filho de três anos foi diagnosticado com Escarlatina , reclamava de dores na barriga e não queria se alimentar , levei ele a dois pediatras diferentes e não obtive sucesso com um diagnóstico preciso do que ele tinha , ambos os médicos julgaram ser apenas uma virose . Voltei para casa não muito satisfeita com o diagnóstico e a febre continuou então hoje a tarde notei manchas ásperas bolhosas embaixo do pescoço nas axilas e nas nádegas dele , No desespero a minha primeira reação foi levá-lo de imediato ao hospital , e lá recebi o diagnóstico de escarlatina . O pior é que tenho outra filha de um ano e meio e eles são muito próximos e antes de saber do diagnóstico preciso eles compartilharam muitas coisas como colheres , copos e até mesmo pirulitos estou aflita já que a médica plantonista disse que ela também pode ficar com escarlatina . Outro coisa que também me deixou com a pulga atrás da orelha foi o hemograma que ele fez onde a hemoglobina está muito a baixo do normal e os leucócitos estão bem abaixo dos valores de referencia , ele está um pouco rouco quase não faz xixi , mas seu exame de urina está normal sem nenhuma alteração aparente , vim pesquisar no google sobre a doença e encontrei seu blog , muito bom por sinal , me tirou muitas duvidas Parabéns Doutor pelo excelente trabalho e dedicação a muitas mamães desesperadas como eu !

    • Prezada Erica,
      Suas perguntas e questionamentos são pertinentes (uso de talheres etc.). Acredito que seu pediatra seja a melhor pessoa para lhe responder. Na prática, não há medida preventiva a ser tomada agora. Apenas observar e, se um novo caso de escarlatina surgir na família, tratar. Quanto ao hemograma e xixi, como o blog não substitui uma consulta médica, não posso opinar. Fale com seu pediatra.
      Obrigado pelo comentário elogioso ao blog. É sempre motivante saber que o blog foi um bom meio de divulgação da informação.

  14. Boa tarde! Eu estou com algumas manchas vermelhas no corpo antes de aparecer as manchas tive febre e dor no corpo, não tive dor de cabeça, logo não é dengue. Gostaria de Saber do que se trata e qual seria o possível medicamento para este mal. Desde já meu mto obrigado!!

    • Prezado Claudemir,
      O quadro que descreveu pode ser tantas doenças diferentes que somente um médico, depois de examiná-lo, poderá chegar a um diangnósico. Eventualmente, serão necessários exames complementares, para confirmar a hipótese diagnóstica. Como o blog não substitui uma consulta médica, sugiro que procure um médico para lhe atender, examinar, fazer o diagnóstico e prescrever o que for melhor para você.

  15. Minha filha de 10 meses estava com febre alta, apática e sem apetite. Após alguns dias sem que os médicos me passassem o que ela realmente tinha, ela foi diagnosticada com escarlatina. Apareceram as manchas vermelhas no tronco e depois para outras áreas, a língua que estava anteriormente branca ficou bastante vermelha, assim como os lábios. Ela precisou ficar internada, devido a falta de alimentação. A minha dúvida é que após 4 dias tomando antibiotico intravenoso e agora tomando o oral (zinnat) a febre ainda persiste. Isso é normal? Ela também engatinhava e ficava em pé. Agora, percebo que quando vai bater palminhas ou ficar de pé, ela chora com carinha de dor. Isso também é normal?

    • Prezada Carla,
      Como o blog ou a internet não permitem que examinemos uma criança, o relato do caso, por melhor que seja, não substitui uma consulta. É possível que a febre persista uma pouco mais que o habitual e que alguns progressos (engatinhar e ficar de pé) sofram um retrocesso. Sugiro que converse com seu pediatra porque ele é a melhor pessoa para lhe orientar e tranquilizar.

  16. Olá, Doutor.
    Minha filha foi diagnosticada com escarlatina e começou o tratamento de 10 dias com amoxil BD. Teve febre alta, garganta inflamada e pintinhas que secaram em dois dias. Depois de 4 dias no antibiótico, permanecia com febre e com novos exames, foi diagnosticado viral. Não tinha mais bactéria no exame e daí não se sabe o que é. Teve febre só mais um dia e outras manchar horríveis (diferentes da primeira) no corpo todo! Agora pode ser parvovirús ou algum outro vírus. O médico da emergência disse pra parar o antibiótico com 7 dias, mas li que escarlatina deve ser tratada por 10 dias, do contrário pode-se desenvolver outras coisas mais graves. O que seria melhor eu fazer? Seguir com o amoxil até completar 10 dias ou parar para não piorar a virose? Sei que não é uma consulta. Só queria saber o que é melhor, caso tenha mesmo sido escarlatina lá no começo. Seguir até completar 10 dias com antibiótico ou parar? Obrigada!

    • Prezada Lucélia,
      Como não examinei sua filha e o blog não substitui uma consulta, recomendo que converse com seu pediatra para que ele possa lhe orientar. Do ponto de vista teórico, se há uma convicção de que o quadro clínico não era de Escarlatina e sim de uma virose, não há motivo para se continuar o antibiótico. Por isso recomendo que converse com seu pediatra. Ele tem os elementos para definir se, com certeza, foi um quadro viral ou não e, a partir dessa definição, traçar o tratamento mais adequado para sua filha.

  17. Olá!
    Trabalho com crianças e estou grávida de 8 semanas. Uma das crianças teve escarlatina. Existe algum perigo para mim ou para o bebé? Estou tão assustada… Obrigada!

    • Prezada Susana,
      Não existem evidências de que mulheres grávidas que contraem a escarlatina durante a gravidez possam colocar seus bebês em risco. Logo, no seu caso, não há o menor perigo nem para você, nem para o bebê.

  18. Boa noite Dr.!
    Meu filho com a garganta infeccionada e febre passou em um clinico geral o qual receitou azitromicina + ibuprofeno por 5 dias, ele melhorou, só que após o tratamento apareceram pequenas bolhas na lingua ( = da figura ) e febre persistente; Então o levei a pediatra que após examinalo disse que é Afta e receitou limpeza com bicarbonato de sódio + analgésico; Eu tenho minhas dúvidas pois as bolhas que ele tem na boca não parecem feridas de afta.
    As erupções na lingua do meu filho não doem nem ardem e ele não apresenta manchas pelo corpo, mas continua com febre após o tratamento da garganta.
    Posso discartar a hipótese de Escarlatina?
    Agradeço desde já!

    • Prezado Alex,
      Como o blog não substitui uma consulta médica, não poderei responder à sua pergunta. O seu pediatra é a melhor pessoa para lhe orientar e tranquilizar. Sem falar especificamente do seu filho, a Escarlatina é uma doença cuja manifestação principal e característica é a erupção na pele. Uma criança sem erupção de pele muito provavelmente não tem Escarlatina. Mas, somente o seu pediatra poderá lhe responder especificamente sobre o seu filho.

  19. Ola,
    Meu filho foi diagnosticado com escarlatina e iniciou o tratamento com amoxil por 10 dias. Nos primeiros dias da doença, a febre estava alta e nem com o anti térmico passava, mas depois do segundo dia de antibiótico as febres melhoraram, mas ele continua tendo febre de 8 em 8 horas, mesmo após 5 dias de medicação. Retornei ao pediatra e ele disse para esperar os 10 dias do remédio, mas estou preocupada. O que pode ser essa febre que nao passa nem com o antibiótico?

    • Prezada Cláudia,
      O blog não substitui uma consulta. Por esse motivo, seria irresponsabilidade minha comentar sobre o caso específico do seu filho. Falando em tese e não sobre seu filho, uma criança em que a febre diminui e vai espaçando sinaliza uma melhora do quadro. Eventualmente, apesar do antibiótico, em algumas crianças,a febre pode persistir um pouco mais que o habitual, sem representar nenhuma gravidade. O seu pediatra é a melhor pessoa para lhe orientar e tranquilizar com relação a seu filho. Espero que compreenda esta limitação do blog.

    • Prezada Marina,
      A Escarlatina é uma manifestação na pele de uma doença produzida por uma bactéria, o estreptococo. O fato de uma pessoa ter tido Escarlatina não lhe dá proteção (imunidade) contra uma segunda infecção. Sugiro que converse com seu pediatra para que ele lhe oriente e tranquilize. Em princípio, não haveria motivos para preocupação. Mas, somente o seu pediatra poderá, de fato, lhe tranquilizar.

  20. Dr. Mru filho de quase tres anos teve escarlatina hj esta no oitavo dia de antibiotico, as machas haviam sumido, a febre cedeu ele estavs otimo, pois hj no oitavo dia ele acordou cheio de manchas novamente pelo corpo, mas desta vez bem vermelhas, diferente de qdo foi detectada a escarlatina que eram somente pintinhas trasnparentes como se fsse uma alergia. E agora vermelhas pq isso??obrigada””””s

    • Prezada Bruna,
      Como o blog não substitui uma consulta, sugiro que consulte o médico que lhe prescreveu o antibiótico. Em tese, sem estar falando do seu filho, algumas crianças fazem uma reação a determinados antibióticos, em geral, no final do tratamento. Seu pediatra poderá lhe dizer se é o caso do seu filho ou não.

  21. DR: meu filho teve essa doença…e foi bem tratado…mas ja se passaram meses e ficaram uma mancha branca na pele,parecido como uma micose…sera que isso vai sair com tempo,ou tem algum diagnostico para isso?

  22. doutor roberto,boa noite ; meu filho tem 4 anos, ontem a noite a medica falou que ele estava com escarlatina, ele tomou uma injeção ( bezetacil ) dr roberto como eu posso cuidar dele em casa? ele nao come quase nada e coça muito! essa doença é nova para nós e eu gostaria de saber qual o grau de periculosidade dela?

    • Prezado Ricardo,
      Me parece que a mãe do seu filho postou um comentário muito semelhante ao seu. Por esse motivo, vou dar uma única resposta para ambos.
      O tratamento com Benzetacil está correto para os casos de Escarlatina, eliminando o risco que essa doença poderia ter se não fosse tratada. Tratada, como é o caso que descreveu, não apresenta risco algum. Quanto aos cuidados em casa, como o blog não substitui uma consulta, sugiro que conversem com o pediatra. Mas, de um modo geral, as crianças ficam alguns dias inapetentes, irritadas, eventualmente com febre por 2 ou 3 dias após o início tratamento. Os cuidados, nesses casos, são os de não forçar a alimentação, oferecer líquidos frequentemente, manter o repouso em casa, cortar as unhas para que não se machuque coçando e, eventualmente, usar um hidratante na pele. Lembro que o pediatra do seu filho é a melhor pessoa para lhes orientar e tranquilizar.

  23. Olá doutor, meu filho teve uma infecção na garganta, mediquei ele em casa com tylenol, nunca tinha ouvido falar dessa doença escarlatina. Quando ele melhorou eu peguei também!
    Bem minha dúvida é a seguinte; por não ter tratado meu filho com antibiótico nem a mim também, temos chances de alguma complicação aparecer, só lembrando que fazem 2 semanas que ele teve e 1 semana pra mim. Será que agora eu indo ao médico ele irá me receitar antibióticos? Eles terão efeito mesmo sem sentimos mas nenhum sintomas? Obrigada desde já!

    • Prezada Ana Paula,
      Como o blog não substitui uma consulta, seria irresponsabilidade minha comentar o caso específico do seu filho. Escarlatina é uma manifestação na pele de uma infecção pelo estreptococo. Sem ficar com a pele “pintada”, não se pode falar em escarlatina. Como tem consulta marcada, sugiro que converse francamente com o seu médico. Eventualmente, também deve conversar com o pediatra do seu filho.

  24. Olá Doutor,

    Meu filho foi diagnosticado com escarlatina e tomou 1 injeção benzetacil. Minha dúvida é: apenas 1 dose (injeção) é suficiente?

    Aguardo

  25. Prezado Dr., minha filha de 10 anos começou a ter febre de 39 graus no sábado passado. Na segunda eu também adoeci e estou tomando antibiótico para amigdalite. O corpo dela empinocou na quarta-feira e febre todos os dias. Levei-a a tres pediatras de emergência que acreditam ser vital. No entanto, hoje faz oito dias que ela esta com febre e amanheceu com parte da língua branca. Fez tres exames para dengue que deram negativo e dois de sangue com linfocitos em 515 e PCR maior que 15. Minha mae também adoeceu há dois dias e está com sintomas de gripe. O que o
    Sr. acha pode ser escarlatina?

    • Prezada Paula,
      Como o blog não substitui uma consulta, seria irresponsabilidade minha opinar sobre a sua filha. O ideal seria que ela fosse vista por um único pediatra que a acompanhasse para poder fazer um diagnóstico. Toda vez que um outro pediatra vê o paciente, é como se começasse “do zero”. Por isso é importante ter um médico em quem se confia e que nos conheça. Sugiro que converse francamente com o pediatra em quem mais confia. Ele é a melhor pessoa para lhe orientar e tranquilizar.

  26. Ola boa noite Dr,
    O meu filho esta sexta-feira(18/10/2013) estava muito bem disposto e ate na creche informaram que tinham tido um menino com escarlatina e que o mandaram para casa,mas para termos atenção aos sintomas. Chegou-se a noite de sexta ele comecou a ficar com febres altissimas(38/39 quase 40). Ate que lhe comecei a dar brufen e como o xarope parecia quase nao fazer efeito ate madrugada de sabado fui com ele as urgencias, no qual expliquei a situação dele na escola e da que se encontrava. Perguntaram se ele comia e bebia agua, disse que sim. Fizeram o teste da urina e do cotonete na boca e tudo deu negativo (graças a deus). Mas o medico disse que ao principio nao dava para perceber muito bem que desse o ben-u-ron em do brufen que é anti-inflamatorio . Tomou apenas da manha de sabado ate a manha de domingo porque a febre depois passou e bem. O meu filhote ficou com manchinhas brancas na boca(muito poucas) e ainda diz que lhe doi a boca devido a isso.A sua saliva ficou mais acida e originou, com a chucha, umas borbulhinhas a volta da boca, doia-lhe a barriga de modo estranho(tipo colicas).Como esteve sempre vigiado para ver se tinha alguns dos sintomas desta doença e apenas tinha febre porque a garganta nao lhe doi-a. Nao tinha manchas no corpo e apenas dizia que estava doente e lhe doi-a o corpo(joelho,barriga,..). Calculei que fosse da febre. Assim que lhe passou a febre ate teve apetites de chocolates e bolos(bolos ja tinha apetite quando tinha febre). Agora pergunto-me apesar de nao ter febre e lhe doer apenas a boca sera que pode ser escarlatina? Aguado uma resposta obrigado.

    • Prezada Sophye,
      Como o blog não substitui uma consulta, somente um médico, tendo examinado o seu filho, poderá afirmar ou suspeitar que se trata de Escarlatina. O que posso lhe dizer, sem falar do seu filho, é que a Escarlatina é uma manifestação na pele de uma doença causada pelo estreptococo. Não há Escarlatina sem o aspecto característico da pele. Converse com o médico que atendeu seu filho ou que o viu recentemente. É a pessoa mais indicada para lhe responder, especificamente sobre seu filho.

  27. Boa tarde. Minha filha iniciou garganta inflamada, febre a apareceram as pintinhas no corpo. Levei a emergência e a pediatra diagnosticou escarlatina, prescrevendo amoxilina em 10 dias. Minhas perguntas são: a escarlatina pode ser diagnosticada somente como o exame clínico, sem precisar do tal “esfregaço”? É necessário algum tipo de exame posterior, ou seja, preciso levar ao pediatra para fazer algum tipo de revisão da doença? Obrigada pela atenção.

    • Prezada Tatiana,
      Sim, é possível se fazer o diagnóstico pelo exame clínico. A Escarlatina é uma doença conhecida há muitos anos e sempre foi diagnosticada sem o “esfregaço”, que nem existia. Não há necessidade de nenhum tipo de exame posterior, desde que o antibiótico prescrito tenha sido tomado adequadamente e pelo tempo recomendado.

  28. Olá, eu e meu filho de 9anos tivemos escarlatina. Fizemos a Bezetacil IM. Eu gostaria de saber, se quem já teve o contato com essa bactéria da escarlatina, pode adquirir ela novamente? Ou seja, podemos pegar escarlatina de novo?? Muito obrigada, aguardo resposta!

  29. ola boa tarde dr. minha filha teve febre alta dois dias seguidos, e estava com a garganta bem avermelhada e a baba bem grossa, nao conseguia comer e queixa de dor na barriga , levei ao médico e a mesma disse que estava com a garganta bem inflamada e ja com pus.Foi medicada com benzectacil, amoxilina de 8/8hs por 7 dias, e decongex por 5 dias, sera que foi uma escarlatina,ja terminei o tratamento dela no dia 12/11/2013 ,sera que preciso levar ao pediatra novamente?? obrigada SUELI

    • Prezada Sueli,
      Como o blog não substitui uma consulta, seria irresponsabilidade minha opinar sobre a sua filha. O que eu posso lhe dizer é que a Escarlatina é uma manifestação na pele de uma infecção pelo estreptococo. Se a sua filha não teve nenhuma alteração na pele, o que teve não foi Escarlatina. Mas, ela pode ter tido uma infecção de garganta pelo estreptococo, sem ter Escarlatina. Quanto a retornar ao pediatra, isso vai depender do que combinou com ele e do estado geral dela e/ou das dúvidas que você tenha para tirar com ele, a melhor pessoa para lhe orientar.

  30. Bom dia. Minha filha esta com sintomas de escarlatina (há 48 horas), mas o pediatra falou que qualquer infecção por estreptococos pode dar esses sintomas. é verdade que ela não ficou com a lingua avermelhada, porém ficou toda vermelha no rosto e ja esta ficndo na barriga e braços. Ele passou amoxilina 3 ml duas vezes ao dia por 10 dias, minha duvida é se essa dosagem serve tambem para escalartina. Minha filha tem 7 anos e pesa 30 kilos. obrigado

    • Prezado Marcio,
      Como o blog não substitui uma consulta, não posso opinar sobre o caso específico da sua filha. Eu seria irresponsável se o fizesse. A Escarlatina é uma manifestação na pele de uma infecção por um estreptococos. Não são duas doenças. Apenas, algumas crianças quando têm uma infecção pelo estreptococos, desenvolvem uma alteração na pele e passamos a chamar de Escarlatina. Como não examinei a sua filha, não posso comentar a prescrição feita. O que eu posso lhe dizer é que a dose habitual de Amoxicilina empregada é de 40 a 50mg/kg/dia. Uma criança de 30 kg deveria, segundo as recomendações, receber 1500mg ao dia, divididos em duas (12/12hs) ou três(8/8hs) tomadas. Se você estiver em dúvida, sugiro que fale com o seu pediatra. Ele é a melhor pessoa para lhe esclarecer e orientar. Se não se sentir seguro, tem todo direito de ouvir uma segunda opinião.

  31. Boa tarde Dr.Roberto,
    tenho filho de 3 anos foi-lhe diagnosticado escarlatina e iniciou o tratamento antibiotico no Domingo á noite , dia 24 -11-2013(há 2 dias). Estou grávida de 29 semanas e 3 dias e sendo a escarlatina uma doença contagiosa gostaria e saber se posso estar com ele nos mesmos espaços da casa ,nomeadamente nas refeiçoes ou devo-me afastar dele e não mantrer qualquer tipo contacto fisico nem mesmo partilhar as mesmas divisões da casa.quais os cuidados que devo adoptar?

    • Prezada Maria Vitória,
      Sugiro que converse com seu obstetra. Mas, em princípio, não há motivo algum para que se afaste do seu filho. Tanto mais que já tomou mais de 24h de antibiótico, deixando de ser infectante. Assim, não há idicação para que não esteja com ele nos mesmos espaços.

  32. Dr. minha filha foi diagnosticada com escarlatina, mas aconteceu o seguinte, ela teve febre mas não tinha sido detectada a doença ainda, qdo o medico detectou a febre ja tinha passado e akele grosseirão q fika na pele esta melhorando, mas eu vi q precisa tomar antibioticos, mas o medico não receitou, ela pode ter alguma sequela? sem tomar a penicilina/

    • Prezada Sabrina,
      Como o blog não substitui uma consulta, seria irresponsabilidade minha comentar a respeito da sua filha. Falando em tese, sem ser especificamente sobre a sua filha, a Escarlatina é uma manifestação na pele de uma infecção pelo estreptococo. O habitual é que a pele apresente uma alteração ainda durante a fase de febre. Não é usual ou esperado que a pele fique alterada depois da febre. A doença que costuma dar uma alteração da pele, depois da febre é o Exantema Súbito, de origem viral.
      Sugiro que converse com seu pediatra de forma franca, perguntando se o diagnóstico de Escarlatina é o único possível e, em sendo, por que não foi prescrito antibiótico? Seu pediatra é a melhor pessoa para lhe responder e orientar. Caso não sinta segurança na resposta dada, pode sempre ouvir uma segunda opinião.

    • Prezada Suellen,
      A Escarlatina é produzida por uma bactéria chamada estreptococo. Esta bactéria, em geral, é sensível à penicilina. O Benzetacil é uma injeção de penicilina e está indicado nos casos de Escarlatina, não havendo necessidade de nenhum outro tratamento.

  33. Boa noite Dr. Roberto,
    meu sobrinho de 3 anos que foi internado recentemente por suspeita de escarlatina, ele tomou a injeção de Benzetacil 1.200.000 e respondeu bem, recebendo alta no outro dia. Porém, no mesmo dia ele teve febre, coceira e eventualmente uma dificuldade de se locomover passageiramente( referindo-se dores no joelho e pé). Depois, foi diagnosticado com Doença de Kawazaki, recebendo tratamento e não respondeu muito bem, apresentando febre. Isso pode ser do tratamento da escarlatina? Será que a bactéria foi eliminada completamente ou é necessário um novo tratamento com antibióticos? Aguardo sua opinião. E desde já, obrigada!

    • Prezada Camila,
      Como o blog não substitui uma consulta médica, seria irresponsabilidade minha opinar sobre o seu sobrinho. O que eu posso comentar é que a bactéria que produz Escarlatina é sensível ao Benzetacil. Isto é, uma dose de Benzetacil deve, na imensa maioria dos casos, “matar” a bactéria que produz a Escarlatina, não havendo necessidade de outras doses ou outros antibióticos. Quanto à doença de Kawasaki, esta não é produzida por bactérias e os antibióticos não fazem parte do seu tratamento. A febre é um dos sintomas desta doença que não tem relação com a Escarlatina ou outra doença infecciosa.

  34. Estou com a imunidade baixa,
    Pois estou com Câncer e recebendo quimioterapia,
    Tive contato próximo com uma amiga
    Qual esta com Escarlatina, estou com medo. O que devo fazer?

  35. Dr. Roberto, meu filho de 8 anos foi diagnosticado com escarlatina há uns 20 dias atras pela sua pediatra, já apos 5 dias com os sintomas (antes na emergência, fizeram exames e diagnosticaram alergia por duas vezes). Estava com febre, muita coceira, lingua com aspecto de framboesa e umas bolinhas (tipo rubéola) Tomou antibiótico por 9 dias (pq acabou antes dos 10 e sem receita não consegui comprar mais um vidro).
    Agora as coceiras estão voltando, não tão intensa como antes, mas está tendo crise umas 6 x por dia. A pediatra dele esta de ferias e as de emergencia só citam “virose”. Entrei novamente com anti alérgico para amenizar a coceira. Alguma orientação para mim?

    • Prezada Ana Luzia,
      Demorei tanto a responder que já deve ter resolvido a questão do seu filho. De toda forma, eu não poderia ter lhe ajudado muito porque, como o blog não susbstitui uma consulta, seria irresponsabilidade minha prescrever ou lhe dar uma orientação específica. Espero que, agora, tudo esteja bem.

  36. boa noite Dr Roberto, meu filho de 8 meses estava com febre alta levei ele ao hospital e la diagnosticaram garganta inflamada e o medico passou amoxilina 250 ml para dar a cada 8 horas 2 ml durante 7 dias, exatamente no ultimo dia meu filho apresentou manchas pequena e vermelhas no corpo todo, algumas até já estão inchadas, eu estou apavorada. isso aconteceu hoje e as manchas começaram aparecer de meio dia e a noite foi que começaram a se manifestar. por favor Dr me ajude. franciele araujo.

    • Prezada Franciele,
      Diante da minha demora em responder, a situação já deve ter se resolvido. De qualquer forma, como o blog não substitui uma consulta médica, sugiro que, sempre que houver algo específico com seu filho, procure um médico. O blog é, no máximo, um bom meio de divulgar informações e tirar dúvidas genéricas. Não funciona como uma consulta. Espero que compreenda esta limitação do blog.

  37. Dr, meu bebe de 9 meses teve febre durante 3 dias, sendo que no 3º dia a febre chegou a 39,6º.
    Ele esta sendo medicado com Amoxicilina há 2 dias, porem, hoje surgiram diversas manchinhas vermelhas no rosto, pescoço, atras das orelhas, peito e barriga. Poderia ser escarlatina ou febre muito alta costuma dar esse tipo de reação??? Estou pensando em voltar ao pediatra para que ela possa examina-lo novamente.
    Obrigada!

  38. olá …minha filha tem 3 anos é a segunda vez que ela fica com esses sintomas ñ tinha ouvido falar da escarlatina e procurando por informação achei seu explicação sobre escarlatina e me chamou muita a atenção por os sintomas batem acabei de vir com ela do médico fui tanto no alergista e pediátrica e estou horrorizada o alergista disse que erra a lergia fez exame e me disse que ela tinha alergia a corantes artificiais e também levei na pediatra ela disse que ñ que era uma virose ela me passou antibiótico e ela usa a homeopatia e passou novamente o exame de sangue esse exame ñ deu nada só confirmou que ñ era alergia ……e agora no caso de duvida gostaria de confirma oque você me aconselha que especialista devo procurar ….só esclarecendo o alergista ñ era infantil ela me pediu p/leva num alergista infantil…

    • Prezada Erica,
      Sugiro que você ouça uma segunda opinião de um pediatra em quem confie ou de quem tenha boas referências. Não recomendo que saia conversando com especialistas ou procure muitas opiniões. Isso só vai confundi-la.

    • Prezada Rosilena,
      Diante da demora em responder, sua filha já deve estar melhor! De qualquer forma, como o blog não substitui uma consulta médica, seria irresponsabilidade minha prescrever sem conhecer ou examinar sua filha. Por isso, sempre recomendo que procure o pediatra. Ele é a melhor pessoa para lhe orientar.

  39. Ola minha filha de 10 amos esta com escarlatina, tem 3dias que esta tomamdo amoxilina e hj ei vi qiue as manchas nao cederam e ate aumentaram, isso é normal, estou preocupada.
    Obrigada

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s