PERDER O FÔLEGO

A cena é conhecida de muitos pais. Por algum motivo, o choro é inconsolável. A criança chora, inspira e chora mais forte. De repente, perde o fôlego! Para de respirar, não emite mais sons, ficando ali de boca aberta, num choro mudo e nada de respirar. Não há quem não fique em pânico. De repente, uma grande inspiração e alívio. Alguns segundos de terror.

Esta é uma situação que acontece em aproximadamente 5% das crianças entre 6 meses e 6 anos, mais frequentemente entre 12 e 18 meses. É um evento completamente involuntário e benigno. Não raro, acontece mais de uma vez com a criança.

Existem dois tipos de “perda de  fôlego”. A mais comum é aquela em que a criança fica com os labios e extremidades arrocheadas. A menos comum é a que a criança fica pálida. Indpendentemente do tipo, a criança pode ficar mole ou até perder os sentidos, por um curto período de tempo. Menos frequentemente, algumas crianças podem ter uma breve convulsão. Tanto o desfalecimento, quanto a convulsão, quando ocorrem, não deixam nenhum tipo de sequela para a criança.

Apesar dos episódios serem desencadeados por situações conhecidas, tais como: medo, cansaço excessivo, frustração etc. são completamente involuntários.

O que fazer?

  • Saber que esses episódios podem acontecer e não trazem nenhuma consequência para a criança
  • Evitar as situações que desencadeiam um choro inconsolável, como as de medo ou cansaço excessivo. As de frustração não são evitáveis, mas, eventualmente, podem ser antecipadas ou explicadas. Os pais não podem ficar tão assustados que passem a fazer todas as vontades dos filhos.
  • No início do choro, quando a criança ainda tem algum controle, tentar distraí-la mostrando outras coisas, sussurando ou colocando-a no colo, abraçando- a, eventualmente evita que o choro chegue a uma patamar onde possa ocorrer a perda involuntária do choro.
  • Se chegar até esse ponto, abraçar a criança e esperar que passe.
  • Se seu filho ficar mole ou perder os sentidos, deite-o no chão, virado de lado e espere. Deixe que ele se recupere sozinho, sem estímulos como: soprar na cara, dar um tapa ou beliscão. Assim que ele começar a se recuperar fale com ele calmamente.

As crianças que “perdem o choro” deixam de fazê-lo em torno dos 6 anos de idade. Um grande número de crianças (metade) deixam de perder o fôlego por volta dos 4 anos.

Apesar de ser uma situação completamente inócua ou benigna, informe o seu pediatra.

Esta é uma daquelas situações em que o susto, mêdo ou pânico não correspondem, felizmente, a um problema real.

Se tiver dúvidas ou comentários, por favor compartilhe-os comigo e com outros leitores do blog.

287 thoughts on “PERDER O FÔLEGO

  1. meu bebe de apenas um mes perde o choro todas as vezes que vou dar banho ou em algumas trocas de fralda normalmente ele volta rapido. durante o banho é mas frequente e chega a ocorrer cerca de mais de tres vezes por banho. meu bebe é prematuro de 31 semanas, e fico muito assustada com isso.
    a situaçãom pode ser considerada normal?
    aguardo uma resposta preferencialmente pelo e mail.

    • Camila,
      Inicialmente gostaria de esclarecer que uma opinião médica, sem conhecer a pessoa, sua história mais completa e seu exame físico é algo temerário. Por isso, minha primeira e principal resposta é a de que converse francamente com o seu pediatra e ouça o que ele tem a dizer. Na eventualidade de você não sentir segurança no que ele lhe disser, você tem todo direito de ouvir uma segunda opinião.
      Do ponto de vista genérico, não específico, sim, pode ser totalmente normal um bebê durante um episódio de choro mais intenso, como em um banho ou uma troca de fraldas “perder o choro”.
      Espero ter lhe ajudado, apesar de não poder responder especificamente sobre o seu bebê.

  2. A ,MINHA BEBE TEM 21 MESES,PERDE O FOLGO ,COM MUITA FACILIDADE.
    POR VEZES BASTA SO EU LHE CONTRARIAR E LHE RALHAR,QUE É O SUFICIENTE,COMEÇA A CHORAR E EM POUCOS SEGUNDOS , PERDE MESMO OS SENTIDOS .ISTO ACONTECEU HOJE MESMO,E,NA SEMANA PASSADA,TAMBEM.
    É HORRIVEL, PORQUE JÁ PERDI A CONTA AO TUDO DE QUANTAS VEZES JA ACONTECEU.
    CHEGO AO PONTO DE NAO SABER COMO EDUCA-LA , VISTO QUE ACONTECE, MUITAS VEZES. SERÁ,MEHLOR PEDIR AJUDA CLINICA . OBRIGADO , PELA ATENÇAO.

    • Celia,
      De fato, é uma situação muito desconfortável para os pais. Mais do que desconfortávela, horrível, como você descreveu. A primeira coisa e a mais importante é você saber que essa perda de choro não traz nenhum tipo de risco ou perigo para sua filha. Como já passou por vários episódios, o que estou dizendo, já viveu na prática. Segundo, lembrar que sua filha não perde o choro “de propósito”. Ela começa a chorar por algum motivo, que pode ser uma contrariedade ou porque você ralhou com ela. Nesse momento, tente distrai-la, mudando o foco da sua atenção. Quando o choro atinge um certo patamar, por um mecanismo involuntário (ela não faz “de propósito”), acontece essa parada da respiração, por alguns segundos, com o retorno à normalidade, em seguida. No post, tentei dar algumas dicas de como lidar com esse momento. Na prática, não é fácil. Quanto a como educá-la, faça como faria se esses episódios não existissem. Coloque os limites que achar necessários (coerentes com a idade dela) sem ficar refém desses episódios. Acredito que uma conversa com o seu pediatra poderá ajudá-la a ficar mais tranquila e segura. Sempre vale a pena abordar esse assunto (e qualquer outro), com o seu pediatra. Enquanto isso, relaxe um pouco.

      • BOA NOITE AMIGO! MINHA SUBRINHA DE APENAS 1 ANO E 11 MESES ESTA PASSANDO POR ESSE PROBLEMA.MUITAS VEZES ELA CHORA E COMEÇA A FICAR ROCHA E DESMAIA…POR FAVOR O QUE FAZER? AGUARDO SUA RESPOSTA.
        ass. Fatima

      • Prezada Maria de Fatima,
        A primeira coisa é levá-la no pediatra, para que seja examinada. Uma vez confirmando que ela está bem, saudável, caso ocorra um episódio de perder o fôlego, o mais importante é manter a calma, simplesmente aguardando que a sua sobrinha volte a respirar normalmente. Se ele ficar mole ou desmaiar, basta deitá-la de lado. Não é necessário sacudir a criança, virá-la de cabeça para baixo, dar tapas nas costas, nem soprar no rosto. É algo que passa, sozinho.

  3. A minha filha tem 1 ano e 4 meses e as crises de perda de fôlego tiveram início com 12 meses… No começo acontecia a cada 15 dias, teve um mês que ela passou sem nada…. De uma semana pra cá, ela perdeu o fôlego 5 vezes, sendo 3 no mesmo dia… Antes era desencadeada por manha, agora quando ela cai também…. E todas as vezes ela chega a desmaiar… Já fiz de tudo pra ela voltar e nada adianta…. Estou muito preocupada, não sei mais o que fazer, porque isso está atormentando a minha rotina.
    Obrigada

    • Amanda,
      Sua filha está na idade em que perder o choro acontece com aproximadamente 5% das crianças. Entre 12 e 18 meses é a fase onde essa situação pode ser mais frequente. A primeira coisa que eu recomendo que faça é conversar com o seu pediatra. Considerando que sua filha seja uma criança saudável você precisa fazer um esfôrço sobre humano para focar em duas coisas: perder o choro é totalmente benigno (apesar do susto e do pavor que gera) e é involuntário (sua filha não controla isso). Veja o que escrevi no blog sobre dicas para tentar (só tentar, nada é garantido) evitar que chegue ao ponto de perder o choro. E, se perder, não faça nada, só espere. Não precisa soprar, virar de cabeça para baixo, bater nas costas, beliscar etc. Imagino o quanto isso lhe atormenta, mas, conversando com seu pediatra, ele poderá lhe tranquilizar mais do que eu. Só posso lhe dizer que você não é única mãe a ficar realmente assustada quando o episódio ocorre. Mas, tente relaxar lembrando que é totalmente benigno e involuntário. Sucesso!

  4. Ola Dr. Roberto

    hoje pela segunda vez minha filha teve uma crise dessa, depois de ter tentado puxar algo na mesinha que veio cair sobre ela, nao houve nada grave como cortes, mais foi um grande susto, ai veio o choro que desencadeou na perda do folego. coincidencia ou nao, foi a noite e horario que ela estava super cansada, teve um dia exaustivo, mas passei muito aperto com tudo isso, esses 20 segundos de crise se transformam em hora…
    mas de qualquer forma pelo que li acima nos seus comentarios, vou marcar com a pediatra, so para desencargo de consciencia
    obrigado por otimas informacoes que tem no seu blog

    • Alessandra,
      Realmente, é uma situação que assusta a qualquer um. Com o seu pediatra tranquilizando-a, na eventualidade de ocorrer um novo episódio (lembre-se que é involuntário), poderá ficar um pouco mais tranquila (só um pouco!).
      Fico contente que goste das informações contidas no blog. Obrigado.

  5. Dr. boa tarde!!
    Minha filha com 3 anos e 8 meses perde o fôlego!
    A 1° vez que ela começou com isso tinha 8 meses e perdeu pq foi contariada.
    Levei ela ao pediatra logo em seguida e foi feito vários exames da cebeça e graças a DEUS nada detectado e a médica disse pra eu ficar em paz.
    A mais ou menos 7 meses levei ela de novo, já em outro pediatra e disse a mesma coisa, só que esse já me assustou dizendo que isso era ruim, que poderia faltar oxigênio no cérebro e ela não voltar mais…
    Bem passado isso, todas as vezes que ela perdia o fôlego eu dizia “FILHA NÃO FAZ ISSO, O MÉDICO DISSE QUE SE VC CONTINUAR A CHORAR FEIO VAI MORRER” e ela voltava.
    Bem, ela ficou um tempo sem que isso acontecesse, mais ontem dia 09/11 quando cheguei em casa estavam todos pálidos, dizendo que tinha acontecido de novo e que ela tinha perdido os sentidos…
    Será que é o caso de pedir algum exame do coraçãozinho dela?? Porque dessa vez não adiantou a minha técnica, ela não voltou qd disseram que ela poderia morrer =(
    Desde já agradeço Dr. estou com muito medo, ajude uma mãe desesperada por favor.

    • Ariana,
      Me parece que sua filha foi examinada por dois pediatras que constataram que ela é uma menina saudável. Nesse caso me parece que o segundo pediatra foi um pouco alarmista. Esses episódios de perder o fôlego são involuntários e a criança não tem controle sobre eles. Quando acontecem, dão um susto muito grande em todos que estão por perto. Algumas crianças chegam a desmaiar, o que aumenta o susto e gera pânico. O importante é que todos que lidam com a criança saibam que esses episódios podemm ocorrer e que não devem balançar, sacudir, virar de cabeça para baixo ou soprar no rosto. Apenas tentar ficar calmo e acalmar a criança. Ela vai voltar a respirar! Não fique desesperada, nem com medo.

    • olha eu tinha isso com 8 anos chorava e ficava roxa tomava o foligo me lemdro que tinha que apanha para volta normal hoje ainda sinto as vezes
      fico sem ar ando muito nevosa

      • Prezada Sandra,
        Obrigado pela sua participação no blog. Na época, seus paisa achavam que o melhor a fazer era lhe dar um tapa para que voltasse a respirar. Isso não é necessário. Quanto a você se sentir com falta de ar e/ou nervosa, seria bom conversar com seu médico a respeito.

  6. boa noite!meu nome e gisele,tenho uma filha de 1ano e 8 meses,ela perde o choro fica rocha,começa a fica toda torta e desmaia tenho muito medo q possa se uma coisa seria por favo me de uma resposta….desde ja agradeço….

    • Gisele,
      A primeira coisa que eu recomendo fortemente é que converse com o seu pediatra. Por ele conhecer a sua filha, é a pessoa mais qualificada para lhe esclarecer todas suas dúvidas. Não posso opinar sobre uma criança que não conheço, não examinei. Em tese, crianças saudáveis que perdem o folêgo, não apresentam doença mais séria, nem risco maior de problemas. Mas, uma vez mais, converse com o seu pediatra sobre a sua filha. Espero que compreenda a minha impossibilidade de opinar sobre uma criança específica.

    • Oi Gisele , me chamo márcia e minha filha de 2anos tem o mesmo comportamento da sua bebê, já consultei alguns médicos , mais nada de concreto …agora ela entrou pra escolinha e isso está sendo um problema… Me conte se vc descobriu mais alguma coisa por favor…ob. Marcia

  7. ola gostaria de ter uma resposta: minha filha tem 4 naos de idade pois ela toda vez que começa ri ela perde o folego não posso brincar com ela por medo de ela perder o folego e normal; pesquisei e so vi os motivos de perder folego com o choromas nao com o riso; e o que faço quando este episodio acontecer atenciosamente joao paulo

    • João Paulo,
      O mais habitual é o relato da criança perder o fôlego com o choro. No entanto, o riso pode ter o mesmo efeito. Em geral são episódios rápidos e benignos,onde os pais devem tentar manter a calma e aguardar que tudo se normalize. Não há necessidade de manobras como soprar, bater nas costas ou virar de cabeça para baixo. Difícil evitar uma situação como esta, principalmente se o que dispara a falta de fôlego é o riso. Diria para evitar aquelas brincadeiras clássicas de fázer cócegas ou soprar na barriga. É algo que, com a idade, passa. Sugiro que confirme com seu pediatra se está tudo bem com a sua filha, para lhe dar total tranquilidade.

  8. ola,minha sobrinha tem hj 1 ano e 5 meses,mais desde que nasceu ela fica sem ar,pq ela nao chega a chorar ja perde o ar mais apertanto torax como a pediatra ensinou ela volta,mas uns dias atras ela perdeu o choro e ficou roxa e molinha sendo que hj ela desmaio,demoro muito a voltar,fiz respiraçao boca a boca onde ela volto mas logo desmaio de novo e volto.oq eu faço,pq vi minha sobrinha quase morta nos meus braços.aguardo resposta,obrigada

    • Cristina,
      Recomendo que sua sobrinha seja examinada pelo seu pediatra. A história que me contou de desmaio deve ser contada para ele. Sem conhecer mais detalhes da sua sobrinha e, mais importante, sem examiná-la, não posso opinar. O blog é ótimo para divulgar informações, mas não substitui, em hipótese alguma, uma consulta médica. A história que me relatou exige uma consulta médica para esclarecimento e orientação adequada. Por esse motivo reforço minha recomendação no sentido de levar a sua sobrinha para uma consulta com seu pediatra.

      • obriga da dr. e pq a colsunta dela ta marcada so pra 17 de janeiro e na hr do desespero pesquisando achei seu blog com crianças q pernde o choro.mais obrigada pela sua atençao ela vai fazer um eco dia 04/01.
        Deus o abençoe.

      • Cristina,
        O blog é um bom meio de divulgar informações mas, não substitui, de forma alguma, a consulta médica. Com o eco e a consulta, ambos já marcados, poderá receber a orientação mais adequada para a sua filha. Desejo que tudo corra bem.

  9. Meu filho perde o folego desde que ele tinha dias de idade. Hoje ele tem 1 ano e 6meses.Ate 1ano mais ou menos as crises eam brandas, e folego voltava em poucos instantes, mas depois elas foram ficando mais serias, na primeira crise seria, ele nao quiz voltar, ficamos apavorados, nao contamos o tempo, mas a sensaçao foi que passou mais de um minuto, ele ficou todo rocho,começou a virar o olho e desfaleceu, meu pai num instinto colocou o dedo na garganta dele e depois de alguns instantes ele voltou , desde entao tornou-se constante, `e so contrariar, negar, ou alguma queda… sempre tento destrai-lo com alguma coisa e ele volta logo, mas quando ele nao volta logo nos colocamos o dedo na garganta dele, ele faz ancia de vomito e volta, mas tem vezes que isto nao resolve. O que eu faço, continuo colocando o dedo na garganta dele, ou posso ficar despreocupada?

    • Suelen,
      Minha primeira recomendação é a de que siga as orientações do seu pediatra. Quanto a colocar o dedo na garganta de seu filho, sugiro que não faça mais esse procedimento porque há o risco da criança vomitar e aspirar o vômito (o vômito ir para o pulmão). O que você faz e deve continuar a fazer é tentar distrair seu filho quando percebe que ele está em uma situação onde pode perder o fôlego.

  10. Pergunta de Rubia.
    Minha filha é prematura de 31 semanas, esta com 41 dias hoje e esta na UTI Neo natal desde que nasceu no momento esta sem aparelhos e respira espontaneamente com a ajuda de 1,5 de oxigênio e sempre que chora ela fica pálida,para de chorar , fica mole e fecha os olhos.A medica me disse que isso acontece porque a saturação dela abaixa.Gostaria de saber se isso pode acontecer quando ela vir embora pra casa,pois tenho medo de passar por um situação dessa sozinha.

    • Rubia,
      Entendo perfeitamente seu medo. É completamente normal para uma mãe de um bebê prematuro. A melhor pessoa para lhe tranquilizar e orientar é o neonatologista (pediatra especializado em recém nascidos) que acompanha sua filha. Ele, conhecendo o caso dela, poderá lhe dizer se existe algum cuidado especial, ou não, no momento de levá-la para casa. Espero que possam ir brevemente para casa e que tudo corra muito bem.

  11. Boa noite, Doutor!
    Meu filho tem 11 meses e hoje teve a segunda crise de perder o choro. Ele estava comendo na hora do acontecimento, com a boca cheia de sopinha de quirera. Tentei tirar a comida da boca para não se afogar mas não consegui limpar tudo. Arroxou, ficou molinho, demorou pra voltar. Eu já estava na rua com ele nos braços gritando desesperada por ajuda, um desespero total. Fiquei mais tranquila quando li aqui no seu blog que isso é normal, mas qual o procedimento se acontecer novamente na hora da refeição?
    Agradeço a atenção…

    • Prezada Michelle,
      Acho importante relatar o ocorrido ao pediatra do seu filho. Também acho que vale a pena uma consulta apenas para que ele lhe tranquilize e possa lhe dar orientações. De uma maneira geral, se uma criança tem uma crise de perder o fôlego enquanto está comendo, a primeira providência seria parar de dar comida assim que o choro começar. Em seguida, tentar distrair a criança com algo e, na eventualidade da criança perder o fôlego e ficar mole, deitá-la de lado e esperar um pouco até que se recupere. Se for possível remover parte da comida, sem enfiar a mão na garganta (o que pode ser pior e provocar vômitos), ótimo. Se não for possível, só deixar a criança deitada de lado e esperar. Mas, sempre acho importante que o pediatra esteja informado e examine a criança.

  12. ola eu tenho uma filha di um ano e dez meses . ele caiu da sua propria atura i chorou , i nao mim parecia qui ia acontecer oqui aconteceu na hora qui ela tava chorando eu tava abraçando ela , i derepente ela parou di chorar eu fui olhar pro rosto dela ela ta tava virando o olho ficando roxa i si tremendo i nao queria retorna meu tio fez respiraçao boca a boca nela depois di muitos segundos ela retornou molinha nao conseguia abri os olhos , i so queria dormi oqui pode ter sido isso

    • Prezada Carla,
      Sem ter examinado sua filha no momento em que ficou como descreveu, fica difícil eu fazer qualquer comentário. Como há uma queda envolvida no seu relato, o melhor teria sido ela ser examinada em um pronto-socorro. O blog é ótimo para divulgar informações mas não substitui uma consulta médica. Espero que compreenda essa limitação.

  13. oi! meu filho tem 2 anos e 5 meses e desde o segundo dia de vida quando chora falta o folego e roxa os labios e se entorta antes dava com mais frequência agora só as vezes. ja levei em varios pediatras e tds dizem a mesma coisa que vai parar e que é barda… gostaria de saber se tem um tempo determinado?

    • Prezada Adriane,
      Não há um tempo determinado para que esses momentos de perder o fôlego desapareçam. Em alguns casos, pode chegar até os 6 anos de idade. O que me pareceu positivo foi a sua descrição de que, com o seu filho, está havendo uma diminuição de episódios. Como vários pediatras já o examinaram, constatando que é um menino saudável e dizendo todos a mesma coisa- vai passar – você tem motivos para começar a relaxar um pouco.

  14. Minha filha tem 10 meses e ja e a segunda vez que perde o folego e eu fico desesperada.gracas a Deus que nessas duas ocasioes meu esposo estava presente e ele sempre q me acalma pq eu fico tremula. Entao eu nao preciso me desesperar????? Isso e um fato normal eu perdia muito o folego qndo bb
    sera q ela herdou de mim????

    • Prezada Grasiele,
      Considerando que sua filha é saudável, o que pode e deve ser confirmado pelo seu pediatra, não há motivo para que se desespere. Não conheço nenhum estudo que fale em uma enventual herança genética. Isso não significa que não se venha a descobrir um gen que esteja implicado nesse padrão de perder o fôlego.

    • Prezada Aryanne,
      Dependendo da idade e do contexto, pode ser perfeitamente normal uma criança ter crises de choro. Certamente, o seu pediatra, conhecendo a história do seu filho poderá lhe tranquilizar. Recomendo que converse com ele.

    • Prezada Aryanne,
      Considerando que seu filho seja saudável, é normal que, nessa idade, tenha crises de choro sem uma explicação aparente. Nem sempre é possível se identificar a causa do choro (frio, calor, fome, fralda molhada etc.) e o bebê é perfeitamente saudável. Sugiro que converse com seu pediatra a respeito. Ele é a melhor pessoa para lhe orientar e tranquilizar.

    • Cristiane,
      A apnéia de bebê prematuros é uma situação diferente da que eu descrevi no post sobre perder o choro. Bebês prematuros fazem apnéia porque ainda não estão com todos os sistemas (muscular, neurológico etc.) que fazem uma pessoa respirar, amadurecidos. Que bom que seu bebê esteja em casa e bem.

  15. Olá.
    Meu filho tem essas coisas desde 3 dias de nascido. No começo era horrível. Qualquer coisa eu já saia correndo, pedindo ajuda na rua. Daí um pediatra disse que era pirraça. E realmente comecei a perceber que quando ele queria alguma coisa e eu negava ele chorava até perder o fôlego e desmaiar. Hoje, ele perdeu o fôlego de uma maneira que eu fiquei apavorada, ele demorou mais a voltar, as mãos contorcidas, olhos virados, desfalecido, começou roxo depois ficou vermelho só acordou quando, eu já não sabia mais o que fazer, e fiz respiração boca a boca. Não sei se isso ajudou, mas ele voltou, chorando muito, como sempre. Eu nunca havia passado por isso que passei hoje.

    • Prezada Tuany,
      Considerando que o que você passou foi diferente, sugiro que converse com o seu pediatra. Ele é a melhor pessoa para, tendo examinado seu filho, lhe tranquilizar e orientar. Algumas crianças saudáveis que perdem o choro chegam a desfalecer. Mas, é sempre prudente uma avaliação clínica para lhe dar mais segurança.

  16. Ola… Minha bebe tem 10 meses e 4 dias e ela tem desmaiado ultimamente, normalmente e quando fica muito nervosa ou quando cai! Mas hoje ela estava sentadinha brincando c meu marido e eu, e de repente trancou a respiracao e desmaiou perdeu os sentidos demorou pra voltar!!! Estou desesperada isso e normal?

    • Prezada Mari,
      Recomendo que marque uma consulta com o seu pediatra para que ele possa examinar sua bebê e lhe orientar. O blog não substitui uma consulta médica e se, de fato, sua filha de 10 meses apresenta desmaios, é preciso que seja examinada para sua maior tranquilidade. Espero que compreenda essa limitação do blog.

  17. Boa Noite Dr. Roberto Cooper, devido a minha preocupação, resolvi acessar a internet para obter maiores informações sobre crianças que perdem o folego quando choram, minha filha, desde 3 meses ela ficava roxa e com um choro muito forte, a pediatra dela pediu que eu observasse, e analisasse as frequencias que isso acontecia, de inicio ela ficou penssando se teria alguma coisa errada com o coração dela, resolvi consultar outro profissional, e o que ele me disse foi que TEMPERAMENTO MAMAE não tem medicamento que de jeito, expliquei todo o caso a ele e atualmente atualmente ela tem 1anos e 9 meses, saudavel, porem perde o folego toda vez que o choro atingue um som muito elevado. (perda de folego, desmaia, e as vezes fica totalmente palida), foi otimo encontrar o seu blog, assim irei procurar uma terceira opniao…
    Agradeço a DEUS por ter encontrato o seu blog, pois ja estava ficando totalmente desesperada…
    Abraços,
    Gisele Araujo

  18. Meu nome e Sérgio so pai meu filho tem 1 ano doutor Roberto moro no japao quando da as crise no meu filho aqueles pouco tempo de desespero se tornam horas penso em um monte de coisa correr com meu filho pro hospital tentar ajudar ele a poder respirar novamente eh horrível mais pesso a Deus que me ajude mais ele acaba voltando pálido assustado essa ultima que ele teve fiquei observando melhor a sua mãozinha se contrai quando esta inconsciente so um pouco já eh a 4 vez que acontece depois que volta fica normal eh uma criança super normal esse ultimo acometeu porque foi contrariado obrigado doutor as valiosas resposta que o senhor coloca aqui me ajudarão muito

    • Prezado Sergio,
      Considero muito importante que faça visitas de rotina ao pediatra. Assim, poderá ficar tranquilo quanto à saúde de seu filho e conseguirá ter a tranquilidade necessária para esperar que seu filho respire normalmente depois de um episódio de prender o fôlego. O blog não substitui uma consulta médica, apenas divulga informação que, espero, ajude os pais.

  19. Meu filho tem 3 anos e 9 meses,quando ele cai e se machuca ele começa a chorar e fika roxo,mole e parece que não vai voltat mais. Eu pego ele no colo e fico chamando ele,jogo pra cima
    ,fico desesperada. Mais aos poucos ele volta. O pediatra falou que é manha dele,mais eu sei que não é. Fiquei feliz de let essa matéria e saber como agir. Muito obrigada.

    • Prezada Gisele,
      O importante, para sua tranquilidade nessas horas, é que o seu pediatra lhe diga (como parece ter dito) que seu filho é saudável. Assim, poderá ter a segurança de esperar um pouco até que ele “volte”, sem a necessidade de jogá-lo para cima ou fazer qualquer outra coisa. Quanto à manha, o mais provável é que esse “perder o fôlego” seja involuntário. Pode ser que uma manha ou frustração anteceda o epsiódio, mas ele não consegue “provocar” ficar mole e roxo. Por isso que, a distração na fase inicial de um choro ou frustração pode ser benéfica.

  20. EO SEGUINTE MEU SOBRINHO TEM 1 ANO DE IDADE PERDE O FOLEGO VARIAS VEZES AS ULTIMA VEZES QUE FEZ ISSO ELE FICO 5 MINUTOS DESACORDADO E A ULTIMA QUE FOI NESTA SEGUNDA FEIRA ELE O ATE O HOSPITAL DESACORDADO TEVE QUE IR ATE PRO OXIGENIO LEVAMOS AO PEDIATRA ELE DISSE QUE E NORMAL E AI SERA QUE POSSO ACREDITAR NISSO ME DE UMA LUZ

    • Prezada Ellaina,
      Se o pediatra lhes disse que é normal, é porque ele examinou seu sobrinho e não encontrou nenhum motivo para essa perda de fôlego, como alguma doença cardíaca ou neurológica. Neste caso, esses episódios são benignos e não requerem tratamento específico. Sugiro que tire suas dúvidas com o pediatra ou, se continuar insegura, ouça uma segunda opinião. Como o blog não substitui uma consulta, espero que compreenda que minha resposta tem limitações.

  21. Dr Roberto por favor eu gostaria de uma opnião..meu filho tem 11 meses e desde os 8 meses ele cai,perde o folego ao chorar e desmaia…em segundos ele volta a si e fica meio ausente por segundos…depois volta ao normal…levei ele a um neuropediatra,ele receitou 2,5ml de depakene 1 vez ao dia….ele continua a desmaiar vez ou outra ao sofrer quedas batendo ou nào a cabecinha …fizemos RX de cranio e eletroencefalograma que deu tudo normal..de acordo com meus relatos mencionados acima ele receitou + um xapore hoje para ajudar junto com o depakene(não consegui ler o nome do xarope na guia) e disse que ele sofre de descargas eletricas e disritmia cerebral..o que o senhor acha??

    • Prezada Luciana,
      O blog não substitui uma consulta médica. Por isso, é impossível para mim opinar especificamente sobre o seu filho. No entanto, se uma criança apresenta alterações no eletroencefalograma, é possível que não tenha perda de fôlego e sim uma forma de convulsão (disritmia cerebral). Neste caso, o tratamento deve ser dirigio para a disritmia. Sugiro que converse com o neuropediatra e, se ficar em dúvida, ouça uma segunda opinião de neuropediatra.

      • Obrigada doutor!Os exames não deram absolutamente nada!A Disritmia é o que o neuro acha..já marquei um segundo neuropediatra.O sehhor atende onde?

  22. minha filha tem 18 meses quando eu coloco ela para dormir ela tosse e de repente começa a se engasgar e falta ar,já tomou remédios para alergia e antibióticos estou muito preocupado se puder me ajudar dr.eu agradeço.abraços Rogério.

    • Prezado Rogério,
      O blog não substitui uma consulta médica. É impossível para mim (ou qualquer médico), opinar sobre uma criança que não conheça a história detalhada e tenha feito um exame clínico. O que eu recomendo é que tenha uma conversa franca e direta com seu pediatra, relatando minuciosamente o que ocorre e solicitando sua orientação. Caso não sinta que a resposta lhe dê segurança, você tem todo o direito de ouvir uma segunda opinião. Espero que compreenda a limitação do blog.

  23. Boa Tarde Dr. tenho um filho hj com 2 anos Ele nasceu de 33 semanas pois eu estava com muito liquido aminiotico e com isso os rins dele estavam dilatados e minha GO optou por uma cesariana antes de ele acabar perdendo um dos rins.Após o parto ele ficou na UTI pois não tomei as vacinas para o desenvolvimento do pulmão e por esse motivo precisou da ajuda de aparelhos por 8 dias.a Primeira crise de choro de perder o fôlego, quase me matou do coração junto com uma enfermeira do posto de saúde onde ele tomou todas as vacinas. Esse episódio aconteceu na segunda dose da vacina na perninha… ele perdeu o fôlego começou a ficar molinho e roxo mas em seguida voltou.
    Passei com a pediatra que o acompanha desde o nascimento e ela disse para eu ficar tranqüila pois isso era normal, como se uma válvula de escape que o organismo dele encontrou para não passar por algum ou aquele momento de dor / stress.
    Depois disso ocorreu novamente quando ele já com 2 anos completos em que corria sem parar caiu e bateu a cabeça fez um barulhão e lá estava eu novamente desesperada.Mas ele voltou bem mais rápido do que a primeira vez.
    A terceira vez aconteceu na escola nova que ele está a apenas 1 mês. Disseram que ele bateu a cabeça com o amigo e chorou perdeu o ar ficou roxinho e logo voltou. A escola ficou desesperada, pois nunca presenciarão nem tão pouco ouvirão falar sobre o caso.Na semana seguinte ocorreu novamente o fato mas disserão que ele simplesmente começou a chorar me chamando e perdeu o fôlego,
    O que acha ?

    • Prezada Luciana,
      Pelo que você me descreveu, seu filho é um menino saudável, com bom desenvolvimento que, ocasionalmente, apresenta umas crises de perder o fôlego. Apesar da escola não conhecer esta situação, ela está bem descrita em artigos pediátricos. A partir do momento em que a sua pediatra a tranquilizou com relação à saúde de seu filho, não há nada específico que precise ser feito. Vale a pena avisar à escola sobre esta situação, para que não fiquem apavorados, nem tentem manobras desnecessárias com seu filho. O melhor é que estas crises de perder o fôlego desaparecem com o crescimento, geralmente em torno dos 4 anos, podendo chegar aos 6 anos. Como o blog não substitui uma consulta médica, se você está com alguma dúvida ou insegurança (o que é perfeitamente normal), sugiro que converse com a pediatra do seu filho.

  24. É uma duvida.meu filho perdia o folego com frequencia quando tinha dos 6 meses até 3 anos oque eu queria saber é, agora quando ele adoece volta e meia ele da convuçao as duas coisas pode esta interligadas?

    • Prezada Julia,
      Se entendi corretamente, seu filho não perde mais o fôlego hoje em dia, mas tem convulsões quando adoece. Em princípio essas duas coisas não estariam ligadas, mas somente seu pediatra ou um neuropediatra poderá lhe responder especificamente sobre o seu filho. É preciso diagnosticar a causa dessas convulsões (se são febris ou não, por exemplo) para avaliar se seu filho precisa de medicação ou não. Recomendo que procure seu pediatra e converse com ele a respeito.

  25. ola doutor,tenho um filho de 9 meses e toda vez que ele cai ele chora e perde rapidamente o folego chegando a ficar mole e com os olhos virados me desespero toda vez…ele demora um pouco pra voltar…o q fazer?

    • Prezada Cassia,
      Primeiro, deve consultar seu pediatra para que ele, após examinar seu filho, lhe dê a tranquilidade de que ele está em boa saúde. Segundo, quando ocorrer um episódio onde seu filho perca o fôlego, já sabendo que ele está em boa saúde, ficar tranquila, deitá-lo de lado e aguardar que volte a respirar normalmente. Não precisa agitá-lo, virá-lo de cabeça para baixo, nem bater nas costas. Também seria bom informar às pessoas que, eventualmente, podem estar com ele, como familiares.

  26. ola Dr. meu filho tem 07 anos e começou a afogar e perder o folego durante a noite, ele tem refluxo e esta tratando com domperidona, gostaria de saber se esta relacionado com isso e se realmente ele se recupera sozinho, estou em pânico, está acontecendo toda a noite

    • Prezada Miriam,
      Se o seu filho tem refluxo, a perda de fôlego dele é bem diferente daquela que descrevi no post. Sugiro que converse com seu médico a respeito desta situação para ver se existe algo além da domperidona que possa ser feito. Por exemplo, elevar a cabeceira da cama, além de alguns cuidados nutricionais (o que comer à noite e até que horas comer). Uma doença do refluxo aos 7 anos merece ser bem investigada para se saber que propostas de tratamento são viáveis. Talvez possa perguntar ao seu pediatra se não valeria a pena ouvir a opinião de um gastroenterologista pediátrico.

  27. Boa Noite Dr Roberto, aconteceu com meu filho de 1 ano e 7 meses a 15 minutos atrás, ele ficou todo roxo e desmaiou, como qualquer mãe fica apavorada me joguei debaixo do chuveiro frio com ele e imediatamente ele acordou mas ainda sim coçando o olho e bem sonolento, isso já aconteceu varias vezes cheguei a parar na emergência mas nada constou… Então tenho algumas duvidas, tem possibilidade dele demorar a acordar? e se isso acontecer o que devemos fazer? O caso dele ter rinite e sinusite interfere em algo? Ou por ele ter tido problemas de respiração no parto por ter engulido o liquido amniótico? Te pergunto isso pq a imagem é muito feia e não conseguiria ficar olhando parada sem fazer nada esperando os sentidos dele voltarem… Agradeço sua atenção e aguardo resposta!

    Beijos Mamãe Ana

    • Prezada Ana,
      Vou tentar responder algumas das suas perguntas, lembrando que o blog não substitui uma consulta médica. Seu pediatra é a melhor pessoa para lhe dar uma orientação específica para o seu filho.
      – demorar a acordar- em geral as crianças ou nem chegam a desmaiar, ou ficam muito pouco tempo desmaiadas. Se acontecer dele desmaiar, coloque-o deitado, de lado e espere um pouco. Se não estiver se sentindo segura ou perceber algo que não é habitual, procure uma emergência pediátrica.
      – rinite e sinusite- não tem relação com crises de perder o fôlego.
      – problemas no parto/engolir líquido amniótico- se houvesse alguma consequência ou sequela, não seriam crises de perder o fôlego. Se o seu filho é saudável, não tendo problemas respiratórios, o episódio do parto está superado.
      Sugiro uma consulta com seu pediatra para que você possa esclarecer melhor todas as suas dúvidas e se sentir mais segura.

  28. olá dr. roberto bom dia. meu filho tem 8 meses e do nada ele fica como se tivesse perdido os sentidos, fica mole com os lábios arroxiados, e em seguida dormi o que pode ser?

    • Prezado Israel,
      O blog não substitui uma consulta médica e, por esse motivo, sugiro que fale com o pediatra que atende o seu filho. Existem vários motivos para o quadro que descreveu. Entre esses motivos, uma crise de perda de fôlego. Mas, é preciso ouvir uma história minuciosa, proceder a um exame clínico e, eventualmente, pedir alguns exames para que se possa chegar a um diagnóstico. Espero que compreenda a limitação do blog.

  29. Meu Deus a pediatra da minha sobrinha diz q e manha!!!Impossivel…uma cena de terror para nos,ela tem 15 meses e desde os 8 sempre q chora acontece,porem nao sai som algum nem no inicio do choro,so fica avermelhada e con a boca aberta e depois desfalece,o pai chupa o narizinho e a boca dela com a boca dele e ai entao ela volta os sentidos e chora!Por favor nos ajudem,a maezinha e hipertensa e sempre passa mal junto!o q fazer?como agir?

    • Prezada Aline,
      Na idade da sua filha e pela sua descrição, sua filha tem episódios de perda de fôlego que não são voluntários. A criança não controla esses episódios, optando por perder ou não o fôlego. Na imensa maioria das vezes não há necessidade de se fazer nada. Apenas deitar a criança de lado e esperar que retome a respiração. O blog não substitui uma consulta médica. Por esse motivo recomendo que converse francamente com a sua pediatra.

  30. Boa tarde doutor tenho uma meni de 2 anos e 4 meses ela caiu bateu a cabeça engoliu o folego e viro os olhinhos ate o branco gostaria de saber se isso e normal ou pode ser alguma coisa de grave pois estou muito preocupada tenho que seja algo grave.

    • Prezada Andremara,
      Sugiro que sua filha seja examinada por um pediatra. Para saber se está tudo bem com a sua filha, só sendo examinada. O blog não substitui uma consulta médica.Espero que compreenda a limitação do blog.

  31. Olá Dr. tenho uma filha de quase dois anos e ela depois de completar um ano de idade ela começou a ter crises de desmaios constantes após um choro muito forte ela perde os sentidos. Antes ela desmaiava mas votava rapidinho mas agora ela esta demorando mais tempo para voltar e estou ficando muito preocupada com essa situação o que devo fazer me disseram que pode ser epilepsia. Será…

    • Prezada Liumara,
      Sugiro que converse com seu pediatra a respeito e discuta com ele a validade de uma consulta com um neuropediatra para investigar a hipótese de epilepsia. Pelo blog eu não tenho condições de fazer nenhum tipo de hipótese diagnóstica. Espero que compreenda essa limitação.

  32. Meu filho perdeu o fôlego pela primeira vez hoje, com 4 anos e 9 meses, perdeu os sentidos mas rapidamente voltou. O que pode ter ocorrido???? É perigoso???? Devo fazer exames????

    Muito obrigada

    • Prezada Cristine,
      Pode ser uma simples crise de perda de fôlego, sem maiores consequências. Mas, para estar realmente segura recomendo que faça uma consulta com seu pediatra. Ele saberá lhe orientar, inclusive quanto à necessidade ou não de exames.

  33. Minha filha tem apenas 2 meses e 15 dias, e hj chorou muito ao ponto de perder o ar e os pés e as pernas ficaram roxos demais, Fiquei desesperada e a pus de cabeça para baixo e ela tornou. Gostaria de saber se é normal isso acontecer. e caso isso ocorra novamente o que devo fazer. Obrigada.

    • Prezada Larissa,
      Sugiro que consulte o seu pediatra para que ele confirme que está tudo bem com a sua filha. Estando tudo bem, caso aconteça esta situação novamente, basta deitar sua filha de lado e esperar. Não há necessidade de virá-la de cabeça para baixo, soprar no rosto ou boca, bater nas costas etc. Algumas crianças realmente perdem o fôlego a ponto de desfalecerem. Na imensa maioria dos casos, retornam à respiração normal muito rapidamente.

  34. eu gos taria de saber o que fazer quando a criança nao consegui chorar e fica mole e roxo isso acotece com meu filho de 3 anos sempre que ele cai ou bate em algum lugar ele nao cosegue chorar e começa a ficar mole e roxo eu fico desisperada nao sei o fazer por favor Dr. mem ajude isso pode matar meu filho?

    • Prezada Rita,
      Converse com seu pediatra para confirmar que está tudo bem com seu filho. Se estiver, como deve ser o caso, não há motivo para maiores preocupações. Se você já sabe o que faz seu filho perder o choro, tente evitar estas situações. Nem sempre isso possível e, nestes casos, se ele ficar mole, deite-o de lado e aguarde que ele voltará ao normal. A imensa maioria dos casos de crianças que perdem o fôlego não requer tratamento especial, não representa um risco real à saúde da criança e o quadro tende a desaparecer até os 6 anos de idade.

  35. O´la Doutor,
    Estou muito preocupada com meu sobrinho, ele tem 6 meses e desde pequeno perde o folègo do nada, fica roxo a boca e o corpo duro, parado.
    Li alguns relatos, e sei que cada caso e um caso, porém muitos colocam que a criança chora muito, perde o folego e fica mole. Meu sobrinho também, porém ele fica com a boca roxa, prende folêgo e estático…meu Deus e demora a voltar, teve uma vez que minha mãe teve que puxar o folego dele …já levamos no pediatra e este disse que e normal. o que fazer?

    Abraços,
    Helena.

    • Prezada Helena,
      O mais importante é conversar com o pediatra, o que já fizeram. Se o pediatra, após examinar o seu sobrinho, disse que ele era um menino normal, saudável, tanto melhor. O que se deve fazer quando ele perder o fôlego é deitá-lo de lado (se ficar mole) e esperar que volte a respirar. Não existe tratamento específico para essas crises de perder o fôlego que desaparecem com o crescimento. Qualquer dúvida, sugiro uma conversa franca com o pediatra. Ele, por conhecer seu sobrinho, é a pessoa mais indicada para orientá-los.

  36. Boa tarde Dr. eu sou academica de enfermagem e estou fazendo um trabalho com crianças na escola, e durante esse periodo eu tenho observado que tem um bb de 1 ano e 8 messes, que apresenta crise de perda de folego, choro, perda da força muscular e em seguida desmaia, ele foi encaminhado para um pediatra porem foi diagnosticado Patologia Benigna de Infancia, gostaria de saber se isso é normal da idade e se futuramente não poderá acarretar um problema mais grave, e se essa patologia é mesma coisa que a sindrome de Ret …. obrigada

    • Prezada Cristiane,
      Uma criança com episódios de perda de fôlego não terá problemas futuros. Não há nenhuma relação entre perder o fôlego e Síndrome de Rett. Esta síndrome, genética, se caracteriza por alterações relevantes no desenvolvimento da criança com retrocesso de aspectos motores e de linguagem. Não há cura para a Síndrome de Rett que, muitas vezes, pode ser confundida com autismo. Perder o fôlego é algo transitório que desaparece com o crescimento e, entre os episódios, a criança se encontra perfeitamente saudável, progredindo com seu desenvolvimento.

  37. Dr Roberto,
    Meu netinho de 4 meses, teve um episódio de perda de fôlego 3 vezes consecutivas.Foi depois de uma viagem longa e da saída da mãe para o trabalho.Ele estava dormindo e assustou com um barulho vindo da rua e já começou a chorar seus lábios ficaram roxos e ficou meio mole e sonolento depois das crises.Uma criança de tão pouca idade pode estar estressada ou sentindo falta da mãe?

    • Prezada Maria Goretti,
      Por partes! Um bebê de 4 meses pode sentir a falta da mãe sim. Se adaptará a essa situação, mas que pode sentir a falta, pode. No entanto, os episódios de perda de fôlego não são voluntários. É algo que ele não controla e só podem estar relacionados à falta da mãe se ele chorar por esse motivo. Sempre recomendo que o pediatra seja consultado para que ele tranquilize a família, após examinar a criança.

  38. Olá dr tenho um filho de 1a2m e ele perde o fôlego desde os 6 m – ja fizemos todos os exames necessários e nada. Sempre acontece qdo ele cai, oi qdo eh contrariado – ja tentei de tudo para que na hora não aconteça mas não tem regra – a gente desvia a atenção, brinca, da uns tapas na bunda mas tem vezes q nada adianta. Será que isso vai passar logo ? Obrigada

    • Prezada Vanessa,
      Tendo feito todos os exames e estes se mostrando normais, nada a fazer. Ou melhor, podem ficar mais tranquilos quando acontecer um episódio de perder o fôlego. Quanto à pergunta se vai passar logo, não tem como se fazer uma previsão. O que se sabe é que passa. Em geral, até os 4 anos de idade e, em um percentual pequeno, até os 6 anos, terá passado. Nada impede de passar antes. Paciência e tranquilidade!

  39. Dr., estou aterrorizada! Nessa semana minha filha de 1 ano e 1 mês perdeu o folego duas vezes. Ela fica roxa, com a boca aberta, totalmente muda e mole. Passou aproximadamente 1 minuto assim e depois voltou aos poucos…Não tenho suporte psicológico para esperar, fico sacudindo, massageio o peito… nessa última vez abri as vias respiratórias! Tenho medo de machuca-la, mas na hora em penso direito, apenas sei que ela tem que voltar a respirar. Me ajude, preciso procurar um especialista.

    • Prezada Cintia,
      Entendo sua reação e ela é normalíssima. Antes de pensar em procurar especialista, sugiro que converse com seu pediatra. Ele poderá lhe orientar e tranquilizar. Caso ache que seria bom ouvir um especialista, ele faria a indicação. Sei que é difícil, mas é importante que mantenha a calma diante de um episódio em que sua filha perca o fôlego porque é o melhor para ela.

  40. Boa noite Dr Roberto.
    Assim como todas as maes aqui no blog tbm tenho uma filha com essas crises de perda de folego, passei tanto susto com ela desde q nasceu q ate minha saude anda um caos… no dia e q ela nasceu sufocou com o liquido do parto, fizeram uma lavagem e a partir dai nao tive mais paz, com 40 dias ela sufocou com refluxo oculto tive q sugar e pasamos a noite em obs no ps, a partir dai foi assim ate uns 6 meses ela sempre sufocando, tinha medo ate de deixar outras pessoas segurar ela, mas passou Gracas a Deus, conforme foi crescedo comecou com essa perda de choro, fazendo alguns exames descobri q uma valvula do coracao q tem q fechar assim q o bb nasce, nela nao havia fechado, segundo 3 pediatras q a levei e tbm a cardiopediatra, a perda de choro nao esta relacionada a este problema, mas hj msm ela caiu e nem se machucou muito, mas prerdeu o choro e chegou a desmaiar, entrei em panico, minha pressao ate subiu, a levei no hospital e fizeram aquele exame de oxigenacao e frequencia cardiaca e estava tudo normal. assim como o Dr. E os pediatras que a leveiJa dissesseram anteriormente, nao ha o que fazer a nao ser acalmar a crianca e esperar, nas e dificil, o susto e o medo de uma sequela me apavora.

  41. Dr Roberto minha filha tem 2 anos, a um mês ela acordou de madrugada chorando muito, não perdeu o fôlego, mas ficou mole, trêmula e com muito medo, me abraçava forte, ela estava apavorada. Levei ao pediatra e ele me disse q poderia ter sido a combinação de um remédio pra gastrite com antibióticos, 10 dias depois ela caiu, bateu a cabeça, chorou muito, não perdeu o fôlego, mas ficou novamente sem sentidos, levei na emergência e o médico q a examinou disse q estava td bem, já q ela não desmaiou nem quis dormir em seguida, pelo contrário, ela fica muito elétrica quando isso acontece e hoje estávamos andando na rua, ela do nada se sentou no chão e mais uma vez ficou mole e sem os sentidos, é tudo muito rápido, ela logo fica normal, marquei uma consulta com um neuro pediátrico, mas é pro fim de junho, estou muito preocupada, me ajude por favor.

    • Prezada Márcia,
      Me parece que você fez o que deveria ser feito: marcar uma consulta com um neuropediatra. Pelo que descreveu e, também, porque foi examinada por dois pediatras, não parece ser uma situação de urgência. Mas, pode tentar antecipar a consulta, para ouvir, o quanto antes, a opinião do neuropediatra. Como o blog não substitui uma consulta médica, não tenho condições de opinar. Espero que compreenda esta limitação.

  42. minha filha de 4 anos e 3 meses perdeu o folego hoje, ela estava correndo e eu pedi para ela parar mas ela não parou e acabou caindo mas não se machucou porem começou a chorar e perdeu o folego acho que foi de medo fiquei desesperada mais logo ela voltou , isso ja tinha acontecido uma outra vez

  43. Meu filho fez um mês ontem, e pela segunda vez ( comigo) que ele perde o folego em meu colo, minha esposa o tomou de meus braços alegando que eu posso acabar deixando ele morrer porque não assusto o bebê para ele recuperar o mesmo. Quero saber se há necessidade de fazer isso e o que fazer para a criança se recuperar da perda?

    • Prezado Eder,
      Não há necessidade de dar susto, soprar no rosto, bater nas costas ou virar de cabeça para baixo. Basta esperar que o bebê volta respirar. Isso, considerando um bebê saudável. Por outro lado, entendo perfeitamente a angustia que uma situação como esta gera na mãe. Portanto, o ideal seria que o pediatra de vocês os tranquilizassem.

    • Eder,
      Acredito já ter lhe respondido, no comentário que fez anteriormente. Caso persista alguma dúvida que eu possa sanar, por favor me diga. Lembro que o seu pediatra é a melhor pessoa para lhes orientar e tranquilizar.

      • Não Dr. não há mais dúvidas. Só lhe enviei a pergunta novamente porque não estava achando-a, e pensei não ter sido aprovada pela moderação pela forma como perguntei, então repeti a mesma. Mas muito obrigado pela resposta, isto já me tranquiliza muito!!

  44. Olá Dr. Roberto Cooper, adorei seu Blog, e como todas mães também tenho duvidas, tenho uma filha que vai fazer 6 anos em agosto. Bem quando ela tinha uns 3 anos ela começou com uns, não sei se posso chamar de ataques, quando ela fica com vontade de alguma coisa ela fala q a barriga dói e do nada fica pálida e desmaia por alguns segundos e os olhos dela meio que viram e os braços ficam querendo entortar. Quando ela volta em si ainda mole continua a reclamar da barriga e chora sempre. Uma única vez aconteceu isso porque ficou nervosa por ter machucado o dedo e saiu sangue, quando viu o sangue começou a falar q estava doendo e logo desmaiou. Fiz exames de todos os tipos na primeira vez que deu, depois não fiz mais. Antes dava em 6 em 6 meses + ou -, mais tb já chegou acontecer 2 vezes em menos de 1hora. Aconteceu isso em abril e agora dia 17 de junho e não sabemos o que fazer, e sem falar q na maioria das vezes ela tosse. Por favor Dr esclareça minha duvida e o q fazer. Aguardo resposta obrigado

    • Prezada Tatiane,
      Sugiro que converse com seu pediatra e veja com ele se não seria o caso de ouvir um especialista (neuro). Pelo blog, fica impossível eu dar uma opinião médica, mas sua descrição é suficientemente detalhada para sinalizar que, nem que seja para afastar algo, valeria a pena ouvir um neuropediatra. Veja o que seu pediatra acha.

  45. Olá doutor, tenho um filho de 11 meses ele começou a ter crises de perca de folego a alguns meses so que da semana passada para cá ficou decorrente cada vez que chora perde o folego ada semana passada ele perdeu o folego e entao eu o sacudi, soprei seu rosto, enfiei o dedo na garganta mas nada o voltava entao meus pais e meu irmao tentaram mas ele nao voltava ele ficou mais do que roxo quase preto e virou os olhos e quando ele desmaiou nos braços dos meus pais entao eu levantei do chao e liguei a mangueira e joguei agua nos dois foi ai que meu filho respirou e ficou sonolento mais isso dorou cerca de uns 8 minutos ou mais e se agente deixar chega oa ponto de acontecer algo pior porque ele nao volta sozinho voce poderia me dizer o que posso fazer para descobrir o que e que esta causando isso ou que problemas isso trara ou ate quando isso vai ocorrer me responda rapidamente por favor espero anciosamente kele. meu imail e kmoreninha@outlook.com me responda por email se possivel obrigado.

    • Prezada Kele,
      Considerando a idade do seu filho e o quadro que descreveu, sugiro que faça uma consulta com seu pediatra ou um de sua confiança. Somente após um exame clínico cuidadoso o médico poderá lhe orientar. Muito provavelmente o exame clínico será normal e o pediatra a tranquilizará. Mas, é importante que esse exame seja realizado porque em pouquíssimos casos o pediatra poderá pedir uma avaliação cardiológico ou neurológica. O blog não substitui uma consulta. Espero que compreenda esta limitação.

  46. Dr. Roberto meu filho tem 2 meses e acontece essa perca de folego porem ocorre muito rapido ele chora apenas 3 minutos e ja perde o folego ficando com o rosto todo roxo, por esse motivo ele esta durmindo em nossa cama por medo de acontecer essa crise durante a noite ja que ele acorda muito. O que devemos fazer?

  47. Bom dia, DR!
    Meu sobrinho tem episódios de perda de folego ao chorar! Deixando a mãe sempre em pânico! Ele chega a se retorcer e ficar com o rosto e corpo todo roxo. Já foi a cardiologista e neurologista. Fez vários exames, porém não tem nada de anormal. Mas quando ele tiver essas crises de se retorcer, como devemos agir? O que fazer, quando isso acontecer? Ele vira os bracinhos pra trás e retorce as mãos e pés, chegando a desfalecer! Realmente é muito assustador!

  48. Bom dia DR. Minha filha tem 1ano e 4 meses nossa ela é muito stressada se não fizer as vontades dela ela começa a chorar e quando começa perde o choro e fica com a boca roxa e desmaia ou perde os sentidos eu. Fico desesperada tento acalmar ela quando ela começa a chorar mais não adianta levei ela no pediatra e ele me deu um encaminhou ao neoro o senhor acha que é necessário de neurologista desde já agradeço

  49. Boa noite Dr. O meu bebê de 11 meses perdeu o choro quando eu estava trocando a sua fraldinha, ele começou a chorar muito forte e de repente o seu fôlego foi embora, o seu rostinho ficou pálido e a sua boquinha roxa, eu e o meu esposo quase morremos de susto. Após o episódio ele ficou suspirando a madrugada toda, isso é normal? Desde já agradeço pelo seu carinho para conosco com a sua resposta. Que o Senhor Jesus te abençoe.

    • Prezada Alessandra,
      Para a tranquilidade sua e de seu esposo, recomendo que levem o seu bebê ao pediatra para que possa ser examinado. O pediatra é a melhor pessoa para tranquilizá-los e orientá-los. Caso o pediatra, após examinar seu filho, diga a vocês que está tudo bem, poderão estar preparados para eventuais episódios de perda de fôlego que venham a ocorrer e saberão que basta ter calma e aguardar um pouco para que tudo volte ao normal. Primeiro, façam uma consulta para confirmar que está tudo bem.

  50. Drº, Minha filha tem 1 ano e 9 meses, e desde meses ela apresenta perca de choro e sempre voltava rápido, então me indicaram um Neurologista, que pediu um Eletro, mas que não acusou nada, mas mesmo assim ela receitou um remédio chamado Carbamazepina, alegando que se tratava de um tipo de Epilepsia infantil e teria que ser tratado, então comecei a fazer a medicação.
    Poucos dias passados ela nos assustou de forma intensa, desmaiou e ficou toda roxa, dura e demorou uma média de três a quatro minutos para voltar a si, minha esposa ficou louca e correu com ela para o Hospital, chegando lá ela já estava acordada, ficou muito sonolenta e só voltou a ficar legal mesmo no dia seguinte.
    Só agora depois dessa crise resolvi buscar informações na Internet, e estou com medo de ficar medicando a minha filha com este remédio forte e o problema não ser Epilepsia, e muito medo do remédio ocasionar algo mais grave.

    Muito obrigado;
    Rodrigo Valentim

    • Prezado Rodrigo,
      Entendo sua preocupação e a considero legítima. Como o blog não substitui uma consulta médica, o que eu posso sugerir é que ouçam uma segunda opinião de neuro-pediatra. Levem o eletro feito para que possa ser analisado pelo neuro. Não fiquem na dúvida, esclarecam-na, ouvindo outro neuro, de preferência com especialização em pediatria e boa experiência. Essa a minha sugestão.

    • Prezada Barbara,
      Após uma avaliação criteriosa feita pelo pediatra, em que o bebê se mostre inteiramente saudável, poderemos considerar os episódios recorrentes como benignos. Por isso é muito importante, antes de se dizer- “isso é normal”, que o pediatra, informado dos episódios de perder o fôlego, examine cuidadosamente o bebê. Após o exame, o pediatra poderá lhe tranquilizar e orientar.

  51. Ola… eu tenho uma bb de 8 meses e domingo passado ela parou de respirar do nada ela tava com o nariz bem trancado por causa de uma gripe! chegou a ficar rocnhinha e por DEus meu esposo teve calma e conseguiu fazer os procedimentos de primeiros socorros e ela voltou depois de repiração boca boca. A medica disse q tem tres possiveis causas… engasgo, parada respiratoria ou febre mto alta. nem antes e nem depois do ocorrido ela chorou ou tossio simplesmente ela parou. fez exames e não deu nda. graças a Deus! minha preocupação é se derrepente ela pode ter ficado c alhuma sequela ou se é preciso leva-la em um neuro? Tenho medo de ocorrer novamente! Obrigada!

    • Prezada Ana Paula,
      Entendo sua preocupação. Quanto à necessidade ou não de sua filha ser avaliada por um neuropediatra, sugiro que pergunte à sua pediatra. Suponho que, caso tivesse constatado algo no exame clínico, já teria solicitado um parecer. Para sua tranquilidade e orientação, converse com ela a respeito.

  52. Meu Filho de 3 anos está vivendo uma situação semelhante a descrita no artigo. Já por duas vezes em que ele se machucou, teve uma crise convulsiva; estou muito preocupada, será que é só por causa da dor da queda ou algum problema neurologico?

    • Prezada Mônica,
      Como o blog não substitui uma consulta, seria irresponsável da minha parte opinar sobre o seu filho. Se o seu filho teve crise convulsiva, precisa ser avaliado pelo pediatra e, provavelmente, pelo neuropediatra.Sugiro que não adie essa consulta.

  53. meu filho de 1 ano e 15 dias teve uma crise dessas estava deitado chorando quando notei que ele estava ficando muito vermelho peguei ele no colo e ele começou a revirar os olhos e torcer o pescoço e começou a ficar muito roxo e se amolecer ficou como se estivesse morto,ficamos muito desesperados naquele momento achei que tinha perdido meu filho.é normal a criança ficar como se estive morrendo.liguei para o pediatra dele que me informo sobre esta crise e me disse que por enquanto nao devo me preocupar mas fico muito preocupada que agora tenho a te medo quando ele começa a chorar.

    • Prezada Daniela,
      Como o blog não substitui uma consulta, seria irresponsável de minha parte fazer um comentário específico sobre o seu filho. De fato, algumas crianças, quando perdem o choro, chegam a desfalecer (desmaiar) por segundos. É uma cena muito assustadora. Recomendo que converse com seu pediatra, quantas vezes achar necessário. Ele é a melhor pessoa para lhe orientar e tranquilizar.

  54. ola Dr tenho um filho de 4 anos e desde uns seis meses ele perde o folego fica palido e com a boquinha roxa isso sempre acontecesse qdo ele se machuca ele nao chega a chorar ele fica mudo e começa a ficar mole palido com a boca roxa e desmaia fiz ecocardiografia nele qdo ele ainda era bem bebe com dois meses deu td normal ele e ativo mto inteligente nao acredito q esses desmaios tenham afetado o cerebro porém entro em panico qdo isso acontece e tenho medo q ele morra, minha sogra disse q ja viu crianças morrerem por perderem o folego. por favor diga se isso pode mesmo acontecer.. desde já agradeço

    • Prezada Eliane,
      Seu filho está em uma idade onde esses episódios devem diminuir e, até os 6/7 anos, desaparecer. Não creio que sua sogra tenha visto crianças morrerem de um episódio de falta de fôlego. Se viu, a causa da morte foi outra. Em medicina nunca devemos ou podemos afirmar nada, de forma categórica. O que posso lhe dizer é que a literatura médica não relata mortes de crianças por episódio de falta de fôlego.

  55. minha sobrinha tem cinco meses e ela começou a chorar e perdeu o folego ,começou a perder os sentidos mesmo,ficamos desesperados ,mas isso não durou so vinte segundos não ,foi uns dois minutos ,fizemos respiração boca a boca nela ,foi uma situação desesperadora ,pensamos que ela não ia voltar ,pq isso aconteceu doutor?

    • Prezada Fabiana,
      Não há uma explicação convincente para os motivos que levam uma criança a perder o fôlego. Sugiro que sua sobrinha seja examinada por um pediatra para lhes orientar e tranquilizar. Algumas crianças, perfeitamente saudáveis, fazem esses episódios, sempre muito assustadores, mas, sem maiores consequências (desde que sejam crianças saudáveis. Por isso a minha recomendação de ouvir o pediatra).

  56. Boa Noite, minha afilhada tem 2 anos e 5 meses e desde 1 aninho começamos a reparar que toda vez que ela chora ao sentir qualquer tipo de dor ela chora fica sem folego perde os sentidos ( fica sem folego vai ficando roxa e chega a ponto de desmaiar) , mas isso acontece somente quando ela sente algum tipo de dor mesmo sendo de leve , e para passar tem que fazer algo pra ela conseguir respirar novamente.

    • Prezada Alessandra,
      Em princípio não é necessário fazer nada para que volte a respirar. Basta segurá-la ou deitá-la de lado. Mas, sugiro que conversem com o pediatra dela. Ele é a melhor pessoa para lhes orientar e tranquilizar.

  57. Meu bebe de 1 ano teve gripe estomatite.sso vomitava e baixou no hospital com febre de 37 5 teve uma crise muito feia ficou sen respirar todo molinho e roxo uns segundos entrei entrei em panico fiz varios izames nao deu nada. Os medicosee daqui nao esplicao nada fico nervosa.

    • Prezada Patricia,
      Seu filho pode ter tido uma crise de falta de fôlego. Se foi isso, não é algo grave e vai desaparecer com o tempo. No entanto, como o blog não substitui uma consulta, recomendo que convere com o pediatra para que este a tranquilize e oriente. É um direito seu receber informações a respeito da saúde do seu filho. Não é um favor do médico!

  58. Obrigada doutor por ter me respondido.eu tava muito nervosa com tudo que aconteceu. Meu bebe ainda esta no hospital, quantos dias pode durar uma estomatite? Isso causa febre?.
    Estou muito preocupada da quantia de remedios que estao dando para ele, aqui nao tem pediatra o medico daqui nao e de cria

  59. Bom dia doutor, meu bebe ainda esta no hospital com estomatite, queria saber quantos dias leva para desaparecer os cintomas? Pode dar febre? Estou preocupada com muitos remedios que estao dando para ele, ele tem um ano .cefalexina,dipirona,gardenau,biovicerim,protovit,nistatina,nebolizacao. Obrigada

    • Oi doutor e a patricia, agora concegui um pediatra pro meu filho que esta tratando da estomatite dele.
      Obrigado por ter respondido minhas perguntas, mas a estomatite dele ja ta mais de dez dias deu febre onde deu convulssao a unica coisa que fico preocupada e com isso, mesmo tomando medicassao pode dar ? Tenho tanto medo!

      • Patricia,
        A convulsão febril pode ocorrer mesmo com a criança tomando remédios. Mas, é uma convulsão que não deixa sequelas nem precisa ficar tratando. Estou falando em tese. Para saber o que deve fazer com seu filho, recomendo que fale com seu pediatra. Ele é a melhor pessoa para lhe orientar.

  60. Oi doutor, minha filha de dois anos tem esse quadro de desmaios e chega a contorcer os músculos toda vez que é contrariada , fiz uma consulta com uma neuropediatra que disse que os exames dela estavam perfeitos mais mesmo assim receitou trileptal duas vezes ao dia, já até comprei o remédio mais confesso que estou muito em dúvidas se devo administra-lo por conta dos colaterais todos que pesquisei na internet. Será que devo procurar uma segunda opinião, me ajude doutor…

    • Prezada Marcia,
      Se você está em duvida, me parece mais do que justificada uma segunda opinião.Como o blog não substitui uma consulta, não posso opinar sobre o caso da sua filha. Seria irresponsabilidade minha. O melhor é você marcar uma consulta com outro neuropediatra. Espero que entenda esta limitação do blog.

  61. Meu filho de 1a6m, teve uma crise enquanto eu estava no banheiro e deixei ele e o irmão no corredor na minha frente brincando, o irmão pegou um brinquedo dele e ele começou chorar e de repente ele ficou deitado no chão roxo, peguei ele e coloquei em cima da cama, ele estava todo roxo e duro, peguei ele e saí correndo pra pedir ajuda pq estava sem carro, a minha vizinha pegou ele, ele desmaiou e de roxo ficou branco, por cerca de 1min desmaiado, acordou e começou chorar, levei no hospital e fez raio x não deu nada.
    Isso foi a umas 3 semanas atrás, hoje aconteceu de novo, desta vez eu estava brincando com os dois na sala e o irmão foi pegar o carrinho dele e ele foi chorar e ficou roxo de novo, como da outra vez eu contei pro meu pai e ele é téc em segurança do trabalho e me falou que quando isso acontecer eu por ele num lugar plano e descer a cabeça, eu fiz isso e ele voltou. A pergunta que quero fazer é: isso é só uma perda de fôlego ou pode ser uma doença??? Vou no neuropediatra esse mês por indicação da pediatra.

    • Prezada Carla,
      Como o blog não substitui uma consulta, o que eu iria recomendar, você já vai fazer- consulta com o pediatra e com o neuropediatra.Eles poderão lhe tranquilizar e orientar. Espero que compreenda esta limitação do blog.

  62. Boa noite Dr.
    Estou muito assustada, minha bebê tem 6 semanas.
    O problema da minha bebê é mesmo sem crises de choro. Quando ela nasceu ainda na maternidade percebi ela sem respirar e muito pálida, comecei a movimentá-la e ela voltou a respirar. Agora, ela com 5 semanas, passei o maior susto, acordei no meio da noite e quando olhei para neném, ela estava muito pálida, foi quando eu percebi que ela não estava respirando. Não havia nenhum sinal de choro, ela nem se movia. Tudo isso acontece mesmo sem o choro. Fiquei muito assustada. Coloquei ela nos meus braços e percebi que ainda não respirava, não havia sinais de engasgamento e demorou um pouco para ela voltar. O que me assusta é que ela estava muito pálida.
    Por favor me esclareça algo, pois estou com medo de dormir e acontecer algo com a minha bebê.
    Meu email: lusineteprofessora@hotmail.com

    • Prezada Lusinete,
      Recomendo fortemente que procure seu pediatra, relatando o que está ocorrendo. Pergunte a ele se é o caso de ouvir algum outro especialista. Na idade do seu bebê, é fundamental que ele seja muito bem examinado e avaliado, para se afastar ou descartar qualquer situação que exija cuidados ou tratamento.

  63. Olá Dr. Roberto,
    Meu filho tem 3 anos e 1 mes e tem dessas crises da perda de fôlego com muita frequencia… já informei o pediatra e ele insiste em dizer que é normal. Ele faz isso normalmente qdo cai e bate a cabeça. Hoje mesmo levei um susto! Ele chora, sai a qualquer rumo e perde o sentido chegando a cair. Não acredito que ele queira chamar a atenção de ninguém e fico em dúvida sobre se tratar de frustração ou insegurança… Ele não fica arroxeado, fica pálido. Gostaria de saber se tem algum exame ( cardiológico ou neorológico) que deva ser feito. Obrigada!

    • Prezada Carolina,
      As crises de perda de fôlego são involuntárias. Portanto, não é algo que a criança faz, de propósito para chamar a atenção. Como o blog não substitui uma consulta médica, seria irresponsabilidade minha opinar sobre o seu filho. Sugiro que converse francamente com o seu pediatra, perguntando se ele vê alguma necessidade de ouvir um especialista. Caso você não se sinta segura com a resposta dele, pode sempre ouvir uma segunda opinião pediátrica. Não recomendo que procure diretamente especialistas porque isso pode lhe confundir mais do que ajudar.

  64. dr.boa noit minha bebezinha tem 4 meses..e hj fui dar mama pra ela e ela deu de dar um chorinho mais nao engasgou levantei ela e ela perdeu o folego por um tempinho e nao voltava..eu e meu marido ficamos muito assustados como lidar com isso ..eu travei na hora de acudir pois eu sacudia ela e ela nao voltava por nada..como posso acudi-la se vier acontecer de novo…?desde ja obrigada

    • Prezada Shayenne,
      Se compreendi bem, sua filha não engasgou. Quando uma criança engasga, é uma situação completamente diferente de quando não engasga. Vou considerar que sua filha não engasgou. Como ela tem 4 meses, recomendo que converse com o pediatra. Se, após o exame clínico, ele lhe disser que está tudo bem, você poderá ficar mais tranquila. Caso a situação de perder o fôlego se repetir, não há nenhuma manobra especial a ser feita. Nada de balançar, virar de cabeça para baixo ou soprar no rosto da criança. Basta segurá-la no colo ou deitá-la de lado e aguardar. Mas, é fundamental que o pediatra a tenha examinado e lhe dito que está tudo bem com a sua filha. Como o blog não substitui uma consulta, o pediatra é a única pessoa que pode lhe tranquilizar.

  65. nao ela nao engasgou nao!ela perdeu o folego mesmo…mais obrigada…vou conversar com a pediatra dela..fiquei nervosa..mais nao entendo o motivo pelo qual acontece isso..e normal?
    nao pode balançar nem virar nem sacudir..e se ela nao voltar?!

    • Shayenne,
      Converse com seu pediatra sim. Perder o fôlego é algo que pode acontecer com algumas crianças, sem que haja nenhuma doença. É algo que não tem nenhuma explicação satisfatória e, em geral, desaparece com o crescimento da criança. Mas, seu pediatra é a pessoa certa para lhe orientar e tranquilizar.

  66. boa tarde,minha filha dos 8 aos 10 meses de idade teve 4 crises como se fosse de ausencia.Foram feitos exames (tomografia,eletroencefalograma) que deram normais,ela passou por vários pediatras e 2 neuropediatras ,e chegou a tomar por dois meses gardenal.Por fim foi feito um exame (reed)que constatou refluxo de grau 2.O neuropediatra fez o desmame do medicamento (que acabou a 4 dias) e ela começou o tratamento de refluxo com o motilium,porem hoje,faz 20 dias que ela esta se tratando e a crise se repetiu.Ela esta com 1 ano,eu fiquei 1 dia sem dar o motilium p/ela pq ela não estava comendo nada.Isso é normal no refluxo? Ela para de respirar,roxea e fica ausente por alguns segundos sem ter chorado.O que fazer para ela voltar nessa hora? tem algum risco dela não voltar?sempre faço uma leve respiração boca a boca.por favor,me responda.Obrigada

    • Prezada Luciana,
      Apesar da sua descrição minuciosa, seria uma irresponsabilidade minha opinar sobre sua filha, já que o blog não substitui uma consulta médica. Me parece que você está sendo bem atendida e sugiro que retorne a seu pediatra de confiança para conversar francamente com ele. Muitas vezes, o diagnóstico de uma criança não é feito rapidamente e é preciso acompanhar a evolução do quadro para se poder chegar a uma conclusão. Por esse motivo é importante que um médico em quem se confie possa acompanhar a criança. Trocar de médico, nestes casos, pode confundir mais do que ajudar.

      • Bom dia Dr. Roberto,ontem levei minha bebê ao pediatra que esta tratando dela,ela me disse que é normal isso acontecer (inclusive há casos semelhantes com adultos) ,pq ela esta no começo do tratamento.Minha maior dificuldade esta em não amamentar na hora dela dormir, já que ela mama no peito e não esta comendo praticamente mais nada. A médica me mandou não dar de mama pelo menos 2 horas antes dela dormir,mas ela não dorme sem mamar.Agradeço muito sua atenção e gostaria de parabeniza-lo pelo serviço prestado a nós,mães desesperadas,rsrsrsr .Abraços!!!

  67. Oi dr. Roberto, o meu filho tem 32 dias e ontem ele teve um episódio como o sr. descreveu aqui, ele começou a chorar e do nada trancou o choro, se contorceu todo, ficou todo roxo, e sem respirar, fiquei desesperada não soube o que fazer, sacudi ele, levantei ele pra cima e assoprei na moleirinha e levou alguns segundos para ele voltar, mas voltou…fiquei em pânico e tremendo por mto tempo, daí encontrei o seu blog e vi se era normal e o q eu poderia fazer se caso acontecesse de novo…e hj(com menos de 24hs) aconteceu de novo e fiz o q o sr havia falado, peguei ele abracei com carinho e conversei com ele…e ele logo voltou ao normal…mas fiquei com uma dúvida qd li o seu blog: pois vc disse q isso acontece com crianças de 6 meses a 6 anos, mas o meu filho yuri só tem 32 dias, será q é isso mesmo q tá acontecendo? Ou pode ser outra coisa? Tenho consulta com a médica dele dia 08/11, mas queria saber se é normal com crianças dessa idade, senão vou levar ele numa emergência…o q o sr. Acha?

    • Prezada Joana,
      Como seu bebê tem menos de 6 meses, será muito importante essa consulta com o pediatra. Sugiro que tente antecipar a consulta, ao invés de levar em uma emergência. Isso porque é importante que um médico em quem confie possa acompanhar a criança até para chegar a um diagnóstico. Caso não consiga antecipar a consulta e seu bebê apresente uma nova perda de fôlego, sugiro que ele seja examinado por um médico.

  68. olá Dr meu bebe de 2 meses de repente fica durinho e vermelho, sem respirar do nada, e só chora depois q ele volta. o que pode ser. Eu estou muito preocupada

  69. Bom dia Dr. Roberto,
    Tenho uma filha de 3 anos e ela já havia perdido o folego e os sentidos quando sentia dor…..um exemplo foi quando estava correndo e bateu fortemente a mão.
    Essa semana aconteceu novamente, mas de um jeito diferente.
    Um pouco antes da sua festa de aniversário começar, estávamos todos conversando e ela por perto, do nada ela caiu como se estivesse desmaiando e quando minha mãe foi pegá-la no colo, teve uns espasmos como se estivesse tendo uma convulsão (sem se debater).
    Ela não respirava, ficou com o corpo todo mole e com os lábios brancos.
    Alguns meses atrás levei-a a um pediatra, que disse que isso era manha. Como não acho isso normal, marquei novamente médico para ela.
    Teria alguns exames que eu poderia pedir para me tranquilizar? Quais seriam?
    Desde já agradeço sua atenção.

    • Prezada Franci,
      Pelo seu relato, sugiro que ouça uma segunda opinião médica e, eventualmente, consulte um neuropediatra. Como o blog não substitui uma consulta, seria irresponsabilidade opinar sobre a sua filha, mas o que descreve merece esclarecimento diagnóstico.

  70. Dr. Meu nome é Cristina e tenho uma filha de 3 anos e 9 meses que de uma semana pra cá tem acordado duas vezes a na madrugada engasgada, parece que falta o ar, ela percebe, assusta e logo volta a dormir. Mas eu sinto que ela perde o folego. O que poderia ser? muito obrigada

    • Prezada Cristina,
      Como o blog não substitui uma consulta, recomendo que converse com seu pediatra. Ele, depois de colher uma história mais detalhada, poderá direcionar o diagnóstico. Eventualmente, poderá pedir um parecer de um gastropediatra para avaliar doença do refluxo, uma avaliação com otorrino, como também poderá propor um estudo do sono para investigar apneia noturna. Espero que compreenda esta limitação do blog. Sugiro que, se for possível, filme esses episódios, para que possam ser analisados pelo pediatra e/ou outro especialista.

  71. Boa Tarde Dr. Roberto Cooper, meu filho é prematuro nascido com 34 semanas, tive pré-eclimpse, perda de proteina, tendo meu filho ficado 40 dias na UTI por ter nascido com 1.415 e com 40 cm, teve hemorragia grau IV, depois repetido o exame grau I, teve refluxo quando na uti tendo varias vezes suspendidos o leite que era ingerido por sonda na boquinha dele, depois de 48 dias que saimos agora ele com 8 meses teve quatro perda de folego duas quando dormindo ia coloca-lo no berço chorou ate perder o folego, consegui voltar o folego levantando ele para cima, e hj depois de ter almocado a papinha, não tendo nada mais na boca, perdeu o folego e foi enrochando a boca, proximo a area do olho e ficando sua lingua durinha e enrochando toda face.

  72. Houve dois episódios com meu filho com a perda de fôlego, o 1º foi quando ele tinha 10 meses, ele caiu da cama e quando fui pega-lo ele começou a chorar e perdeu os sentidos, não sabia o que fazer pois é meu 1º filho, então, eu fiz respiração boca boca, e ele voltou devagar, o 2º episódio foi a poucos dias (já com 1ano) quando ele brincando no chão eu acabei pisando em um dos dedinhos das mãos e aconteceu o mesmo, novamente fiz a respiração e ele voltou….depois desses dias eu e meu marido evitamos de deixa-lo chorar muito, não também fazendo todas as vontades mas, tentando controla-lo.

    • Prezada Cristiane,
      Obrigado por participar do blog, relatando o ocorrido com seu filho. Muito provavelmente não seria necessária a respiração boca a boca. Basta segurar no colo ou deitar de lado que a criança retoma a respiração.

  73. Minha sobrinha de 10 meses esta com esse probleminha ela não chora e nem faz som nenhum simplesmente fica com a boca rocha e vai como se fosse desmaiar!
    E assustador o medo dela não voltar minha maior dúvida e que todas as crianças só engolem fôlego qndo estão chorando e ela não
    e do nada fik com a boca rocha e pronto!
    Socorro me ajude a entender isso??!!!

    • Prezada Deise,
      Ninguém entende isso ao certo. O que se sabe é que é algo beningno, em geral sem nenhuma consequência e que passa a partir dos 4-5 anos de idade. Sugiro que a sua sobrinha seja examinada pelo pediatra dela, para se certificar que está tudo bem com ela e que, de fato, se trata de um perder o fôlego, sem causas ou consequências.

  74. Dr minha filha tem 1 ano e 2 meses quase todos os dias ela perde o folego e as vezes chega até ficar desacorda por alguns minutos ,ela volta sozinha o normal mas tenho medo de não voltar oque devo fazer para ajuda-lá

  75. Oi doutor minha bb tem 6 meses ela estava com fome fui esquentar a mamadeira quando coloquei no microondas ela chorou tanto q perdeu o fôlego ficou toda roxa por uns 20 seg depois voltou me apavorei demais pode ser manha ou algo assim ?! Se ela fez isso uma vez vai fazer sempre ?!

    • Prezada Silmara,
      Perder o fôlego não é manha. É algo que acontece fora do controle da criança. Pode ser que se repita sim, não necessariamente toda vez que chore. Sugiro que conte o ocorrido ao seu pediatra. Ele é a melhor pessoa para lhe orientar, porque o blog não substitui uma consulta médica.

  76. Bom dia Dr. Roberto Cooper, gostaria de agradecer seu post pois minha bebezinha de 1 ano e 4 meses teve essa perda de choro algumas vezes já. A pediatra dela examinou e disse q é normal e q ela está ótima,porém até o momento nunca havia lido ou conversado com pais que passavam por isso. Então acreditava q era algum tipo de problema,mas com esse post fiquei mais tranquila,vi q isso de uma certa forma é normal. E com minha filha costuma acalma-la na crise e ela volta rápido. Percebo q ela fica um pouco assustada com isso mas procuro deixa-la tranquila. Mas tenho q admitir q sempre q uma crise passa eu me acabo,sofro demais por vê-la ter esse negocio…

  77. Boa tarde Dr. Roberto Cooper, minha filha tem um ano e onze meses e esta preocupando toda família, pois quando é contrariada “toma o choro” ficando arrochada, desmaiando se contorcendo , fico apavorada!Já conversei com a pediatra que a acompanha desde o nascimento, busquei outra opinião com outro profissional da área e não contente a levei a uma consulta com o neurologista mas todos atestam que a Manoela (minha filha), é saudável que estas crises são de brabeza.
    É muito difícil ,embora sejam segundos todos que estão em volta se apavoram.Hoje a Manu ficou brava e tomou o choro só que desta vez resolvi correr o pessoal que estava em volta ficando sozinha com ela e com calma conversei mostrando outras coisas que pudessem despertar sua atenção e graças a Deus funcionou, embora ele tenha desmaiado ,arrochado mas voltou logo em seguida como se não tivesse acontecido nada, fico muito preocupada e nervosa com essa situação pois não conhecia ninguém que tivesse passado por isso, agora depois conhecer seu blog fiquei mais tranquila e vou tentar seguir suas dicas , muito obrigado por esclarecer sobre este assunto que é tão pouco abordado.

    • Prezada Janaina,
      Obrigado por compartilhar sua experiência aqui no blog. Tenho a certeza de que muitas mães que passam pela mesma situação se sentirão mais tranquilas ao ler o seu relato. O importante é que você primeiro se certificou de que tudo estava bem com a saúde da sua filha, para poder ficar tranquila na hora em que ela perdesse o fôlego. Aos poucos irá descobrir os meios de distraí-la e, se ocorrer dela ficar sem fôlego, manter a calma.

  78. Dr Roberto Estava muito assustada quando entrei na internet para pesquisar que minha filha de 1 ano e 5 meses quando é contrariada “perde o fôlego ‘e vai ficando ROXA e cada vez mais roxa e depois volta ao normal .Hoje ela ficou muito roxeada mas graças a Deus nunca desmaiou mais tive muito medo disso acontecer. Já levei ela na pediatra e disse que é normal mais essa crise de hoje me deixou com medo. seu blog me acalmou.Obrigado pelas informações

    • Prezado Lucas,
      Como o blog não substitui uma consulta, seria irresponsabilidade minha opinar sobre o seu filho. Falando em tese, sem ser do seu filho, bebês de 35 dias, choram por vários motivos. É da natureza dos bebês, chorar. Com relação a seu filho, sugiro que o leve ao pediatra. Ele é a melhor pessoa para lhe orientar.

  79. Bom dia, meu filho tem 1 ano e 2 meses, desde quando nasceu ele chorava e perdia o folego mas era coisa rapido voltava logo, mas com 4 meses ele perdeu o folego de uma forma diferente,,,ficou cerca de tres minutos sem ar e os seus olhinhos viravam ele tremia e baba tipo uma crise cheque ate ligar pro SAMU (192) ai levei no medico disse que era normal ai eu insisti e pedi um exame do coração GRAÇAS AO BOM DEUS não deu nada…beleza passou mas depois dos 7 8 meses isso começou a ser frequente e com 10 meses fiz varios exames, eletro coração e cabeça, ressonancia enfim GRAÇAS A DEUS nao deu nada….eu estou desesperada não sei mais o que fazer eu sempre leio que essas percas de folego duram menos de um minuto, mas com meu bebe dura uns tres quatro minutos é muito tempo ele se retorce aff é desesperador ele tinha refluxo quando bebe mas lá pelos 4 5 meses eu parei de dar o peridona será que tem alguma coisa a ver?

    • Prezada Roberta,
      É impossível para mim opinar sobre uma criança que eu não conheço, nem examinei. Seria irresponsabilidade minha. Por esse motivo, o blog não substitui uma consulta médica. Mas, pelo que me relata, seu filho foi muito bem avaliado, não sendo encontrado nenhuma alteração que pudesse necessitar de tratamento específico. Isso é muito bom. O que eu sugiro é que converse muito com o pediatra de sua confiança, fazendo todas as perguntas que tem e buscando obte dele, a tranquilidade que precisa para conviver com essa situação ou intervir, caso algo mude no quadro do seu filho.

  80. Bom Dia Dr.
    Meu filho tem hoje 3 meses e desde RN começa a chorar e já perde o fôlego rapidinho, mas volta normalmente e rápido tb. No entanto por 4X ele perdeu o fôlego e de repente ficou duro como pedra, encolhe as pernas, fecha os punhos, e fica com o olho arregalado e todo roxo……dura poucos segundo e volta ao normal, até sem chorar de novo.
    Ele foi diagnosticado co megacolon e fará cirurgia em janeiro. Li que pode ser uma cólica muito forte que ele sente de repente, e ele prende a respiração como defesa.
    Ele tem tb uma CIV no coração bem pequenininho que os médicos acreditam que fechará sozinho.
    Tem relação estes episódios com a CIV ou com o megacolon?

    • Carina,
      Como o blog não substitui uma consulta, seria irresponsabilidade minha comentar sobre o seu filho. De uma forma genérica, desconheço a relação entre megacolon ou civ e episódios de perda de fôlego. Sugiro que converse com o seu pediatra se vale a pena uma avaliação por outros especialistas (cardiologista e neurologista pediátricos) apenas para afastar alguma causa que possa ser tratada.

  81. Olá Dr Cooper! Tenho um irmão de 02 anos de idade, que perde o fôlego desde os 06 meses. Porém, isso não ocorre somente quando ele é contrariado, com birras e crises de choro, mas também em situações as quais, aparentemente, nada aconteceu. Estamos na dúvida se seria necessário procurar a ajuda de algum especialista. Obrigada desde já.

    • Prezada Patricia,
      Como o blog não substitui uma consulta e vocês têm essa dúvida, sugiro que consultem o pediatra do seu irmão. Ele é a melhor pessoa para lhes orientar, inclusive quanto à necessidade, ou não, de uma consulta com algum especialista.

  82. Oi Dr., minha filha tem 2 anos e sempre, desde que nasceu perde o fôlego e fica roxa quando chora.
    Mas esta semana ela bateu a testa na mesa, não foi muito forte, mas ela começou a chorar e eu não estava perto e minha irmã pegou ela no colo e ela se jogou pra trás, e quando eu fui pegar ela, ela começou a tremer e parecia que não tava respirando, fiquei achando que ela tava tendo uma convulsão, mas minha irmã pegou ela rápido e deu uns tapas nas costas e ela voltou.
    No dia seguinte, ela caiu e ralou os joelhos, e aconteceu a mesma coisa, mas desta vez eu não estava junto e minha irmã disse que demorou mais pra ela voltar os sentidos.
    Fiquei muito preocupada, pensei, será que ela fica nervosa quando se machuca e eu não estou por perto então ela se desespera e perde os sentidos? Porque ela fica comigo o dia inteiro, dificilmente fica com outra pessoa.
    E a minha maior preocupação é que ela vai pra escola no começo do ano e tenho medo de isso acontecer por eu não estar por perto.
    Vou marcar uma consulta com o pediatra, mas é que nesta época ele está de férias, seria melhor marcar uma consulta com o neurologista?
    Obrigada pela a ajuda

    • Prezada Fabiana,
      Você fez bem em marcar a consulta com o pediatra. Aguarde ele examinar a sua filha para perguntar sobre a eventual necessidade de ouvir um especialista. Se for necessário, o ideal é que ele indique alguém da confiança ou relacionamento dele, para que possam conversar e discutir o caso.

  83. oi boa tarde minha filha tem 1 ano e 7 mes mais des do primeiros dias de vida ela engole fôligo , ela fica roxa vira os olhos as unhas dela fica roxa depois perde os sentidos e depois da sonolençia o que fazer

    • Prezada Sideline,
      Certamente você já conversou com seu pediatra sobre estes episódios. Se ainda não conversou, sugiro que o faça. Como o blog não substitui uma consulta, seu pediatra é a melhor pessoa para lhe orientar. Seria irresponsabilidade minha opinar sobre uma criança que eu não examine, nem conheço. Espero que compreenda esta limitação do blog.

    • Prezada Valdelice,
      Crianças que perdem o fôlego costumam deixar os pais desesperados. Sugiro que converse com seu pediatra para que este lhe tranquilize com relação à saude de seu filho. Sendo saudável, deve tentar evitar ficar desesperada e apenas segurar seu filho no colo ou deitá-lo de lado, conversando tranquilamente com ele. Não há necessidade de nenhum tipo de medida ou manobra especial.

  84. minha filha tem 1 ano e 7 meses nasceu de 42 semanas e des do primeiros dias de vida ela engole fôlego e depois fica sonolenta e roxa gostaria de saber se pode ter sido por que passou do tempo de nascer poriso ela engole fôlego ja fiz exames e deu confuçao beliguinia ate 1 ano mais ela continua engulindo fôlego o que evo fazer

    • Prezado Paulo Frederico,
      Como o blog não substitui uma consulta, seria irresponsabilidade minha opinar sobre a sua filha. Pelo que você descreve, um diagnóstico foi feito e seria interessante retornar ao profissional que o fez para conversar sobre necessidade de tratamento, evolução e orientação para os pais.

  85. Minha filha de 6 anos fez algo de errado e eu a fui procurar dizendo que eu ia pega-la mais nunca fui de bater nela entao ela se escondeu, e quando eu a encontrei ela caiu no choro e começou a ficar rocho os lábios e ficando cada vez mais sem ar entao coloquei ela em meu ombro e fiquei acalmando,aos poucos.
    Ate que graças a Deus terminou tudo bem mais tem algo que possa fazer ainda?
    Muito obrigado.

    • Livertton,
      Sugiro que comente com o seu pediatra o ocorrido. Talvez ele queira examinar sua filha apenas para se certificar de que ela está com boa saúde. Neste caso, sem nenhum tipo de problema, caso venha a acontecer um novo episódio, deve fazer exatemente como fez: manter a calma, segurar sua filha no colo e esperar que volte a respirar normalmente. Mas, é importante que seu pediatra esteja ciente do ocorrido.

  86. boa noite doutor, meu filho quando tinha 1 ano e 8 meses estava co febre e teve convução no sabado e pela 2 vez no domingo , eu levei no neurologista e foi detectado disritimia cerebral ele toma carbamazepina e faz controle de 6 em 6 meses a ultima consulta dele foi em novembro . so que de novembro pra ca as vezes ele chora e fica assim juntando os bracinhos tipo levantando os ombros ,será por causada disritimia ? é grave ? obrigada

    • Prezada Marilia,
      Como o blog não substitui uma consulta médica, seria irresponsabilidade minha opinar sobre o seu filho. Sugiro que retorne ao pediatra ou neurologista para que estes possam lhe esclarecer e orientar.

  87. Olá, estou andando desesperada com isso. Meu filho tem 2 anos e 7 meses e já aconteceu de ele perder o fôlego 5 vezes, sendo duas no último mês. Ele fica assim quando cai ou quando algo o aborrece e fica com os lábios roxos, desmaia e as mãozinhas se retorcem, ficam tortinhas mesmo e depois de alguns segundos ele acorda e fica bem. Será que torcer as mãos assim na perda de fôlego é normal ? Obrigada !

    • Prezada Samanta,
      Perder o fôlego pode ter as características que descreveu. Mas, como o blog não substitui uma consulta, recomendo que converse com seu pediatra. Ele é a pessoa indicada para avaliar seu filho e lhe tranquilizar.

  88. Bom Dia! Dr. Roberto
    Meu filho perde fôlego desde bebê (e eu sempre me mantive calma para passar tranquilidade e segurança para ele, e ele sempre voltou sem sequela alguma), já teve umas 5 crises. Hoje com 6 anos e 10 meses, teve uma das piores crises, por um descontentamento com o irmão mais velho de 12 anos, os dois brigaram e ele ao agredir o irmão, o mesmo revidou e acertou um tapa no estômago dele, momento em que ele veio correndo pra mim e começou a ficar pálido, contorcendo os braços para traz, entortou um pouco a boca e foi ficando roxo, até as mãos e pés ficaram roxos. Deitei ele no chão e pressionei buchecha até ele voltar, isso persistiu por uns 40 segundos ou mais.
    Para o vosso melhor entendimento, quando era bebê fiz vários exames e os resultados foram normais, confirmado pelo próprio pediatra que o acompanha, desta forma fiquei tranquila.
    Como li no blog o Senhor mencionou que isso passa por volta dos 5 a 6 anos. Isso me deixou um tanto preocupada, já que ele completará 7 anos em março.
    Por gentileza, me sugira o que fazer. Devo procurar algum especialista?

    • Prezada Adriana,
      Estudos e estatísticas nunca retratam um indíviduo. Assim, variações normais podem acontecer nessas datas citadas. Como seu filho foi avaliado por um pediatra e está em boa saúde, ele deve ser uma dessas crianças onde as datas variam, dentro do normal. Mas, se estiver em dúvida, sugiro conversar com o seu pediatra. Ele é a melhor pessoa para lhe orientar.

    • Prezada Carolina,
      Recomendo que informe ao seu pediatra que estes episódios acontecem com a sua filha. Uma vez que ele lhe tranquilize dizendo que ela está saudável (o que é o esperado), caso um novo episódio ocorra, deve manter a calma, segurar sua filha no colo ou deitá-la de lado e esperar que ela volte a respirar normalmente. Mesmo quando há uma perda de consciência, esta é de curtíssima duração e não há nenhuma manobra especial que precisa ser feita. Mas, o primeiro passo é o seu pediatra lhe dizer que está tudo bem com a sua filha. O blog não substitui uma consulta e meus comentários são genéricos, não podendo ser específicos para nenhuma criança porque não conheço a história, nem fiz o seu exame clínico.

  89. Boa noite,
    Dr.meu filho hoje tem dois anos ,morramos em uma cidade do interior do Ceara e desna de quando nasceu ele tem o historico de engolir o choro,na verdade ele já nasceu roxinho,e não chorou ,depois disse quando chegamos em casa e continuou com isso ,levei para consulta-lo quando estava com um mês o medico disse que não era nada,porém disse que ele tinha um leve problema de coração que poderia ter sido originado do parto,passou para um neurologista ,fiz um eletro da cabeça e não deu nada,novamente me mandaram para o hospital do coração,lá falaram que ele tava com o coração crescido,e com umas alterações do eletro,mas falaram que não era motivo para essas perdas de choro,e falaram que o coração dele voltaria o normal a medida que ele fosse crescendo.Só que nesses dois anos já passei por enumeras sintuações que via a hora perder meu filho,na verdade se contrariamos ele,se ele cai ,se ele se assusta é motivo para ele perde o choro ele fica aroxeado por completo e chega a cair no chão como se tivesse desmaiado ,então eu pego ele aperto coração ,jojo agua e tento acalmar ele ,mas tem vezez que ele torna bem rapido e tem crises que já chegou pasar mais de dois minutos e eu estou ficando desesperando daqui a pouco chega a hora dele ir a escola e como vai ser,uns diz que não vale nada outros falam que tem perigo,meus vizinhos todos que já viram tem medo,niguém quer ficar com ele pois tem medo,eu já fiz tudo que podia,já levei a todos os medicos que eu podia e nada resolvido,na verdade ele nunca ficou da forma que fica aqui em casa para nenhum medico ver,mas alguns enfermeiros que ja vacinaram tem medo dele também.

    Dr. o que fasso tem algum perigo?

    • Prezada Nayara,
      Como o blog não substitui uma consulta, seria irresponsabilidade minha opinar sobre a sua filha. Pelo seu relato, há uma dúvida quanto a alguma alteração ou não no coração do seu filho. Sugiro que seu filho seja examinado por um cardiologista pediátrico. Caso não tenha um na sua cidade, busque uma consulta em Fortaleza. Se você é atendida pelo SUS, peça para ser referida, via SISREG para um cardiopediatra. Caso você use o sistema privado de saúde, se informe sobre quem é um cardiopediatra experiente e agende uma consulta. Veja quem trabalha em serviço universitário porque, em geral, são médicos experientes e que se mantêm atualizados. Somente depois desse esclarecimento você poderá se sentir tranquila quando um episódio de “prender o choro” ocorrer.

  90. meu filho tem tido perda de folego toda vez q cai e bate a cabeca.parece q cm o susto do tombo perde o folego e fica roxo.levanto os bracos dele e ele fica torto sem mexer.vidra os olhos e trava os dentes.e desesperador.assopro a boca uma.duas ate quatro vezes como c fizesse respiracao boca a boca ate que ele volte.mas to ficando louca com isso pois emana q vem ele volta pra escolinha e tenho medo d acontecer e n saberem o q fazer.e gikcar mto tempo sem ar.

    • Prezada Solange,
      Sugiro que converse com seu pediatra. Após examinar seu filho, poderá lhe tranquilizar e orientar quanto a como proceder quando acontecer um episódio destes. Sendo uma criança saudável, não há necessidade de fazer nenhuma manobra especial. Basta segurar no colo ou deitar de lado no chão e esperar um pouco que ele voltará a respirar normalmente. Por isso é importante que o pediatra o examine e lhe diga que seu filho é saudável.

  91. Boa noite,
    Minha netinha tem um ano e três meses, sempre q. é contrariada ao chorar perde o fôlego mas hoje a noite nos passou um grande susto, perdeu o fôlego e depois ficou com a cabecinha caída e mole, fiquei desesperada só aliviei quando ela deu um chorinho socorrida pelo pai, foi um horror para mim e agora o que fazer, isso pode ocorrer novamente, ela vai começar a ir na escolinha e se acontecer lá o que devemos prevenir aos responsáveis na escola?
    Obrigada desde já pela atenção

    • Prezada Isa,
      Sugiro que a levem ao pediatra para que este confirme que sua neta é uma menina saudável. Uma vez tendo essa confirmação, podem ficar mais tranquilos, sabendo que não precisam fazer manobras especiais quando ocorrer um episódio como esse. Devem avisar na escola que ela pode ter esses episódios de perder o fôlego e que não precisam fazer nada especial. Basta segurá-la no colo ou deitá-la de lado no chão. Mas, tudo começa com uma ida ao pediatra para que ele lhes tranquilize.

  92. meu bebe tem apenas 6 dias e quando chora já perde o folego, com essa idade é normal acontecer isso,tenho medo porque ainda não começaram as colicas, e estamos já desesperados, com medo de quando começar

    • Prezado Leandro,
      Bebês pequenos choram de uma forma muito intensa podem dar essa impressão de ficarem sem fôlego. Como o blog não substitui uma consulta e seu bebê é um recém nascido, recomendo que o levem ao pediatra para que este possa lhes orientar e tranquilizar.

  93. Meu filho de 9 para 10 anos começou a desmaiar quando se machuca.Nessa idade é normal?Ele tem renite,sinusite,faz uso frequente de medicação mais nunca passou por isso estou apavorada.Obrigado pela atenção!

  94. Oie minha filha tem 10 meses desde nova ela tem esses tipo de falta de folego, mais ao
    fazer 7 meses ela começou explorar tudo começou a engatinhar mexer em tudo e assim vinhas as quedas tudo bem criança se desenvolve brincando explorando mais a cada queda vinha o choro, forte e com a perda de folego, e isso me deixa em panico, quando ela começou a andar foi pior, pois o choro foi mais forte, ela começou a ficar toda mole dar pequenas convulsões, dobra a linguá, e revira os olhos, tenho medo de que isso se agrave, por favor me der uma resposta a isso

    • Prezada Quesia,
      Como você está preocupada e o blog não substitui uma consulta, sugiro que leve sua filha ao pediatra para que ele possa lhe orientar e tranquilizar. Seria irresponsabilidade minha comentar sobre a sua filha sem ter colhido uma história mais detalhada e feito um exame clínico.

  95. Olá tenho um filho de 6 meses e ele caiu da cama, foi tudo tão rápido mas emfim, ja foi levado ao medico e feito tomografia e deu tudo normal, porém ele ta assustado não pode fala muito alto perto dele, ou qualquer barulho ele já começa a chora e as vezes ate perde o folego, o que posso fazer tanto a respeito dele estar assustado e perder o folego?

    • Joshi,
      Quanto a seu filho estar assustado, o melhor a fazer é pegar no colo, dar carinho, conforto e segurança. Sugiro que não se excedam na questão do silêncio próximo a ele. Devem continuar levando a vida em “volume normal”. Quanto à perder o fôlego, caso o pediatra já saiba e tenha dito que está tudo bem, nada de especial a fazer. Manter a calma e segurar no colo, sabendo que o fôlego vai retornar, sem necessidade de nenhuma manobra especial.

  96. eu tbm queria saber tenho 18 anos e isso acontece comigo quando vou chorar fico sem ar ate uma pessoa que esteja por p.erto bater em minhas costas eu não sei porque isso acontece. Gostaria de saber

    • Prezada Eliza,
      Como o blog não substitui uma consulta, sugiro que pergunte ao seu médico, após este lhe examinar. Em tese, sem falar do seu caso, pode ocorrer uma “paralisia” temporária do músculo diafragma que dá essa sensação de perder o fôlego.

  97. Meu filho te paralisia cerebral e com fois meses de idade foi diagnosticado o citomegalovirus… Ele tem essas crises de perda do choro a qual eu considerava normal ate a fisioterapeuta dele dizer que ele nao podia fazer isso pq ao fazer o cerebro dele ficava sem oxigenio… Isso e verdade??

    • Prezada Rafaella,
      Seu filho, por ter tido uma infecção congênita pelo Citomegalovirus, merece ser avaliado e acompanhado por um neurologista pediátrico. Como o blog não substitui uma consulta, seria irresponsabilidade minha opinar sobre seu filho. Espero que compreenda esta limitação do blog.

  98. Boa Tarde foi Deus que me mostrou este site meu neto tem 12 meses e agora começou com este tipo de choro eu e mãe dele ficamos quase loucas foram duas vezes em um só dia, mais lendo suas respostas fico mais tranquila até esperar a consulta do pediatra.

    • Prezada Gesica,
      Obrigado por sua participação no blog. É muito importante que ao pediatra diga que “está tudo bem” com seu neto. Desta forma, poderão ficar tranquilas caso ele apresente nova crise de perder o fôlego.

  99. Boa noite Dr., minha filha de 2 anos e 8 meses caiu agora pouco…estava correndo e escorregou…felizmente não machucou nada e nem bateu a cabeça, mas com o susto ela começou a chorar e perdeu o fôlego e percebemos que por alguns segundos ela ficou desacordada, molinha, parecia um desmaio, o pai a pegou no colo e ele e eu a sacudíamos um pouco, não sabíamos como agir, logo ela voltou, foi questão de segundos mas bastaram para nos deixar muito aflitos.
    Tudo graças a Deus ficou bem mas fiquei com muitas dúvidas e procurei na internet alguma informação que me tranqüilizasse encontrando seu blog…obrigada por estes esclarecimentos ;)

  100. Boa noite Dr., minha filha de 3 anos e 9 meses, hoje na hora do almoço (estávamos em um restaurante) machucou as costas e de repente ela iniciou um choro que parou na inspiração… ela foi ficando molinha, empalideceu e urinou na roupa. Quando olhei para ela estava pálida e como que desmaiada. Um médico apareceu no momento e disse que ela estava com pulso e respirando. Ele a deitou no sofá e ela foi recobrando a consciência. Após o episódio ela ficou sonolenta e dormiu. Hoje foi a primeira vez que presenciei uma crise da minha filha com esse desmaio, foi uma cena desesperadora (eu sou médica -não pediatra- e me senti a pessoa mais indefesa do mundo com minha filha desacordada em meus braços, tive medo de perdê-la e na hora não consegui fazer nem pensar nada. Um episódio parecido na descrição aconteceu na sua escolinha há, um ano atrás. Ela foi investigada com exames de glicemia, função tireoidiana e hemograma onde nada foi constatado. Fez tb um holter cardíaco e que tb não mostrou anormalidades. Tb fez um ECG e nada foi detectado. Fiquei com o diagnostico de Crise de Perda de fôlego, por exclusão. É uma criança com saúde e desenvolvimentos normais. Meu marido tem esporadicamente síncopes associadas a eventos que lhe causam medo ou estresse emocional. Existe alguma associação na literatura entre síncopes vaso-vagais na vida adulta e crises de perda de fôlego na infância. Eu devo fazer algo mais? Gostaria de sua opinião, estou ainda angustiada e com medo.

    • Prezada Daniela,
      Entendo seus sentimentos, mais do que justificados. Mas, o fato de sua filha ter sido muito bem avaliada, sem que nenhuma alteração fosse encontrada, é por onde você deveria ou poderia “se segurar”. Significa que sua filha tem essa coisa estranha, porém real, chamada Crise de Perda de Fôlego. Até onde eu conheço, a literatura não faz uma associação entre crises vaso-vagais e perda de fôlego. Isso não quer dizer que não exista na literatura ou ainda que não possa haver uma correlação. Quanto a fazer algo mais, pelo seu relato, você fez tudo que poderia ser feito. Como eu disse, essa vasta pesquisa diagnóstica, negativa, deveria ser o seu “talismã”, numa tentativa de reduzir sua angustia e medo.

      • Eu não sei mais o que fazer, meu filho de 1 ano e 5 meses está tendo frequentemente CRISE DE PERCA DE FOLEGO, desde quando ele tinha 6 7 meses começou a fazer isso ja foram feitos eletros ressonancia exames cardiologico e nada foi constatado Graças a Deus, mas somente semana passada aconteceu duas vezes uma na creche que por sinal as educadoras ficaram angustiadas e com muito medo ele chegou a ficar uns 3 minutos ele fica sem ar roxo / palido babando e se contorcendo, fechando as mãos e fica desorientado olhar perdido parecendo uma crise de epilepsia tive que busca-lo e depois ele fica molinho e manhoso, a neuropediatra ate receitou uma medicação pra dar pra ele SO SE ELE TIVESSE ESSAS CRISES DO NADA, eu ainda nao dei pq tenho medo e sempre que acontce isso é motivado por um choro, o que faço…

      • Prezada Roberta,
        Sugiro que siga a orientação do neuropediatra ou retorne para conversar com ele. Também sugiro que evite ouvir muitas opiniões porque poderá lhe confundir mais do que ajudar. Escolha um médico em quem confie para ser a pessoa que vai ouvir.

    • Prezada Bianca,
      Realmente, a crise de perda de fôlego não é nada agradável de se ver. Dá sempre medo nos pais. O importante é que seu pediatra tenha dito que sua filha é saudável porque, assim, poderá apenas segurá-la no colo e esperar que a crise passe.

  101. Olá dr.
    tenho uma menina que hoje completa 1 mês…e ela apresenta esse quadro quando chora muito….geralmente acontece quando ela chora e demoramos um pouco pra responder. O choro começa a ficar mais forte e alto até chegar ao ponto dela ficar todo vermelha (quase roxinha) e perder o ar por alguns segundos. Irei falar com o pediatra na consulta essa semana…pois já estamos ficando preocupados com isso!!

    • Prezada Patricia,
      Me parece que fará o certo. Vai conversar com o seu pediatra que, após examinar sua filha, poderá lhe tranquilizar e orientar. Não é incomum que bebês, quando choram muito, fiquem como a sua filha. O importante é o pediatra lhe dizer que está tudo bem, para que possa ficar mais tranquila, quando esses episódios ocorrerem

  102. Oi Roberta , minha filha de 2 anos tem exatamente as mesmas crises que vc relatou desde os 9 meses, isso corta o coração , estou até pensando em tirar ela da escolinha e esperar até o próximo ano…tb já fiz todos os exames e clinicamente ela não tem nada graças a Deus, mais diante das crises a médica passou um medicamento super forte pra pessoas com hiperatividade eu tentei dar por uma semana e desisti ela parecia outra criança, ficou triste , apática uma coisa horrível, é muito difícil essa sensação de não saber o que fazer , se descobrir alguma novidade ou um tratamento alternativo compartilhe comigo por favor…boa sorte pra nós .
    Marcia

  103. Dr. Roberto, Bom Dia
    Meu filho as vezes quando esta dormindo acontece algo estranho com ele, do nada ele começa a chorar, ai quando pegamos ele no colo ele para e começa a ficar pálido e começa a desfalecer, ai quando puxamos o catarro que tem no nariz ele volta, mas em menos de um minuto ele volta a ficar pálido e molinho, já levei varias vezes ao médico quando acontece isso e todos dizem que não é nada, a ultima vez a médica diz ser uma crise de faringite, e agora em consulta ao pediatra dele o mesmo diz que não é nada que pode ser manha, o que o Sr. acha disso, ele tem 11 meses. Obrigada

    • Prezada Cilene,
      Como o blog não substitui uma consulta, seria irresponsabilidade minha opinar sobre o seu filho. No entanto, se o pediatra já o examinou e disse que ele é saudável, ele pode ter crises de perder o fôlego, como descrevi no post. É algo que existe, benigno, sem causa conhecida e que desaparece com o crescimento.

  104. Prezado Roberto, boa noite.

    Gostaria de saber se é algo natural, junto dessa perda de choro/folego o recém nascido (no meu caso 20 dias) ficar com os músculos rígidos e revirar os olhos.

    Explico o que aconteceu comigo para lhe fazer essa pergunta.

    Na ultima madrugada de domingo para segunda acordamos o nosso bebe e demos banho nele, com um choro incontrolavel, o banho seguiu bem e a colocação da roupa também. Porém ao deitar o bebe para colocar no peito de minha namorada, ele perdeu o folego, ficou com os musculos contraidos e o corpinho arqueado e os olhinhos que estavam normais, começaram a ficar vesgos. Imediatamente levamos a emergencia no qual foram analisadas os reflexos do bebe e foi nos dito que não haveria nada alem do normal. Hoje novamente, após o banho e ao coloca-lo ele na posição da mamada o mesmo comportamento se repetiu.

    A segunda questão, esse comportamento que lhe comentei, caracteriza-se como uma convulsão ou perda de folego/choro?

    Sei que você não deve passar informações a casos especificos, por isso, questiono de uma forma mais branda se estes comportamentos são normais e no que podemos caracterizar esse tipo de comportamento.

    Agradeço a sua atenção e como obtive acesso somente agora ao seu blog, gostaria de lhe avisar que serei mais um novo leitor.

    Parabéns pela atitude!

    • Prezado William,
      Como você mesmo já percebeu, o blog não substitui uma consulta. Seria irresponsabilidade minha opinar sobre uma criança que sequer conheço e, muito menos, examinei. O que me relata merece uma conversa com seu pediatra. Eventualmente ele poderá tranquilizá-los ou achar que vale a pena ouvir um neuropediatra. Fizeram bem em procurar a emergência, mas, para poder ficar tranquilo, é importante que seu pediatra ou o que escolher por confiança, conduza essa situação.

  105. Acabei de vir da casa de uma amiga e vi uma cena que realmente me assustou muito!!!
    O seu filho caiu enquanto brincava de repente veio o choro, a falta de ar, os pés, rosto, nariz roxos e o corpo mole. Eu entrei em desespero de repente ele volta como se nada tivesse acontecido e fica com muito sono. DOUTOR EU NAO POSSO ACREDITAR QUE ISSO É NORMAL!!!
    Minha amiga o levou ao pediatra e ele disse ser normal,me diz é normal a criança sentir sono depois do acontecido?

  106. Olá,
    Meu filho tem 4 anos, e sempre que chora mesmo que seja por 10 segundos e choro baixo ele pede ajuda para respirar e coloca a mão na barriga pedindo ajuda para parar. Peço para ele ter calma e ele diz que tenta e não consegue, faz força para responder e depois que para de chorar, continua com umas crises de sem esperar faltar o ar, e ficar com a boca aberta e quando n acontece isso ele fika com uns soluços fortes que ele não controla. Já conversei com muitos profissionais e não obtenho ajuda, isso ocorre desde que ele nasceu.

    • Prezada Vanessa,
      Como o blog não substitui uma consulta médica, seria irresponsabilidade minha opinar sobre uma criança que eu não conheço uma história detalhada, nem realizei um exame clínico. No entanto, considerando que o que descreve acontece desde o nascimento e hoje está com 4 anos, aparentemente, não é algo que tenha gravidade ou tenha impacatado no seu crescimento e desenvolvimento. Minha recomendação é que converse com seu pediatra. Ele é a melhor pessoa para lhe orientar.

  107. Oi meu nome e ingrid sou mae,do arthur meu filho hj tem 1 ano e 3 meses mas ele comesou com esse choro quando tinha 4 meses ficamos,espantados ele nasceu rocho inxado.. E com a cabecinha amaçada ele estava em sofrimeto sempre q ele esta cm raiva ele chora muito a nivel de perder o ar cosntante mente,dpos q ele para de chorar da entervalos.. Mas continua dando esses engasgoes de choro ele ja fez um ecocardiograma e ta perfeito agora ele ta na espera pelo sus por um incefalograma da cabeça to preocupada pq hj ele chorou muito dnvo,e agora msmo ta dando esses engasgos de choro filmei ja mostrei pro medico mas nao me falam nada ele ja ta a 8 meseses esperando pelo sus e,ainda nada e todo mundo me diz,q,e p eu cuidar pq ele e bb e,isso nao,e normau me ajude porfavor se vc quiser posso mandar ate video dele p vc ver isso.. Ele nao pode,chorar quando agente ver q o choro ja ta tomando,outro,rumo agente faz de tudo p distrair .e ajuda.. A torar essa agustia

    • Prezada Ingrid,
      Como o blog não substitui uma consulta, seria irresponsabilidade minha opinar sobre o seu filho. Me parece que está sendo bem atendido, exceto pela demora que é um dos problemas do SUS (aliás, dos planos de saúde também). Sugiro que siga as orientações do seu médico, evitando ficar ouvindo muitas opiniões. Quanto mais opiniões, mais confusa você ficará. Mantenha contato com a sua unidade básica de saúde, perguntando e acompanhando o pedido de eletroencefalograma.

  108. Doutor, meu filho tem 1 ano e 1 mes, sempre foi uma criança saudavel, mais no carnaval depois de ser contrariado pela mae por nao deixar sair para o quinta ele começou a chorar normalmente mais quando foi fazer um choro mais forte ficou com a boca aberta sem emitir nenhum som por alguns segundos e logo caiu no chao de forma lenta…nao sei ao certo quanto tempo durou pq parece ser uma eternidade quando aconteceu, depois de chamar por ele sacudir e ate colocar o dedo na garganta dele ele voltou a chorar, o meu medo foi que ele apagou com os olhos abertos e nao esboçava nenhuma reação, acredito que tenha durado esse desespero por cerca de 1 minuto, logo apos acordar ele voltou ao normal, o mesmo dia ao anoitecer ele esbarrou a cabeça no armario, batida de leve, nao deixou nem marca nem machucado, ele ameaçou a perder o choro novamente, dessa vez eu estava bem proximo entao o peguei no colo e o apertei de forma leve na altura do torax, ele respirou normalmente de imediato, levei a uma emergencia por medo de imediato, a medica o examinou e disse estar com a saude perfeita, passou um rx do torax e nao acusou nada….ja se passou 1 mes desse ocorrido, hoje apos cair ele começou a chorar e quando foi puxar um choro mais forte parecia que voltaria a perder o choro, essa pediatra recomendou saculejar ele de leve e chamar a sua atenção, ele nao desmaiou mais levou alguns segundos para soltar o choro, li sua postagen de como agir mais existe um medo enorme de nao haver reação da criança, nesse caso quanto tempo devo espera para poder correr a um hospital se ele nao voltar de imediato???grato pela sua atenção

    • Prezado Victor,
      O mais importante é manter a calma. Segurar seu filho, fazer como a pediatra recomendou ou deitá-lo de lado. Não há um tempo definido para que você tenha que ir a uma emergência. Em geral, essas perdas de fôlego duram segundos (parecem uma eternidade). Durando mais do que segundos, vá a uma emergência.
      Como você já sabe que isso pode acontecer, deve tentar prevenir esses episódios, distraindo seu filho no início de cada choro. Qualquer coisa que faça a criança perder o foco no choro, pode ajudar. Não é garantido, mas, deve ser tentado.

  109. Dr. isso é genético? Eu fazia isso e meu marido também e minha filha de 1 ano e 3 meses faz isso desde uns oito meses, eu fico muito desesperada achando que ela vai morrer e depois quando ela volta sou eu que choro e fico tremendo, porque pra mim é um grande susto. Minha mãe diz que eu comecei a fazer isso com 3 anos de idade, mas minha filha começou muito mais nova.

    • Prezada Isabela,
      Não sei se é genético. Não li nada a respeito, o que não significa que não possa ter um componente genético. Entendo que fique muito tensa, mas, você teve o mesmo e está viva, saudável e é mãe! Portanto, faça um pequeno exercício mental de tentar ficar um pouco menos aflita. Sei que é difícil, mas é importante para o seu bem estar e da sua filha.

  110. Dr, tenho um bebê de 45 dias que sempre perde o fôlego quando chora. Toda vez me desespero porque parece que ele vai morrer. O problema maior é quando vai tomar vacina ou fazer exames de sangue, é uma dificuldade, muitas vezes não conseguem coletar o sangue dele porque ele chora, se desespera e perde o fôlego por vezes seguidas. Gostaria de saber como proceder nesses momentos. Conto com sua ajuda e desde já agradeço.

    • Prezada Mônica,
      Como o blog não substitui uma consulta, recomendo que procure o seu pediatra para que este lhe oriente. Em crianças saudáveis, isto é, sem que nenhuma doença tenha sido detectada, quando perdem o fôlego, basta segurá-las no colo ou virá-las de lado, no berço. Não há necessidade de nenhuma manobra específica.

  111. Meu filho esta com 2 anos e 9 meses ele desde de bebe tem problema de perder o folego chorando de um ano para cá ele esta sensivel a dor qualquer dor ou susto que ele sente ele chora começa a ficar mole, chegando ao desmaio antes eu conseguia fazer ele voltar com mais agilidade agora ele mudou quando desmaia ele fica com as maozinhas tortinhas e olho vira, ele teve uma crise dessa essa semana que eu ele não voltava e acabou a travando a linguinha, confeso que dessa vez fiquei sem saber como agir e qdo ele voltou ele não lembrava do que havia acontecido.
    Qual melhor atitude a ser tomada nesse caso .

    • Prezada Alaete,
      Sugiro que converse com seu pediatra e, eventualmente um neuropediatra. Seu filho pode ter algo além de uma simples crise de perder o fôlego e merece ser avaliado e, eventualmente, realizar alguns exames para que você possa receber a orientação adequada. Como o blog não substitui uma consulta médica, seria irresponsabilidade minha opinar sobre o seu filho. Espero que compreenda esta limitação do blog.

  112. Boa noite, Dr. Roberto.
    Observando os comentários de outras mães, percebo que esse problema é mais comum do que imaginava. Porém parece me que a situação da minha filha causa mais pânico. Ela acabou de completar dois anos, e suas crises inciaram por volta dos nove meses, estas não ocorrem por birra, mas sim quando ela cai, o choro não sai, ela fica roxa, gelada, revira os olhos, fica toda dura e normalmente quando ela volta ela desmaia novamente, é uma cena terrível. Já fiz um eco do coração e um eletro da cabeça, não acusou nada, porém fico muito apreensiva pois minha filha tem bastante histórico pessoas que sofreram infarto.
    Por favor Dr, me oriente o que devo fazer no momento das crises, e se devo fazer mais algum exame.
    Grata,

    • Prezada Teone,
      Pelo visto, fez os exames necessários e tudo está normal, o que é ótimo. Como o blog não substitui uma consulta, sugiro que peça orientação a seu pediatra. De um modo geral, os pais devem manter a tranquilidade, principalmente quando sabem que os filhos são saudáveis. Podem colocar a criança no colo ou deitá-la de lado, aguardando que a respiração se normalize. Não há manobra especial recomendada. Mas, lembro que seu pediatra é a pessoa mais indicada para lhe orientar.

  113. minha filha de 3anose 2 meses perde o folego e ontem fivou ontem toda roxa ainta com umas manchinhas vermelhas em volta dos olhos e na testa o que fazer quando isso acontecer

    • Prezada Taina,
      A primeira coisa é falar com seu pediatra para que ele lhe tranquilize com relação à saúde da sua filha. Em uma criança saudável, sem doenças, não há o que fazer a não ser manter a calma e deitar a criança de lado ou mantê-la no colo. Mas, fale com seu pediatra, ele é a melhor pessoa para lhe orientar.

  114. ola doutor, primeiramente amei o seu site, e principalmente o fato de vc responder as mamães desesperadas, Parabéns :) Bom, tenho uma bebe de 9 meses e 6 dias, e de uma semana pra ca vem perdendo o fôlego toda vez q chora, a primeira vez foi por que eu contrariei ela, e hj foi por que ela estranhou uns parentes do meu marido, e nessas ”crises” ela fica cerca de 5 a 10 segundo muda e vermelha. li quase todos os comentários das mãe e as respostas do Doutor, e a minha duvida é o seguinte, ela começou fazer isso só agora, antes nunca tinha feito, isso é normal? confesso q no desespero eu dei um ‘xaqualão’ nela, ate ela voltar. To com tanto medo, sei la… Agradeceria muito se me respondesse.. abraços

    • Prezada Fabiana,
      Obrigado por participar do blog. Sugiro que você a leve ao pediatra e narre o ocorrido. Uma vez que ele a tranquilize dizendo que está tudo bem com a sua filha, poderá enfrentar uma nova crise com tranquilidade. Basta segurá-la no colo ou deitá-la de lado e esperar que passe. Se você descobrir o que “dispara” uma crise, pode tentar distrai-la. O importante é que fique tranquila, sabendo que muitas crianças também tem essa perda de fôlego.

  115. Minha bebê de 1 ano e 5 meses tem essa perda de fôlego involuntário, e isso já vem acontecendo desde 1 ano e 2 meses, e com freqüência, ela chega a ter convulsões, desmaia e fica com rostinho todo roxo, confesso que me apavoro por mais que sei que volta eu sinto medo e eu e marido ficamos além de desesperados tbm ficamos frustados por isso acontecer! Obrigada por esse texto maravilhoso doutor! Gostaria de ter coragem de esperar ela voltar a consciência sozinha, mas ainda não consigo!

    • Prezada Kelly,
      Obrigado por participar do blog. Sugiro que converse com seu pediatra e descreva o que acontece com a sua filha. Convulsões não fazem parte do quadro de perda de fôlego “inocente”. Seria bom ouvir seu pediatra até para que ele confirme se o que você percebe é, de fato, uma convulsão.

  116. Olá Dr. Roberto, meu filho tem 2 meses e desde que nasceu perde o fôlego quando chora, a primeira vez que isso aconteceu, nós nos desesperamos e fizemos de tudo pra ele voltar ao normal, já que nunca vimos isso antes…o problema é que ele faz isso sempre, até um pequeno susto, como um barulho repentino tem causado a perda do fôlego. Meu medo é que quando ele tiver que ir para a escolinha, aconteça de novo e não tenha ninguém para ver e acudi-lo na mesma hora. Não é fácil esperar pra ver se ele irá recobrar a consciência!

    • Prezada Raquel,
      Entendo o que sente. Me parece que o mais importante é ouvir do seu pediatra que seu filho é saudável. Com essa informação, poderá ficar mais tranquila. Também sugiro que não sofra por antecipação. Ainda falta um bom tempo para seu filho ir para a escolinha e, até lá, esse quadro pode ter desaparecido.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s